Comentários de Mário Montaut | Digestivo Cultural

busca | avançada
54051 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Universidade do Livro desvenda os caminhos da preparação e revisão de texto
>>> Mississippi Delta Blues Festival será On-line
>>> Tykhe realiza encontro com Mauro Mendes Dias sobre O Discurso da Estupidez
>>> Trajetória para um novo cinema queer em debate no Diálogos da WEB-FAAP
>>> ÚLTIMAS APRESENTAÇÕES ONLINE DO ESPETÁCULO O DESMONTE
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Fazendo as Pazes com o Swing
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> A invenção da imprensa
>>> Eclipse oculto
>>> A poesia concreto-multimídia de Paulo Aquarone
>>> 2007 e os meus CDs - Versão Nacional 2
>>> Between the Acts
>>> O luto e o luto de Valter Hugo Mãe
>>> A PROPÓSITO DE UM POEMA
>>> Como E Por Que Ler O Romance Brasileiro
Mais Recentes
>>> Cinco Quartos da Laranja de Joanne Harris pela Record (2002)
>>> Crítica do Tempo Presente: Estudo, Difusão e Ensino de Literaturas de Língua Portuguesa de Maria da Glória Bordini, Maria Luiza Ritzel Remédios e Regina Zilberman (Orgs.) pela Nova Prova / Instituto Estadual do Livro (2005)
>>> Defenda-se! Como se Proteger de Ataques Energéticos de Getúlio Gomes pela Vida & Consciência (2015)
>>> Seja Foda! de Caio Carneiro pela Buzz (2017)
>>> A Sutil Arte de Ligar o Foda-se de Mark Manson pela Intrísica (2017)
>>> Essencialismo de Greg McKeown pela Sextante (2015)
>>> Um Sentido Para a Vida de Amy E. Dean pela Best Seller / Círculo do Livro (1992)
>>> O Livro Vermelho de Vendas de Jeffrey Gitomer pela M. Books (2009)
>>> Moura e Raposa da Câmara no Rio Grande do Norte Ascendência & Decesdencia: colônia, Império, Regência e República de Março Aurélio da Câmara Cavalcanti de Albuquerque pela Infinitaimagem (2011)
>>> História do Rio Grande do Nortes de Sérgio Luiz Bezerra Trindade pela Sebo Vermelho (2000)
>>> Uma Sombra na Escuridão de Robert Bryndza pela Gutenberg (2017)
>>> 100 Crônicas - O Estado de S. Paulo de Mario Prata pela Cartaz (2020)
>>> A Volta ao Mundo em Oitenta Dias de Júlio Verne pela Nova Cultural (2003)
>>> Gustavo Kuerten e Roland Garros : uma História de Amor de Paulo Cletto pela Instituto Takano (2002)
>>> A Linguagem das Cores de René-Lucien Rousseau pela Pensamento (1987)
>>> Almas Mortas de Nikolai Gógol pela Nova Cultural (2003)
>>> Comunicação de dados e redes de computadores de Behrouz A. Forouzan pela Amgh (2008)
>>> O Caminho da Habilidade de Tarthang Tulku pela Cultrix (1988)
>>> Uma Vida de Guy de Maupassant pela Nova Cultural (2003)
>>> Cristãos-Novos e Criptojudeus em Portugal de Jorge Eduardo Nudel pela Polo Books (2018)
>>> O Castelo dos Destinos Cruzados de Italo Calvino pela Companhia das Letras (1991)
>>> Matemática Pensar E Descobrir O+Novo 8ª Série de José Ruy Giovanni/José Ruy Giovanni Jr. pela FTD (2002)
>>> Ciências Naturais 7ª Série de Olga Santana/Anibal Fonseca pela Saraiva (2007)
>>> Matemática 7 de Luiz Márcio Imenes/Marcelo Lellis pela Scipione (1998)
>>> Matemática Uma Aventura Do Pensamento de Oscar Guelli pela Ática (1999)
>>> Ciências Naturais 9º Ano de Olga Santana/Anibal Fonseca/Erika Mozena pela Saraiva (2009)
>>> Genética Humana de Celso Piedemonte De Lima pela Harbra (1984)
>>> Mundo Mágico Estudos Sociais, Ciências, Programas De Saúde Livro 4 de Erdna Perugione/Manuela D. Vallone pela Ática
>>> Matemática Atual 6ª Série de Antonio José Lopes Bigode pela Atual (1994)
>>> Matemática Idéias E Desafios 7ª Série de Iracema Mori/Dulce Satiko Onaga pela Saraiva (2001)
>>> Matemática Idéias E Desafios 8ª Série de Iracema Mori/Dulce Satiko Onaga pela Saraiva (2001)
>>> Matemática Completa 1ª Série de José Ruy Giovanni/José Roberto Bonjorno pela FTD (2005)
>>> Matemática Na Medida Certa 8ª Série de José Jakubovic/Marcelo Lellis pela Scipione (1998)
>>> Engenheiro Paula Soares: Antevisão Urbana, uma Visão Humana de Nair de Paula Soares pela Pvdi Design (1997)
>>> A Conquista Da Matemática Teoria E Aplicação 5 de José Ruy Giovanni/Benedito Castrucci/José R. Giovanni Jr. pela FTD (1992)
>>> Matemática Na Medida Certa 7ª Série de José Jakubovic/Marcelo Lellis pela Scipione (1994)
>>> Matemática Na Medida Certa 6ª Série de José Jakubovic/Marcelo Lellis pela Scipione (1998)
>>> Matemática Fácil 5ª Série de Linaldo Malveira pela Ática (1987)
>>> A Conquista Da Matemática Teoria E Aplicação 7 (Atividades) de José Ruy Giovanni/Benedito Castrucci/José R. Giovanni Jr. pela FTD (1992)
>>> Quebra-Cabeça Cãozinho Rex de Roberto Belli pela Do Autor
>>> Ciências Naturais 7ª Série de Olga Santana/Anibal Fonseca pela Saraiva (2007)
>>> O Crocodilo Muito Inteligente de Jack Tickle pela Ciranda Cultural (2006)
>>> Matemática Uma Aventura Do Pensamento de Oscar Guelli pela Ática (1999)
>>> Ciências Naturais 9º Ano de Olga Santana/Anibal Fonseca/Erika Mozena pela Saraiva (2009)
>>> Genética Humana de Celso Piedemonte De Lima pela Harbra (1984)
>>> Mundo Mágico Estudos Sociais, Ciências, Programas De Saúde Livro 4 de Erdna Perugione/Manuela D. Vallone pela Ática
>>> A Conquista Da Matemática Teoria E Aplicação 5 de José Ruy Giovanni/Benedito Castrucci/José R. Giovanni Jr. pela FTD (1992)
>>> Quebra-Cabeça Cãozinho Rex de Roberto Belli pela Do Autor
>>> O Mundo Maravilhoso Dos Animais - Os Ursos Nº 2 de Disney pela Planeta DeAgostini
>>> O Crocodilo Muito Inteligente de Jack Tickle pela Ciranda Cultural (2006)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quinta-feira, 14/5/2009
Comentários
Mário Montaut


Me inibe os dedos
Conheço uma história escaldante, mas tão próxima, que me inibe os dedos... [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Elogio da Madrasta"]

por Mário Montaut
14/5/2009 às
14h56 201.13.94.157
 
Poesia de graça!
Todos estão lá na feira: Fernando Pessoa, Eliot, Pound, Baudelaire, Drummond, Cabral, Lorca. E vão chegando: Manoel De Barros, Hilda Hilst, Camões, Dante Alighieri. Todos na feira. Juntam-se aos novos autores. "Literatura vai ser como Big Brother Brasil." E poesia, mesmo, eu pego de graça nas feiras de quarta, aqui pertinho de casa. Abrações do Mário!!!

[Sobre "Rodrigo Capella em turnê"]

por Mário G. Montaut
http://www.mariomontaut.com
21/3/2008 às
13h57 200.206.179.250
 
Pérolas de Medaglia
"A nostalgia dos anos 60, de Júlio Medaglia". Bem, fui ao texto. O maestro compara Buarque com Dylan, Gil com Marley e Veloso com Jagger. Cinismo ou falta de critério? As duas primeiras comparações abrem um labirinto onde um abismo fatal aguarda quem entrar ali. Eu,hein! Mas como Dona Dialética topa qualquer parada mesmo, digo que poucas composições de Keith Richards e Mick Jagger bastam para evidenciar o que Raul já dizia: a linha evolutiva da música popular brasileira é uma realidade útil, e muito, mas muito relativa. Abrações do Mário!!!

[Sobre "Agenda VivaMúsica!, de Heloisa Fischer"]

por Mário G. Montaut
14/3/2008 às
13h23 200.161.82.4
 
minha imaginação fervilhou
Parece que a declaração do final da entrevista, onde ele ressalta a complexidade da vida, da qual faz parte umas leituras apaixonadas, coincide tanto com o ponto onde ele menciona as infinitas vivências em sua cidade portuária! É nesse trecho que minha imaginação fervilhou. Baccios do Mário.

[Sobre "Milton Hatoum"]

por Mário G. Montaut
http://ww.mariomontaut.com
4/5/2006 às
19h34 200.161.17.83
 
Mescal de Santarém
Mas a contemporaneidade global já não é meio diluída e espertamente lisérgica? Aliás, o que "lisérjam" certos frequentadores de baladas, já sob êxtases que questionam a sobrevivência da arte? Quanto a experimentar alucinógenos, bem, G. Harrison disse que maconha é como tomar umas cervejas, já o ácido é como ir pra lua. Eu já fico com o dito: "Quem burro vai a Santarém, burro vai e burro vem" (rs). E baccio do Mário!

[Sobre "Digestivo nº 268"]

por Mário G. Montaut
http://www.mariomontaut.com
2/5/2006 às
15h52 200.161.17.83
 
Gosto Não Gosto
Marcelo, eu gosto de 2046, eu não gosto de Blow Up, eu gosto de Marvada Carne, eu não gosto de Cidade de Deus, eu gosto de Fogo e Paixão, eu não gosto de Central do Brasil. Este exercício 'a la Buñuel, longe de propor uma demissão crítica, aposta na crítica instintiva como inteligente... e ele achava que um filme pode ser tudo, menos chato... e eu amo Buñuel quando ele não é chato (rs)... e eu gosto deste texto. Abraços do Mário!!!

[Sobre "A falta de paciência com o cinema II - O retorno"]

por Mário G. Montaut
http://www.mariomontaut.com
1/5/2006 às
13h41 200.161.17.83
 
quando de ouvidos cansados
Paula, acho apenas que você defende demais a moçada, carente de lendas, de mitos, que certamente essas obras não transmitem. Mas o mundo é maravilhoso, e como dizia o Alberto Caeiro, não está aí para se pensar, mas para se olhar e estar de acordo. E ainda para ser criada, a obra de arte que justifique um celular, um outdoor, alguns portais da net. Tudo muito relativo, mas não o beijo de quem ontem se deliciava com clipes do mtv, sem o som, só as imagens... Experimente quando de ouvidos cansados. Beijo.

[Sobre "Arte para quem?"]

por Mário G. Montaut
6/12/2005 às
22h20 200.161.17.83
 
adentrar a Alma do Mundo
Giron, você lembra que no romance “O alquimista”, Paulo Coelho tece uma homenagem a diversos autores que teriam “entrado na Alma Do Mundo”? Estou convicto de que ele, como Jorge Luis Borges e Oscar Wilde, entre outros homenageados, também adentrou a Alma do Mundo, belíssimo termo da Alta Mística. Nela estiveram os Beatles, Eliot, Chico Buarque, Magritte, Borges, Millôr Fernandes, e todos os que desejando ou não, deram toques e retoques no Surreal Triângulo do Amor, da Poesia e da Liberdade. A magia do complô chega a ponto do anti-metafísico Millôr ter promovido ainda mais o recente Zahir de Coelho, comentando (provocativamente, Millôr?) “O Zahir” de Borges, como exemplo de texto que não dá para ser melhorado. De Paulo Coelho li só os dois primeiros livros. Talvez por culpa de “O Zahir” e outros de Borges, que leio ad libitum. Não acredito que a Instituição Nobel tenha decaído a ponto de contemplar Paulo Coelho ou J. K. Rowling Potter. Ambos, como diria o místico Pessoa, são “Médias”.

[Sobre "Paulo Coelho para o Nobel"]

por Mário G. Montaut
29/11/2005 às
19h22 200.161.17.83
 
edições de alguns poetas
No Brasil, Julio, o que me surpreende são as edições de alguns poetas. Já fiz essa pergunta até para o Contador Borges, poeta e tradutor de René Char pela Iluminuras, mas ninguém me respondeu convincentemente a questão seguinte: o que leva um editor brasileiro a lançar um livro de René Char ou de Paul Celan? "O nu perdido e outros poemas", de Char, bilingue, traduzido pelo Contador Borges foi uma das mais raras e iluminadas façanhas que me contemplaram. Mas, quem souber responda, por favor: O que leva, um editor, no Brasil, a cometer tal maravilha? Baccios!!!

[Sobre "Digestivo nº 254"]

por Mário G. Montaut
28/11/2005 às
19h53 200.161.17.83
 
inclassificavelismo
Mas, Julio!!! Quem culpado é pelo triste inclassificavelismo (rs) senão os próprios compositores, intérpretes, que atualmente, quando se reunem, é para desfiar estratégias marketeiras, táticas de ganhar espaços e etcéteras (com algumas mesas de excessões)? Pound falou: "the best criticism comes from the man who makes the nest job". E Baudelaire, em quem Ezra jamais se apoiou: "a humanidade caminha da experiência para o conhecimento". Falta uma distinção óbvia de termos, no que concerne à crítica e à erudição. É fatalmente indispensável o gênio erudito de um Otto Maria Carpeaux, mas para compilar a essência do que formos "classificando", em deliciosas cervejas, regadas à música, poesia, sexo e conversas outras, que até admitem, algum palpite mercadológico. E baccios do Mário a todos.

[Sobre "Digestivo nº 253"]

por Mário G. Montaut
21/11/2005 às
19h33 200.161.17.83
 
Não faça uma coisa dessas...
Rina, o Suicídio Da Razão já se dá na imagem que precede o poema, querida! Não faça uma coisa dessas comigo, Bela. O erotismo da imagem, as pernas, as mãos, os pezinhos... e que pernas, mãos e pés mais... esse corpinho falou demais comigo, e não que minha razão esteja suicidada, tanto que volto lá, e... "porém se atiro à agua o meu olho, ele bóia e fita o mundo. E me investiga". Belo poema, e intenso esse trecho que dá a dimensão da importância do olhar em qualquer viagem poética. Beijos do Mário!!!

[Sobre "Suicídio da razão"]

por Mário G. Montaut
9/11/2005 às
16h21 200.161.17.83
 
Quero esse Pascal Quignard
Julio, por favor, diga-me, como puder, um jeitinho de descolar um Suplemento Literário de Minas Gerais, edição de Agosto, sobretudo pelo Pascal Quignard, autor que me é indispensável desde "Todas as manhãs do mundo", roteiro para o filme do Alain Corneaux e "Ódio à Música", um dos mais intensos e belos livros sobre música que encontrei. Não exercendo o jornalismo, tenho a felicidade de me aproximar dessas publicações por puro prazer, e constato algumas efemérides de rara beleza, como em julho de 2003 no Rascunho, onde uma luminosa matéria sobre a poesia de Jorge Guillém me deixou sonhando até hoje, e na Cult de janeiro, quando Maria Aparecida Barbosa causou maravilhoso assombro numa introdução de Hoffmann. Quero esse Pascal Quignard. Como o encontro? Baccios.

[Sobre "Digestivo nº 251"]

por Mário G. Montaut
4/11/2005 às
17h08 200.161.17.83
 
um Cristo seria o bastante
Alexandre, São Pierre Teilhard De Chardin, padroeiro da internet, esteve conosco durante toda esta sua revelação gososa, e pasme, creio não ser concebível em nenhum ponto da noosfera, a existência de alguém que teclando nela, não cometeu ainda nenhum dos milagres que lhe são tão íntimos, Alexandre, sequer o papo no ICQ, mas já conclui que em cada loja de discos, livraria, revistaria, em cada navegação um pouquinho mais longa pela net, existem, de fato, ondas de um saber azul que paira, sobrenvolve, mas se distingue, inconcebível, em tanto conhecimento que ainda adivinhará as essências novas desses evangelhos pirantes, pois que de tão velozes sequer foram abertos, e é você mesmo quem diz, Alexandre, por um Cristo nascendo a cada dia, que esse mistério terrível, sensual, é a sabedoria sintetizando a marcha de um pensamento ininterrupto desde Chardin, e não adentrar essa onda pode ser mais fatal que o superaquecimento global, Alexandre, porque um único Cristo seria o bastante.

[Sobre "Alguns Jesus em 10 anos"]

por Mário G. Montaut
3/11/2005 às
13h39 200.161.17.83
 
Sobre Nova Seção Comentários
Julio: não é que alguns leitores não são civilizados (rs), é que alguns editores não se vingam, não fecham... então, como eles, leitores, iriam perceber a selvageria? Ficaram raivosos por não terem agradado o suficiente... Mas, valeu! Assim teremos mais espaço. Abraços.

[Sobre "Digestivo nº 251"]

por Mário G. Montaut
28/10/2005 às
16h04 200.161.17.83
 
Como você chegou a esse livro?
"...tanto manuseio e anotações nas margens", Andréa, é o mais nietzscheano de todos os elementos, e o que fico a imaginar curiosamente, porque é assim, transbordando a ponto de fundir-se às margens desse "Ecce Homo", que Nietzsche queria ser lido, então, Andréa, se como dizia Borges, é a porta que escolhe o homem, ou a mulher, certamente esse livro deve ter sido bem impactante para você, à parte qualquer outro valor dessa delícia que Nietzsche provavelmente nos deu às custas de um grande desenvenenamento de livros. Como você chegou a esse livro, Andréa? E que outros ele lhe mostrou, e quais anotações você fez? Bom sonhar com elas. Baccios!!!

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por Mário G. Montaut
28/10/2005 às
15h47 200.161.17.83
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HÉRCULES BARSOTTI - COLEÇÃO GRANDES PINTORES BRASILEIROS - 27
HELOÍSA EPADA
FOLHA DE S. PAULO
(2013)
R$ 17,00



BONAPARTE E FLAHERTY: FILOSOFIA & MÉTODOS
PETER DRUCKER
PIONEIRA
(1976)
R$ 6,90



ALCOOLISMO
JORGE ANTÔNIO JABER FILHO E CHARLES ANDRÉ
REVINTER
(2002)
R$ 9,00



REVISTA DA ACADEMIA MINEIRA DE LETRAS
MURILO BADARÓ
SCRIBENDI NULLUS FINIS
(2010)
R$ 9,00



ENCICLOPÉDIA CULTURAL 2 PARAPSICOLOGIA PSICANÁLISE
A. LOPES
NOVA BRASIL
R$ 6,02



COLEÇÃO E.V.A
ATRATIVA
ATRATIVA
(2010)
R$ 15,00



A COPA DO MUNDO É NOSSA
AUTOR SERASA
SERASA
(2008)
R$ 23,24



EM BUSCA DA PAZ INTERIOR
SIDNEY DE MORAES
ESCOLA DE PARAPSICOLOGIA
R$ 9,00



O MUNDO MÁGICO DOS SONHOS
MARIO MERCIER
PENSAMENTOS
(1980)
R$ 25,90



PLANTAS MEDICINAIS NO BRASIL - SÉRIE BRASILIENSIA DOCUMENTA VL 5
BERNARDINO ANTONIO GOMES
EDIÇÃO DO AUTOR
(1972)
R$ 118,00





busca | avançada
54051 visitas/dia
2,1 milhões/mês