Comentários de Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
71485 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> FESTIVAL CORO NA QUARENTENA
>>> MAB FAAP estará fechado nos próximos dois finais de semana, devido ao Plano SP
>>> Exposição de Pietrina Checcaci é prolongada no Centro Cultural Correios
>>> Escritora Luci Collin participa de encontro virtual gratuito
>>> Máscaras Decoloniais: Dança e Performance (edição bilingue)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Kate Dias vive Campesina em “Elise
>>> Editora Sinna lança “Ninha, a Bolachinha”
>>> “Elise”: Lara Oliver representa Bernardina
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Freedom, de Jonathan Franzen
>>> O dia em que Paulo Coelho chorou
>>> Ao Portal Galego da Língua
>>> Have a nice day
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Esboços de uma biografia precoce não autorizada
>>> A une passante
>>> 12 de Julho #digestivo10anos
>>> The Good Life
Mais Recentes
>>> Historias inusitadas de José cam,ilo lelis pela Cepe (2016)
>>> Pantaleão e as Visitadoras de Mário Vargas Llosa pela Alfaguara Brasil (2007)
>>> Psicanálise e Instituição de Chaim Samuel Katz pela Documentário (1977)
>>> O Assassino e a Musa de Roa Lynn pela Francisco Alves (2001)
>>> As Consequências do Amor de Salaiman Addonia pela Record (2009)
>>> Conecte Matemática - Volume 1 de Gelson Iezzi pela Saraiva (2021)
>>> Queda de Gigantes de Ken Follett pela Arqueiro (2010)
>>> Vade Mecum Policial de Carlos Alberto Marchi de Queiroz pela Iglu (2000)
>>> El Libro de la Huerta de Eulalia Domingo pela Libsa (2015)
>>> Isaac Newton - uma Biografia de James Gleick pela Companhia das Letras (2004)
>>> O Noivo da Princesa de William Goldman pela Marco Zero (1987)
>>> Tudo Começou Em Babel de Herbert Wendt pela Ibrasa (1958)
>>> La Misión de Sigmund Freud de Erich Fromm pela Fondo del Cultura Económica (1960)
>>> Rumo a uma Vida Significativa de Simon Jacobson (adap) pela Maayanot (2001)
>>> Sufismo Universal de H. J. Witteveen pela Triom (2003)
>>> Na Escola da Fenomenologia de Paul Ricoeur pela Vozes (2009)
>>> Iniciação à História da Filosofia de Danilo Marcondes pela Zahar (2010)
>>> A Conquista do Presente de Michel Mafessoli pela Rocco (1984)
>>> A Potência de Existir de Michel Onfray pela Martins Fontes (2010)
>>> Ética como Amor-próprio de Fernando Savater pela Martins Fontes (2000)
>>> O Visível e o Invisível de Merleau-Ponty pela Perspectiva (2000)
>>> Não Pise na Bola de Richard Simonetti pela Clarim (1997)
>>> A Consciência em Expansão: os caminhos da abordagem Transpessoal na edução, na clínica e nas organizações de Maria Cristina Monteiro de Barros pela EdiPUCRS (2008)
>>> Folha Explica - Guimarães Rosa de Walnice Nogueira Galvão pela Publifolha (2000)
>>> A Linguagem das Cem Flores de Regina Obata pela Círculo do Livro (1986)
>>> A partilha do Sensível de Jacques Rancière pela 34 (2009)
>>> Revista Caras Extra Nr 18 Álbum De Xuxa E Sasha de Vários Autores pela Caras (1998)
>>> Marco Polo e a Rota da Seda de Jean-Pierre Drège pela Objetiva (2021)
>>> Psicoterapia Reencarnacionista: A terapia da Reforma Íntima de Mauro Kwitko pela Besouro Box (2015)
>>> A pesquisa na psicologia social de Leon Festinger e Daniel Katz pela FGV (1974)
>>> Xuxa de Ana Lucia Neiva pela ArtMeios (2001)
>>> Poesia 1930 - 1962 (Edição Crítica) de Carlos Drummond de Andrade pela Cosac Naify (2012)
>>> Psicoterapia à luz da Apometria de Clecio Carlos Gomes pela Terceira Margem (2000)
>>> O prazer de Viver de Felipe Rodrigues pela Chiado (2016)
>>> Psicologia Integral de Ken Wilber pela Cultrix (2017)
>>> Leadership and the New Science: Discovering Order in a Chaotic World de Margaret J. Wheatley pela Berrett-Koehler (1999)
>>> Por que os Homens Amam as Mulheres Poderosas de Sherry Argov pela Sextante (2009)
>>> A Aura Humana de Walter J. Kilner a Aura Humana pela Pensamento (1989)
>>> Estudios Sobre Técnica Psicoanalitica de Heinrich Racker pela Editorial Paidos (1979)
>>> Learning to Be Me: My Twenty-three-year Battle With Bulimia de Jocelyn Golden pela Iuniverse (2007)
>>> Em Busca de Mim de Isabel Vieira pela Ftd (2000)
>>> Valiosa Vida de Felipe Quartero pela Livre Expressão (2011)
>>> O Cérebro Consciente de Steven Rose pela Alfa-omega (1984)
>>> Royal Botanic Gardens Kew de Souvenir Guide pela Royal Botanic Gardens (2000)
>>> As Dez Maiores Descobertas da Medicina de Meyer Friedman; Gerald W. Friedland pela Companhia das Letras (2000)
>>> A Arte de Curar no Budismo Tibetano de Terry Cliffford pela Pensamento (1987)
>>> And the Winner Is... os Bastidores do Oscar de Emanuel Levy pela Trajetória Editorial (1990)
>>> The Fate of Art - Aesthetic Alienation From Kant to Derrida and Adorno de J. M. Bernstein pela Penn State University Press (1992)
>>> Loterofilia - A arte de colecionar bilhetes de loteria de Sylvio Luongo pela Publicação independente (2014)
>>> Viva Bem Com a Coluna Que Você Tem. de José Knoplich pela Ibrasa (1979)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sexta-feira, 8/5/2009
Comentários
Julio Daio Borges


Veículos editam, ponto
Fal, você já publicou em algum veículo que não mexeu no seu texto? Então, você nunca publicou em nenhum veículo. Eu já, e já mexeram; principalmente na grande imprensa. Todos os veículos mexem, todos têm de adaptar os textos que publicam (aos seus padrões de edição). Nenhum editor tem tempo de ficar combinando "tudo com todo mundo". (Você também nunca deve ter editado, eu imagino...) O fato é que os blogueiros brasileiros estão muito mal acostumados; não sabem lidar com veículos. Se continuarem assim, vão continuar sem ser publicados. Boa sorte a todos.

[Sobre "Fui xingado pelo Catarro Verde"]

por Julio Daio Borges
8/5/2009 às
08h03 189.53.119.84
 
Resposta ao Nei (#3)
Nei, tente aqui.

[Sobre "Ivan Junqueira desvendando Otto Maria Carpeaux"]

por Julio Daio Borges
http://www.digestivo.com.br
1/5/2009 às
09h17 189.53.119.207
 
Resposta ao Nei (#1)
Você por acaso conhece o Roqueiro Improvável?

[Sobre "Ivan Junqueira desvendando Otto Maria Carpeaux"]

por Julio Daio Borges
http://www.digestivo.com.br
30/4/2009 às
17h15 189.53.119.251
 
Resposta ao Willian (#12)
http://twitter.com/marioamaya/statuses/1639410015

[Sobre "Jornal: o cadáver impresso"]

por Julio Daio Borges
http://www.digestivo.com.br
28/4/2009 às
14h00 189.53.120.107
 
@anamariabahiana responde
Léo, tem resposta da Ana Maria Bahiana pra você...

[Sobre "Surf Hype, o maior blogueiro de São Paulo"]

por Julio Daio Borges
6/2/2009 às
17h11 189.53.120.122
 
Razões para publicar na Web
Alessandro Martins: "Fiquei feliz ao ler o artigo 'Publicar em Papel? Pra quê?', de Julio Daio Borges, e encontrar eco para algo que venho repetindo há algum tempo a jovens autores inéditos que vêm me consultar. Eu, na verdade, não entendo por que eles vêm me consultar se eu mesmo não sou editor e tampouco tenho algum livro publicado. Na verdade, nem ambiciono ter um pelos motivos que listo mais abaixo. Esses escritores querem saber como publicar um livro. Eu recomendo algumas alternativas, mas meu conselho basicamente é: publique na internet. Eis algumas razões para isso: Preço; Abrangência geográfica; Total controle sobre seu trabalho; Pioneirismo; Contato direto com seu público; É barato para o seu leitor; Ver o fruto de seu suado trabalho; Fazer uma experiência; Não precisar apelar para Leis de Incentivo; Você não precisa de um jornalista para dizer que seu trabalho é bom; Não prestar contas a ninguém; Fama; Dinheiro." [Leia Mais...]

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
25/5/2007 às
10h06 200.177.192.30
 
Comentários #32-35 (respostas)
Pepe (#32-33): não acho que é papel do escritor "ensinar o brasileiro a ler" (embora muitos pensem assim...): acho que é papel do escritor escrever bem. E, de novo: o Daniel Galera começou na internet... Parece que vocês não leram minha Entrevista com ele! Fiquem atentos: o próximo Daniel Galera vai surgir, outra vez, da internet, bem debaixo do nariz de vocês! Juliana (#34): blog é muito mais fácil (de lançar) do que livro (embora seja difícil de manter...), não é possível que você não consiga! Fuad (#35): o objetivo do meu texto não é comparar livro com blog (como formato), mas, sim, mostrar que um blog pode ser menos oneroso, mais ágil e eficiente --- em termos de comunicação! Gente desconhecia não vende livro em lugar nenhum; não é só no Brasil, não... Escreva na internet, torne-se conhecido e, só assim, publique um livro. O trauma será menor e a chance de sucesso será maior. Não é tão difícil entender meu raciocínio...

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
18/5/2007 às
20h24 200.177.21.215
 
Comentários #25-31 (respostas)
Janethe (#25): a primeira parte eu já respondi ao Felix (olhe aí em cima...). No texto, eu disse que há hoje blogueiros melhores do que autores publicados (em papel) --- e continuo mantendo isso! Marcel (#26-30): parece o Carlos (Comentário acima...): menos um Comentário do que um brainstorm... Na parte que me toca, não sinto prazer nenhum em desprezar escritos, mas sinto algum, confesso, em selecionar. Vou continuar selecionando. Coisa que os editores, infelizmente, não fazem mais... Eugenia (#31): livro é fetiche, sim, mas, como eu disse ao Lauro (acima), com tanto livro ruim, o fetiche vai acabando...

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
18/5/2007 às
20h22 200.177.21.215
 
Comentários #22-24 (respostas)
Lauro (#22): eu prefiro sacrificar o fetichismo a ler autores ruins; aliás, autores ruins acabam com qualquer fetiche --- não há livro bonito e gostoso (na forma) que resista! Isa (#23), você está vendo? Autores ruins desencorajam até autores bons a publicar --- alguém tem de acabar com isso! Albarus (#24, você tem certeza de que quer publicar um livro com essa assinatura?): o Daniel Galera é um bom exemplo, sim! Ele começou na internet, você sabia? Seu primeiro livro de contos foi todo publicado --- e testado antes --- na internet! É o melhor livro dele, na minha opinião. Ah, e eu já falei isso pra ele... Outra coisa: eu bem que tento ler os autores novos (ninguém pode me acusar de omissão!), mas é que, na maioria das vezes, não consigo nem passar da primeira página --- realmente, não é por má vontade, mas é que não dá...

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
18/5/2007 às
20h20 200.177.21.215
 
Comentários #18-21 (respostas)
Diogo (#18): a diferença, como eu disse por e-mail, é que as bandas que se lançam em CD não querem logo o Grammy, mas os nossos autores novos não querem nada menos que a consagração do Nobel! Newton (#19): o problema é que, hoje, você perde muito mais tempo encontrando livros bons na livraria, porque os ruins abundam nas estantes; as editoras abriram as pernas e lançam cada vez mais títulos (e cada vez mais autores novos... Socorro)! Não acho, Camila (#20): um blog só sobrevive se tiver audiência; um livro, sim, qualquer um publica. Um blog é um teste para um escritor --- para mantê-lo vivo, é preciso trabalhar bastante; já o livro, não é mais teste nenhum, para publicar basta pagar a edição! Brauer (#21): livro é sonho; realidade é o que eu descrevi aqui --- desmanchei, isso sim, os sonhos de muita gente, por isso, agora, estão bravos comigo... (Tudo bem, depois vão me agradecer por terem economizado uma grana...)

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
18/5/2007 às
20h18 200.177.21.215
 
Comentários #11-13 (respostas)
Rogério (#11): a metáfora do futebol é muito boa: é como se os escritores ficassem adiando, sempre, o momento da avaliação. Também não acho que a saída seja a literatura de entretenimento. Com ela, você resolve mais o problema do entretenimento do que o da literatura... Félix (#12): publicar em papel pode ser o sonho de qualquer autor, mas nós não temos de aguentar, nem de "patrocinar", o sonho de todo e qualquer autor... Internet não é televisão; você tem lido muito o Observatório da Imprensa... Por fim, pergunte ao Alex Castro se não dá para ler no laptop. Ele, com a maior paciência do mundo, te explica. Adroaldo (#13): não entendi toda a ironia, mas vamos lá... Não prego a "desnecessidade" de publicar em livro. Mas acho que autores que usam uma palavra assim tão feia, não deveriam, mesmo, publicar em papel... Com a internet, todo mundo tem vez hoje; quem não tem, é porque prefere jogar a culpa nos outros... E, por fim, muita gente puxa para a educação, mas eu estou falando aqui de literatura!

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
16/5/2007 às
15h35 192.168.133.47
 
Comentários #7-10 (respostas)
Bloom (#7): o Ram reclama sempre que "os escritores nunca pensam em fazer dinheiro" (só em pegar do governo) e você afirma que "não se deveria misturar arte com dinheiro". Nem tanto à terra, nem tanto ao mar: não acho, como o Ram (e às vezes o LEM), que os autores de best-sellers são "perseguidos" pela crítica; nem que o artista deveria ignorar a questão econômica. Eu acredito em sucesso de crítica e de público. O Digestivo é isso! Carlos (#9): não sei se as perguntas têm muito a ver com o texto; e não sei se você quis fazer um Comentário ou apenas escrever o que lhe veio à mente... Diogo (#10): a Ana E levantou esse ponto, por e-mail: e se o sujeito quiser somente viver a "experiência" de publicar um livro? Vá em frente, mas depois não reclame que ninguém lê ou compra (ou resenha). Felizmente não é esse o seu caso, parabens pela repercussão e pela vendagem!

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
16/5/2007 às
15h24 192.168.133.47
 
Comentários #4-6 (respostas)
Alvaro (#4): você toca no mesmo ponto do Rafa (#3) e do LEM (texto desta semana), mas eu acho fácil jogar a culpa em entidades como "o brasileiro" (que não lê) ou em instâncias superiores como "o sistema de ensino" (que não estimula a leitura). Só faltou "o governo" (quer ver que, daqui a pouco, alguém vai falar?). Minha proposta é que os próprios autores mudem esse quadro: não esperem editores, nem livros; não derrubem árvores com páginas ruins; testem, antes, em blogs! (O resto, me desculpe, você entendeu tudo errado --- eu recomendo, sim, autores novos, ou não tão novos, veja as Entrevistas do Digestivo!) Dri (#5): gostei de "novos possíveis escritores ruins" e obrigado pelo resto! Escudero (#6): acho que cansei das teorias sobre "celebridades", sociedade do espetáculo, essas coisas --- achei que falar disso seria apelação, mas o resto está OK!

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
16/5/2007 às
15h14 192.168.133.47
 
Comentários #1-3 (respostas)
Bloom (#1), atenção: eu não disse que quanto mais leitores no blog, melhor o blogueiro-escritor --- eu apenas disse que a "audiência on-line" é um bom termômetro (não é perfeito, mas é melhor do que nada...) Obrigado por concordar com o resto! Guga (#2): gostei de "escritores reais" e de "legião de aflitos". Obrigado pelo apoio! Rafa (#3): em primeiro lugar, não estou falando de você nem de ninguém do Digestivo em específico. No texto, eu jogo um pouco da culpa nos editores de araque --- que não editam nada e que publicam tudo. Mas na medida em que os próprios autores se editam hoje, eles também têm, sim, culpa... No fundo, eu tenho muita pena do leitor, que fica com o prejuízo quase todo --- literário e econômico.

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Julio Daio Borges
16/5/2007 às
15h10 192.168.133.47
 
Contato com Humberto Werneck
Simone, meu conselho: fale com o Humberto direto. Aliás, vale para os demais interessados...

[Sobre "Délivrer"]

por Julio Daio Borges
1/5/2007 às
14h12 200.177.195.213
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Rua São Luiz 27 - 8º - Abílio Pereira de Almeida (TBC - Programa do Espetáculo)
Teatro Brasileiro de Comédias
Tbc
(1958)
R$ 20,00



Os Smurfs-livro do Filme ( Onde Nós Estamos, Smurfs ? )
Vale das Letras
Vale das Letras
(2011)
R$ 16,00



A Invenção do Cotidiano - Vol. 1 - Artes de Fazer - 21ª Edição
Michel de Certeau
Vozes
(2011)
R$ 78,95



Dona Benta: Comer Bem - Edição Especial Completa
Jorge Yunes
Companhia Ed Nacional
(2013)
R$ 20,00



Oásis Sertanejo
Agnaldo Cardoso
Petit
(2003)
R$ 10,00



Clt - 92 (14º Edição)
Juarez de Oliveira
Saraiva
(1992)
R$ 19,07



Urca o Bairro Sonhador
José Louzeiro
Relume Dumará
(2000)
R$ 15,00



Super Interessante 297 Nov/2011 Tentação
Vários
Abril
(2011)
R$ 11,90



Gênesis - o Princípio
Anne de Graaf
Abril Coleções
(2008)
R$ 9,80



A Arte de Contar Histórias
Socorro Capiberibe
AllPrint
(2010)
R$ 18,00





busca | avançada
71485 visitas/dia
2,4 milhões/mês