Comentários de Renan De Simone | Digestivo Cultural

busca | avançada
87108 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Contos do Índio e da Floresta estreia dias 03 e 04 de outubro na Sympla Streaming
>>> “Conversa de Criança – Coronavírus” discute o acolhimento das emoções das crianças durante pandemia
>>> São Paulo ganha grafitti gigante que propõe reflexão sobre igualdade racial
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Minhas Férias (reloaded)
>>> Poema em Linha Reta - Pessoa
>>> Perturbador e cosmogônico
>>> O Fino da Fina
>>> Poesia, no tapa
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Um safra de documentários de poesia e poetas
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Leitura, curadoria e imbecilização
>>> Robinson Shiba do China in Box
Mais Recentes
>>> Contos de Machado de Assis pela Agir (1963)
>>> Contos de Machado de Assis pela L&PM Pocket (1999)
>>> O Alienista de Machado de Assis pela L&PM Pocket (1998)
>>> Helena de Machado de Assis pela Tecno Print (1967)
>>> Uma mulher na escuridão de Charlie Donlea pela Faro Editorial (2017)
>>> Morte Súbita de J.K. Rowling pela Casa dos Livros (2012)
>>> Ressurreição de Machado de Assis pela Sociedade (1962)
>>> Levando a Vida Numa Boa de Ernie J. Zelinski pela Sextante (2003)
>>> Corpos Inversos de Rodrigo Noval pela LP-Books (2017)
>>> Parábolas Eternas - Reflexões para enriquecer a vida com sabedoria, alegria e emoção de Legrand pela Soler (2004)
>>> Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis pela Ciranda Cultural / W. Bucb (2007)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Abril Cultural (1981)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Ática (1976)
>>> Fundamentos em Ecologia de Colin R. Townsend, Michael Begon e JohnL. Harper pela Artmed (2006)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Zero Hora / Click (1997)
>>> Folhas do Jardim de Morya Livro 2 de Mestre Morya pela Agna Yoga (1973)
>>> O banquete dos sentidos de Lúcia faria Nascimento e Edir Nascimento e Silva pela Bei (1998)
>>> Revista da Faculdade de Direito da FMP nº 06 de Fundação Escola Superior do Ministério Público (org) pela Fmp (2011)
>>> Repartição da renda - pobres e ricos sob o regime militar de Paulo Singer pela Zahar (1986)
>>> O código Da Vinci de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa (2004)
>>> Tropical Sol da Liberdade de Ana Maria Machado pela Nova Fronteira (1988)
>>> Manuscritos do Mar Morto de Adam Blake pela Novo Conceito (2013)
>>> Estudios del Trabajo - nº 37/38 de Asociación Argentina de Especisalistas en Estudios del Trabajo (org) pela Aset (2009)
>>> Contos de amor rasgados de Marina Colasanti pela Rocco (1986)
>>> Quincas Borga de Machado de Assis pela Tecno Print
>>> Ciranda de pedra de Lygia Fagundes Telles pela José Olympio (1981)
>>> Amplitude 1- Você onde se põe -só para quem quer a verdade de Gasparetto pela Vida E Consciencia (1997)
>>> O que é psicologia de Richard H. Henneman pela José Olympio (1982)
>>> Amar, verbo intransitivo de Mário de Andrade pela Ime (1980)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (2010)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Globo (1997)
>>> Estudios del Trabajo - nº 34 de Asociación Argentina de Especisalistas en Estudios del Trabajo (org) pela Aset (2007)
>>> Magno de Maria Luiza de Queiroz pela José Olympio (2007)
>>> Filhotes de Cube Book pela Sextante (2010)
>>> A extinção do crédito tributário por decurso de prazo de José Hable pela Brasília Jurídica (2004)
>>> Procedimentos Básicos em Microbiologia Clínica de Vários pela Sarvier (2000)
>>> Canine - Feline Nutricion de Vários pela Mosby (2010)
>>> Você é Insubstituível - este livro revela a sua biografia de Augusto Cury pela Sextante (2002)
>>> Da ação cautelar fiscal de Carlos Henrique Abrão pela Universitária de direito (1992)
>>> Adão e Eva Voavam em Atlântida de José Francisco pela Futurama (2013)
>>> O mundo mudou ... bem na minha vez! de Dado Schneider pela Integrare (2013)
>>> Coreção monetária: concordata e créditos fiscais de Eros roberto Grau pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> O Lugar dos Inocentes - A Trilha levava até a entrada dessa clareira de Núbia Moura Ribeiro pela Pensamento (1999)
>>> Memorial de Aires / Ressurreição de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Iaiá Garcia / Helena de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Esaú e Jacó de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> A aventura de Miguel Littin clandestino no Chile de Gabriel García Márquez pela Record (1986)
>>> A chave do tamanho de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1950)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quinta-feira, 1/10/2009
Comentários
Renan De Simone


Não pode ser óbvio
Não basta apenas uma história curiosa, que te prenda nas dez primeiras páginas. É preciso algo a mais. Um bom livro nesse estilo precisa de ritmo (não necessariamente veloz) próprio, como se estivéssemos escutando a trilha sonora por trás das palavras. Os detalhes iniciais, quando usados ao fim da história, também ficam ótimos, mas não se pode ser muito óbvio, tem que ter sutileza. Apresente vários detalhes de um cenário e escolha um que fará toda a diferença, ou então todos, mas não seja óbvio. A obviedade logo de cara destrói este tipo de narrativa. Outra coisa importante é saber dosar. Não adianta colocar diversos elementos que te prendam, e que aparecem ao final sem o mí­nimo sentido. Acredito que nada deve ficar sem explicação. Existem tantos recursos, a história está na mão do autor, não se pode deixar pontos-chave sem explicação... Uma coisa é deixar algo em aberto, outra é ter preguiça de arranjar explicação. Em resumo: detalhes, ritmo, razões... Ah! E um elemento secreto que é... bem, é secreto, não posso dizer hehehe [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Globo Suspense"]

por Renan De Simone
1/10/2009 às
22h17 189.62.207.180
 
Se beber, não case
Olha, decidi explorar algo um pouco mais atual. Tenho alguns filmes muito bons na gaveta, mas o melhor roteiro que vi atualmente foi o do filme "Se beber, não case". Este roteiro é simplesmente genial. Por ser um filme de comédia, achei que ele iria explorar piadas batidas e um apelo absurdo ao sexo, mas não, e isso me surpreendeu. O filme reúne os elementos mais variados como amizade, relacionamentos, buscas e superações. E, apesar de colocar elementos bizarros à primeira vista (como o tigre no hotel, a falta de um dente, o sumiço de um companheiro e um bebê no armário), o filme não perde seu ritmo nem fica maçante ao tentar explicar cada coisa, e aborda todas. Isso me surpreendeu, principalmente por se tratar de uma comédia, geralmente mais descompromissada. Além disso, é sempre bom ver que alguns roteiristas que criam elementos absurdos, em suas obras, conseguem explicá-los ao longo de seu trabalho... talvez esta seja uma grande escola para Stephen King. rs [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Manual de Roteiro"]

por Renan De Simone
9/9/2009 às
09h29 189.100.246.240
 
As ruí­nas gregas
Escolheria a Grécia, não só pela beleza das ilhas gregas, mas especialmente na área das ruí­nas gregas. É um tanto mórbido, sim, eu sei. Mas se fosse meu último lugar, gostaria que tivesse sido o primeiro. Desde pequeno que essa parte do mundo inspira minhas ideias e pensamentos. Comecei a gostar de filosofia por conta dos gregos (o que me possibilitou conhecer gênios diversos, incluindo Sartre). Ali existiu o berço de toda a sapiência de nossa civilização ocidental, o que ali foi feito, tanto na área racional e lógica como na mística, é o que nos guia até hoje. Se as partes fí­sicas guardarem ainda um resquí­cio de toda aura antiga (desvencilhando-se da era da "reprodutibilidade técnica"), ali queria estar em minha última peregrinação. Se depois disso tivesse que morrer, morreria feliz, pois cheguei ao fim conhecendo meu iní­cio... [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Último Turista"]

por Renan De Simone
5/8/2009 às
15h32 189.100.246.240
 
Maior que o artista...
Não. E devo acrescentar um infelizmente, já que sei que os artistas são realmente muito mais do que expressam em suas obras. Entretanto, existe em cada obra um poder único de capturar a essência dos detalhes de cada situação. A arte às vezes se torna maior que o artista... e não podemos culpá-la, seu poder de transformação a faz ser assim e é o que realmente a deixa interessante. Uma pessoa desfruta da irredutibilidade de não poder ser menos que uma pessoa, mas constantemente não consegue ser mais também... a arte pode ser uma porcaria tanto quanto pode alcançar um status divino. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Renan De Simone
21/7/2009 às
08h59 189.100.246.240
 
Depende do ponto de vista
Num sentido de troca de informações e abrangência de sistemas, sim. Principalmente se pensarmos no acesso fácil que há para a maioria dos paí­ses no mundo, incluindo aí­ o acesso à comunicação. Quem já morou fora sabe o quanto é valioso poder se comunicar facilmente com quem ama. Por outro lado, a absorção desmedida de outras culturas acaba modificando a nossa própria, e o problema consiste não em conhecer os outros, mas em perder nossa identidade regional e determinadas tradições em função de um padrão global. Entretanto, como sou brasileiro e filho de italiano, não posso dizer que a globalização seja de todo ruim. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Mundo Plano"]

por Renan De Simone
6/7/2009 às
10h21 189.62.197.146
 
no universo dos taxistas
Eu também tenho uma teoria de como o tempo está passando mais rápido, mas deixo isso pra lá, se eu perder tempo nessas coisas acabo não conseguindo enxugar todo esse gelo que escorre aqui da geladeira velha de casa, minha própria calota polar aqui na cozinha. Além do fato de eu não ter autorização de passar meu tempo em outros universos, afinal, um estudante de jornalismo não tem autorização para mexer no universo dos taxistas. Um abraço!

[Sobre "Meta-universo"]

por Renan De Simone
http://pensologoeescrevo.blogspot.com
13/8/2007 às
22h14 201.68.208.218
 
Que democracia é essa?
O pior e' que concordo contigo, mas ainda assim me fica o desespero de saber que meu voto nao e' validado nesse caso, e ai' temos um problema gigantesco: que democracia e' essa que nao da' possibilidades para qualquer cidadao tentar chegar a qualquer cargo independente de suas parcerias, ou tamanho da conta? Que democracia e' essa onde confunde-se de maneira infame a esfera publica e a privada? Que democracia e' essa onde temos de escolher alguem obrigatoriamente, mesmo sem opcoes razoaveis? Concordo, concordo e choro. Abraco

[Sobre "Por que votei nulo"]

por Renan De Simone
http://axiologiaanatema.blog.terra.com.br
19/10/2006 às
10h21 201.43.175.116
 
Ainda tenho esperança
Concordo com você, Daniela. Pra começar, parabéns pelo histórico familiar. Sou estudante e sei que nossa bola está baixíssima no sentido de ação, estamos no tempo em que tudo quanto é mudança acaba sendo assimilada ao invés de revolucionar mesmo. É triste, é verdade, mas ainda espero que apareçam pessoas confiáveis e íntegras. Pode não ser nessa eleição, mas tem que ser, afinal a esperança... ops, ela já morreu, mas ainda existe a insistência e curiosidade no futuro. Um abraço.

[Sobre "Domingão de eleição"]

por Renan De Simone
http://axiologiaanatema.blog.terra.com.br
28/9/2006 às
10h21 201.43.174.76
 
Em defesa do Tom Cruise
Não concordo, não para ser o chato que não levou o texto a sério, mas por prudência. Essa nova seleção de remakes já me fez pensar diversas vezes no que está se passando, mas até agora não descobri. Ainda quero descobrir se o Spielberg continua impressionando e se o Cruise ainda é um galã simpático com alguma atuação, longe de perfeita, pelo menos válida. No Guerra do Mundos nada foi respondido, deu pra passar um tempo dentro da sala de cinema, mas não digo que valeu pela pipoca (seria clichê - e patético - demais). Ver toda a população do filme (ou grande parte) se comportando como formigas após pisarem em seu formigueiro, chegou a ser interessante. Não era minha visão realista de mundo, mas sempre soube que minha crença heróica na humanidade (que bonito) não seria correspondida nem no filme mais juvenil (homem-aranha tentou). Ainda dou créditos para o diretor. Quanto a Cruise, bem, ele me impressionou em Vanilla Sky (por mais patético q a lembrança pareça), ainda espero uma boa sacada.

[Sobre "Digestivo nº 239"]

por Renan De Simone
10/8/2006 às
23h42 201.43.40.22
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A FAMÍLIA MODERNA E A SOLUÇÃO DOS SEUS PROBLEMAS
SÉRGIO COLLINS
BRASILIENSE
(1968)
R$ 7,50



INSPEÇÃO AMBIENTAL IMOBILIÁRIA
FERNANDO COELHO DE CASTRO E ELOIZA LUTERO ALVES
LEUD
(2004)
R$ 30,00



PERIGO ENTRE ESPIÕES, OS MESTRES DA LITERATURA POLICIAL
PETER CHEYNEY
LIVROS DO BRASIL
(1999)
R$ 18,98



AMOR DE PERDIÇÃO
CAMILO CASTELO BRANCO
CIRANDA CULTURAL
(2017)
R$ 9,00



CLÁSSIICOS DA LITERATURA JUVENIL - O CAPITÃO TORMENTA
EMÍLIO SALGARI
ABRIL
(1972)
R$ 7,90



RUI BARBOSA E JOSÉ MARCELINO
MARIA MERCEDES LOPES DE SOUZA
CASA DE RUI BARBOSA
(1950)
R$ 70,00



A REVOLUÇÃO DA DIALETICA
SAMAEL AUN WEOR
AEF
(2015)
R$ 28,00



MACHADO DE ASSIS, MAS ESTE CAPÍTULO NÃO É SÉRIO
FOLHETO
NÃO INFORMADA
R$ 10,00



JULIA ESTRANHA FASCINAÇÃO
LAURA MARTIN
NOVA CULTURAL
R$ 9,00



A VIUVINHA ENCARNAÇAO
JOSE DE ALENCAR
MARTIN CLARET
(2001)
R$ 5,00





busca | avançada
87108 visitas/dia
2,2 milhões/mês