Comentários de Sonia Pereira | Digestivo Cultural

busca | avançada
69289 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Mostra de Teatro traz quatro peças para assistir on-line
>>> Festival Som na Faixa apresenta edição online com atrações da música instrumental
>>> Leituras Urbanas começa novo ciclo literário
>>> Unil oferece abordagem diferenciada da gramática a preparadores e revisores de texto
>>> Conversas no MAB com Sergio Vidal e Ana Paula Lopes
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Papa Francisco
>>> Pequena notável
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> USP: 75 anos de histórias várias
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Minicursos na PUC Minas
>>> 7 de Setembro
>>> Dublinenses
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb
Mais Recentes
>>> Cinquenta tons mais escuros de E L James; Juliana Romeiro pela Intrinseca (2015)
>>> Esta Terra Tem Dono - Esta Tierra Tiene Dueño - Co Yvy Oguereco Yara de Alcy Cheuiche pela Age (2012)
>>> A Odisseia da Filosofia: Uma Breve História do Pensamento Ocidental de José Francisco Botelho pela Abril (2015)
>>> Pureza mortal de Nora Roberts; J. D. Robb; Renato Motta pela Bertrand Brasil (2011)
>>> A Hisótira da Ciência Para Quem Tem Pressa: De Galileu a Stephen Hawking em 200 Páginas de Nicola Chalton; Meredith MacArdle pela Valentina (2017)
>>> Contos da seleção o principe e o guarda de Kiera Cass; Cristian Clemente pela Seguinte (2014)
>>> 1808 de Laurentino Gomes pela Planeta do Brasil (2007)
>>> Dublinenses de James Joyce pela Biblioteca Folha (2003)
>>> Viaje a Ixtlan de Carlos Castaneda pela Fondo de Cultura Económica (2009)
>>> História do amor no Ocidente de Denis de Rougemont pela Ediouro (2003)
>>> As cidades invisíveis - coleção biblioteca folha de Italo Calvino pela Biblioteca Folha (2003)
>>> O evangelho segundo o espiritismo de Allan Kardec pela Ide (2004)
>>> Breves Respostas para Grandes Questões de Stephen Hawking pela Intrínseca (2018)
>>> Presença do Vinho no Brasil. um Pouco de História de Carlos Ernesto Cabral de Mello pela Cultura (2018)
>>> Uberizacao de Tom slee pela Elefante (2020)
>>> O Processo de Franz Kafka pela 1117 (2012)
>>> União 100 anos - Receitas que fazem nossa história de Açucar União pela Gold (2000)
>>> Os Miseráveis de Victor Hugo; Walcyr Carrasco pela Moderna (2012)
>>> La Religión Dentro de los Límites de la Mera Razón de Immanuel Kant pela Alianza Editorial (2009)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho pela Nova Alexandria (2015)
>>> Mentes Inquietas: TDAH - Desatenção, Hiperatividade e Impulsividade de Ana Beatriz Barbosa Silva pela Objetiva (2004)
>>> A primeira história do cristianismo de Daniel Marguerat pela Paulus, Loyola (2003)
>>> As erras mais primitivas da terra (Tomo 1 e 2) de G. H. Pember pela Ed Clássicos (2003)
>>> The Witcher Livro 1: O Último Desejo de Andrej Sapkowski pela WMF Martins Fontes (2011)
>>> O Hobbit de J. R. R. Tolkien pela WMF Martins Fontes (2013)
>>> O Silmarillion de J. R. R. Tolkien pela WMF Martins Fontes (2011)
>>> Livro de Uma Sogra – Obra Completa Nº 5 de Aluísio Azevedo pela Waldré (1982)
>>> O Mulato de Aluísio Azevedo pela Ática (1992)
>>> Os Lusíadas de Luís de Camões pela Abril (1979)
>>> Os Trabalhadores do Mar de Victor Hugo pela Abril (1979)
>>> Decamerão (2 volumes) de Giovanni Boccaccio pela Abril (1981)
>>> Relações entre a Igreja e o Estado de Rafael Llano Cifuentes pela José Olympio (1989)
>>> A Interpretação do Homem de Renato Kehl pela Francisco Alves (1951)
>>> Envelheça Sorrindo de Renato Kehl pela Francisco Alves (1949)
>>> O Milagre de Lourdes de Ruth Cranston pela Melhoramentos (1955)
>>> Diário de um pároco de aldeia de Georges Bernanos pela Agir (1964)
>>> A Doutrina Social da Igreja de G. C. Rutten, O. P. pela Agir (1947)
>>> Maria e o Evangelho de Jean Galot pela Aster (1961)
>>> O que sobrou do paraíso? de Jean Delumeau pela Companhia das letras (2003)
>>> Senhores de engenho, judeus em Pernambuco colonial 1542-1654 de José Alexandre Ribemboim pela 20-20 Comunicação (2002)
>>> Os magnatas do tráfico negreiro de José Gonçalves Salvador pela Pioneira, Edusp (1981)
>>> A comunidade judaico-cristã de Mateus de Anthony J. Saldarini pela Paulinas (2000)
>>> A Formação da Terra - Biblioteca Salvat de Grandes Temas de Vários Colaboradores pela Salvat (1979)
>>> As origens do Novo Testamento de C. F. D. Moule pela Paulinas (1979)
>>> Mártires do coliseu romano de Emma Leslie pela Aeebar (1984)
>>> Filosofia para entender teologia de Diogenes Allen e Eric Springsted pela Paulus, Academia cristã (2011)
>>> Nigella Bites de Nigella Lawson pela Ediouro (2019)
>>> Minidicionário da Língua Portuguesa de Francisco da Silveira Bueno pela FTD (1996)
>>> Desenho Técnico de Thomas E. French pela Globo (1958)
>>> Métodos de Ensaios nas Indústrias de Celulose e Papel de Alfred Halward e Outro pela Brusco
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Domingo, 3/2/2002
Comentários
Sonia Pereira


'Tou com o Rafael!
Rafael, vc tem toda a razão. Conheço dondocas que raramente vêem seus "homens", desde que a mesada esteja em dia. Conheço Amélias que aguardam alegremente o retorno dos seus "malandros", mesmo que por dias ou semanas, sem um tostão furado na carteira. Agora, uma opinião: homens, parem de querer decifrar a mulher. Homens e mulheres não são equações a serem debatidas, mas pessoas a serem conhecidas, amadas ou não, mas sempre respeitadas.

[Sobre "Os Homens são de Varte, as Mulheres são de Mênus"]

por Sonia Pereira
3/2/2002 às
11h20 200.226.38.56
 
Mais um
Ah! Não fui só eu que li.

[Sobre "A História das Notas de Rodapé"]

por Sonia Pereira
7/1/2002 às
09h23 200.19.93.3
 
Relaxem!
Já é a segunda vez que sai esse texto, mas está mais divertida a discussão agora do que antes. É engraçado ver como as pessoas se desculpam por dar opinião, para ninguém pensar que são vulgares. Relaxem! Todos nós temos nosso lado brega! Até o Alexandre, que se deu ao trabalho de pensar sobre isso. Elis Regina é o máximo! E eu tenho uma caminhonete (suja)!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade"]

por Sonia Pereira
7/1/2002 às
09h08 200.19.93.3
 
Razões
Celso Pinheiro, o povo de lá é tão "inocente" quanto nós, eles também elegem seus governantes. Solange, compartilho com o que você diz sobre a esquerda festiva, assim como critico capitalistas radicais - tudo pelo dinheiro - tão prejudiciais ao mundo quanto. Imperialismo é sempre ruim, seja de que lado for. Só que, criticar um não significa estar "do outro lado". Como já disse em vários outros comentários, direita e esquerda são necessidades da era industrial. Não existiam antes, não existirão depois, espero. Na década de 60 não existiu só o movimento de esquerda. Existiram outros, na minha opinião mais importantes. A contra-cultura (que começou antes) foi um deles. Aquilo era ousadia, que não existe mais. Tudo foi englobado no mercado, virando artigo de consumo. Também conheço uma porção de gente "de esquerda" que trabalha, e muito, pelo conhecimento científico do país, expandindo nossas fronteiras e abrilhantando o nome do Brasil no exterior. Não generalize, você perde a razão.

[Sobre "Para ler o Pato Donald"]

por Sonia Pereira
7/1/2002 às
08h56 200.19.93.3
 
Lucidez
Rafael, seu texto é ótimo, extremamente lúcido e claro. O que será que as pessoas que ficaram chocadas com o atentado do dia 11 (terrível) acham da chacina que está ocorrendo no Afganistão?

[Sobre "Paranóias Persecutórias"]

por Sonia Pereira
7/1/2002 às
08h47 200.19.93.3
 
que pena.
É uma pena, mas você só confirma tudo o que afirmei. Mas nem sempre foi assim.

[Sobre "Procura-se a década de 60"]

por Sonia Pereira
3/1/2002 às
08h28 200.19.93.3
 
tarde demais
Se era prá não ler, porquê não avisou logo? Agora, já li tudo! (até as notas de rodapé)

[Sobre "A História das Notas de Rodapé"]

por Sonia Pereira
3/1/2002 às
08h21 200.19.93.3
 
várias coisas...
Rafael, o Rio de Janeiro continua lindo, como sempre foi. O verão no rio é que mudou. Nessa estação mostra-se tudo, menos a cara. Pode reparar, mas isso tudo se repete nas demais estações do ano, de uma forma ou de outra, padronizando as ações de todos, para ninguém sair do "programa". Quanto ao samba, o que você tem contra paulistas e paranaenses? O samba é brasileiro, muito antes de ser carioca. Já existia o samba nos festejos de outrora (hã?). É outro tipo de samba, mas é samba. Aos seus comentários do "Lado B", acrescento ao último parágrafo: "Isso, obviamente,... se os meios de distribuição não forem engolidos pelo monopólio das mega-fusões ..." monopólio esse que não têm o menor interesse em melhorar a qualidade do gosto do público consumidor. Prá quê? De repente, as pessoas podem ficar exigentes, começar a pensar e ver a bobagem que lhes estão empurrando...

[Sobre "Estação da Luz"]

por Sonia Pereira
2/1/2002 às
14h36 200.19.93.3
 
Oba! Todo mundo louco!
Parabéns! Excelente texto, extremamente atual; veja os "acordos" que o Tio Sam, quero dizer, Patinhas, está propondo no "resto" do mundo (que ele descobriu existir!), para acabar com os bombardeios. Meça as declarações sobre a Argentina: "eles (os argentinos) precisam decidir primeiro as questões políticas (entronar o rei) para que, depois, possamos ajudá-los na área econômica" (é mais ou menos isso). Quando dou minha opinião a esse respeito, todo o mundo berra, dizendo que sou neurótica. Pode ser, mas você também é, e os dois autores foram, um dia. "A Morte e a Donzela" é belíssimo.

[Sobre "Para ler o Pato Donald"]

por Sonia Pereira
2/1/2002 às
14h19 200.19.93.3
 
muita paz
Apesar da minha viagem no tempo - ainda estou no dia 28/12/2001 - concordo com você. Estranhou? Não deveria. Não foi seu desejo que a paz começasse por você? Taí, concordo! Também gostaria que tudo aquilo acontecesse de verdade. Não vou acrescentar nada, para não estragar a harmonia e gerar polêmicas indesejadas nessa hora. Muita paz. Sonia Pereira.

[Sobre "Tem fim do mundo para todo mundo"]

por Sonia Pereira
28/12/2001 às
21h41 200.190.5.250
 
Como!?
Como alguém que lê o Digestivo pode querer que alguém que escreve no Digestivo não escreva mais? É o espaço - mesmo que virtual - mais democrático que conheço! Não gostou do que leu? pula de colunista! Assim fácil, oras. O que não dá é querer que não se exponha uma opinião. Isso, no Digestivo, não vale! Quem não concordar, que se cale, senão, eu prendo e arrebento! (Acho que já li isso em algum lugar...), Quer coisa melhor do que poder escolher entre o Papai Noel e um ladrão? Só aqui! Sonia Pereira.

[Sobre "Papai Noel Existe"]

por Sonia Pereira
28/12/2001 às
21h24 200.190.5.250
 
Comemorações
Sempre que eu dizia que todo o dia é ano novo, as pessoas me olhavam torto. "Como ela ousa não ser como todo o mundo?" Não é isso. É que eu também acho que cada um tem a sua referência. Mas, o ser humano sempre precisou de seus rituais, suas marcações. Afinal, esse tempo que marcamos é só nosso, só corre assim aqui na Terra. O que me comove nessas comemorações não é o sentido religioso - que não tenho - mas é a beleza de saber que todos, no mundo inteiro, estão comemorando a mesma coisa, desejando dias melhores e mais uma porção de energias positivas. É emocionante, não dá prá não fazer parte disso. Mesmo comemorando a dois, o resto do mundo está comemorando também.

[Sobre "Os melhores votos, de uma cética"]

por Sonia Pereira
28/12/2001 às
21h06 200.190.5.250
 
Falando Sério
FALANDO SÉRIO Sonia Pereira Brincadeiras à parte, gostaria de escrever algumas palavras. Não inventei nada do que escrevi, sequer fui original nas idéias expostas. Já foram publicadas em jornais e revistas, além de apresentadas em outros canais de televisão, algumas atitudes pouco recomendáveis da Rede Globo. Como exemplo, cito a “prateleira” de artistas, contratados por fazerem sucesso em canais concorrentes. A toda poderosa (na boa) contrata para não fazer nada, só para eliminar a probabilidade de redução dos índices do IBOPE. Essa atitude, agora já “sacada” pelos artistas, acabou com a carreira de muita gente boa, pois caíram no esquecimento do público. Todos, ou quase, são contratados com exclusividade, o que impossibilita sua movimentação, imprescindível ao aprimoramento profissional e afirmação do nome no mercado. Como tudo o mais, existem exceções, desde que interessem à emissora. Tudo dentro da lei, dos contratos assinados, é claro! Não estou inventando nada, repito. Já li várias reportagens sobre esse e outros assuntos. Alguns podem nem ser verdade, mas, certamente, outros são. Nesse, especificamente, existem depoimentos contundentes de “prateleirados”. Quanto à necessidade de uma guerra, também não disse nada de novo, não sei porquê o espanto. Li vários argumentos contra e a favor dessa tese, apresentados e debatidos por comentaristas e/ou analistas políticos e econômicos de jornais, tanto em papel quanto na televisão, por ocasião do início dos bombardeios no Afeganistão. Considerando o histórico de atuação dos EUA aqui mesmo, na Coréia, no Vietnã (eles ainda não engoliram a derrota) e nas guerras étnicas dos países recém divididos, entre outras atuações, e percebendo uma “sinuca” na economia norte-americana, considerei pertinente a possibilidade de uma guerra em qualquer lugar, para colocar em ordem a atual situação americana. Eu e outros analistas, muito mais “bem informados” do que eu. Os jornais que leio são os que são vendidos em qualquer banca, e só não assisto ao Jornal Nacional. Como podem ver, não sou louca. Aliás, nem comunista, pois o comunismo, por definição (simplista) é a ditadura do proletariado. Sendo a favor da liberdade não posso ser comunista, portanto. Ficaria irada com qualquer país que metesse o bedelho na vida dos outros, mesmo se fosse a Rússia, Gabão ou Micronésia (É país? Não sei). Não se pode esquecer que a dualidade econômica foi uma necessidade da era industrial, que está no fim. Não existem apenas duas posições. Consultem o Kama Sutra. Agora, com licença, preciso retornar à minha camisa de força, antes que os enfermeiros descubram que usei o computador. Sonia Pereira.

[Sobre "Cultura da canalhice"]

por Sonia Pereira
28/12/2001 às
20h19 200.190.5.250
 
Outros mundos
Desculpem a demora da resposta, estava dando um tempo num sanatório. Do que mesmo estávamos falando? Acho que de coisas muito diferentes. Talvez não leia os mesmos jornais, (será que leio?) a televisão que "pega" em casa deve ser de outro planeta. Tá explicado. (Prá quê? Prá quem?) Sonia Pereira.

[Sobre "Cultura da canalhice"]

por Sonia Pereira
27/12/2001 às
22h18 200.173.188.100
 
Boa noite.
Pôxa! As mesmas músicas! Será que passamos juntos os natais e nem percebemos? Estou na frente do computador porque já é noite, tenho que acordar cedo amanhã para trabalhar (sim, trabalhar!). Resolvi ver o que o Digestivo tinha para eu ler antes de dormir. Não que o que vocês escrevem me dê sono, pelo contrário. Afinal, estou ouvindo um belo cd do Coltrane de fundo musical. Não dá prá dormir tão cedo. Boas neves por aí, aqui vai fazer sol só no ano que vem. Sonia Pereira.

[Sobre "So This Is Xmas"]

por Sonia Pereira
27/12/2001 às
22h08 200.173.188.100
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CONFISSÕES.
SANTO AGOSTINHO, TRADUÇÃO: ALEX MARINS.
MARTIN CLARET
(2006)
R$ 15,00



BRAZILIAN JOURNAL OF PROBABILITY AND STATISTICS - VOL. 28 / NUMBER 1
BRAZILIAN JOURNAL OF PROBABILITY AND STATISTICS -
NÃO ENCONTRADO
R$ 6,90



SÍLVIO ROMERO TRECHOS ESCOLHIDOS
NÉLSON ROMERO
AGIR
(1975)
R$ 12,00



ALICE 2013 - UM RIO QUE FICOU EM NOSSAS VIDAS
FANIA BENCHIMOL
ESCRITA FINA
(2014)
R$ 38,00



ALGUMA PROSA POÉTICA
GISELE DOS SANTOS LEMOS
DO AUTOR
(2015)
R$ 12,00



THE PICTURE IN THE ATTIC 6
RICHARD MACANDREW
CENGAGE
(2011)
R$ 12,90



A MULHER DO SILVA
LUIS FERNANDO VERÍSSIMO
L&PM
(1984)
R$ 5,00



PIERRE-AUGUSTE RENOIR: COLEÇÃO FOLHA GRANDES MESTRES DA PINTURA
FOLHA DE SÃO PAULO
SOL 90
(2007)
R$ 17,00



PEDIATRIC CLINICS OF NORTH AMERICA
PHILADELPHIA & LONDON
W B SAUNDERS
(1956)
R$ 17,00



UM AVENTUREIRO NO NOVO MUNDO
HANS STADEN
CONRAD
(2005)
R$ 35,00





busca | avançada
69289 visitas/dia
2,0 milhão/mês