Comentários de Thaís Renata de Lima | Digestivo Cultural

busca | avançada
51146 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Evoluir celebra o mês das crianças com contação de história
>>> Editora H1 chega com proposta de modelo híbrido de apresentação de conteúdo
>>> CONCERTO OSESP MASP TEM NOVA APRESENTAÇÃO GRATUITA DIA 20 DE OUTUBRO
>>> 14ª Visões Urbanas tem Urbaninhas com quatro espetáculos para crianças
>>> Visões Urbanas permanece online em sua 14ª edição
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O samba de Donga na Festa da Penha
>>> José Moutinho
>>> Palavra na Tela – Crítica
>>> Paternidade
>>> Soul Bossa Nova
>>> Walking Dead - O caminho dos mortos na cultura pop
>>> Anomailas, por Gauguin
>>> Público, massa e multidão
>>> Saints and Sinners
>>> Teledramaturgia ao vivo
Mais Recentes
>>> Fantasma Edição Histórica Nº22 de Lee Falk e Wilson McCoy pela Saber (1996)
>>> Fantasma Especial Nº31 de Lee Falk e Wilson McCoy pela Globo (1989)
>>> O segredo de Helena de Lucinda Riley pela Arqueiro (2018)
>>> Fantasma Nº20 de Lee Falk e Ray Moore pela Saber (1995)
>>> Fantasma Nº29 de Lee Falk e Wilson McCoy pela Globo (1991)
>>> A casa das orquídeas de Lucinda Riley pela Novo conceito (2012)
>>> Espiritismo Para Jovens: A história de Jesus e o livro dos espíritos para iniciantes da doutrina espírita de Eliseu Rigonatti pela Pensamento (2018)
>>> A Mente Educada de Kieran Egan pela Bertrand Brasil (2002)
>>> O Médico Quântico: Orientações De Um Físico Para A Saúde E A Cura de Dr. Amit Goswami pela Cultrix (2017)
>>> Olá, Consciência! Uma Viagem Pela Filosofia de Mendo Henriques; Nazaré Barros pela É Realizações (2015)
>>> Os botões de Napoleão: As 17 moléculas que mudaram a história de Penny Le Couteur; Jay Burreson pela Zahar (2006)
>>> O livro da sociologia de Diversos pela Globo (2016)
>>> Rápido e devagar de Daniel Kahneman pela Objetiva (2012)
>>> Alice no país do Quantum: A física quântica ao alcance de todos de Robert Gilmore pela Zahar (1998)
>>> O poder do subconsciente de Dr. Joseph Murphy pela Bestseller (2019)
>>> O Tao da Física: Uma Análise Dos Paralelos Entre A Física Moderna E Misticismo Oriental de Fritjof Capra pela Cultrix (2011)
>>> Ciência e Mito de Wolfgang Smith pela Vide Editorial (2014)
>>> Mãos de luz: Um guia para a cura através do campo de energia humano de Barbara Ann Brennan pela Pensamento (2018)
>>> História da pedagogia de Franco Cambi pela Unesp (2002)
>>> Dogma e ritual da alta magia de Eliphas Levi pela Madras (2018)
>>> Bruxas Celtas de Lady Mirian Black pela Icone (2014)
>>> O Caibalion: Edição Definitiva e Comentada de William Walker Atkinson pela Pensamento (2018)
>>> Resignificando: programação neurolingüística e a transformação do significado de Richard Bandler; John Grinder pela Summus (1986)
>>> Fantasma Edição Histórica Nº19 de Lee Falk e Wilson McCoy pela Saber (1995)
>>> O Enigma Quântico - Desvendando a Chave Oculta de Wolfgand Smith pela Vide Editorial (2011)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sexta-feira, 6/2/2009
Comentários
Thaís Renata de Lima


Maldade com o BBB
Engraçado esse texto, mas a vida é assim. Infelizmente a gente consome porcaria; e o pior: às vezes acaba gostando. Só temos que tomar cuidado para não viciar. Olhando pelo aspecto da psicologia vemos coisas interessantes no BBB, já ao tratar da norma culta da língua fica muito difícil, pois não falamos como escrevemos ou lemos, certo? Esse "internetês" cheio de naum, rss, lol eu também não "compreendo", mas temos que nos adaptar, não é mesmo? Sou estudante de Letras e estamos sofrendo bastante com a "nova ortografia", ainda mais que saí do Ensino Médio há mais de 10 anos, e tudo o que li até hoje é considerado arcaico para muitos dos meus futuros alunos, só que a vida é assim, e ainda bem que a língua também evolui, senão ainda estaríamos no "vossa mercê". Analisar o português falado no BBB dessa forma é muita maldade, até porque todo mundo tem um telhadinho de vidro, e isso não passa de puro preconceito com os nossos jovens (que deveriam ler mais, é verdade), mas... é a vida.

[Sobre "BBB matando o português"]

por Thaís Renata de Lima
http://www.8p.com.br/tata7ddd/flog/#
6/2/2009 às
17h37 189.79.56.33
 
É bom refletir
Curioso como me incomodo com gerundismos e outros fenômenos que fazem doer ouvidos mais treinados. Mas o que realmente é perturbador é constatar que pessoas tituladas (seja da área de Língua/Linguagem, Comunicação em geral ou não) não apliquem o bom uso da linguagem e ainda tenham a petulância de se sentir superiores diante do sábio sertanejo ou da molecada cyber. Concordando com o comentário anterior, a vida é movimento, e a linguagem, como capacidade inata do ser humano, sofre (será o termo correto?) com toda essa movimentação. Sinceramente, desprezo todo tipo de segregação, seja de que tipo for, acho blasé e, pior ainda, hipócrita, pois em um país onde encontramos finalmente um presidente (que não tem titulações, diga-se de passagem) que lidera de forma brilhante e carismática seu governo, preocupando-se com a Educação, porém cometendo erros em seu falar que não agradam os ouvidos das minorias, mas FALA com excelência às massas, é totalmente paradoxal e merece nossa reflexão.

[Sobre "A língua nossa de cada dia"]

por Thaís Renata de Lima
20/3/2008 às
18h21 200.161.209.45
 
Literatura Paulo-Coelheana
Nossa, parabéns pelo texto, me parece ter realmente vindo de uma inquietação absurda, pois é uma crítica literária de requinte. O curioso em tudo isso é que eu, como amante de literatura, e muito curiosa que sou, em tudo que se possa imaginar, inclusive em se tratando no aspecto religioso (ou não, como a Wicca, por exemplo, considerada Arte), nunca, JAMAIS, li qualquer obra de Paulo Coelho. Todo o seu repertório por mim conhecido é musical, e vale ressaltar que muito apreciado (em sua maioria). É claro, para todos os que ouvem suas letras, que há toda essa questão esotérica, em seus contextos, mas muita coisa fica como "tiração de sarro", do tipo: "quem não tem colírio, usa óculos escuros", que é uma mensagem de humor para os adeptos da "marijuana", entre outras, que também merecem ser ouvidas como "Al Capone", "Tente outra vez", etc. Infelizmente (ou felizmente baseado no que acabo de ler) não posso comentar sobre a "Literatura Colheana(?)", somente elogiar o autor do texto. Bravo!!!

[Sobre "Para entender Paulo Coelho"]

por Thaís Renata de Lima
20/3/2008 às
15h31 200.161.209.45
 
a desordem, o caos
O artigo é muito bom e faz ver que a desordem, o caos, o imprevisto e o improviso são os responsáveis pela evolução humana, logo, quem faz "cagadas" são os heróis, pois mostram ao restante da humanidade o que se deve ou não fazer. Parabéns, adoro o assunto e gostaria de receber outas visões sobre o tema.

[Sobre "A teoria do caos"]

por Thais Renata de Lima
9/2/2007 às
13h20 200.204.171.196
 
aí é que mora o perigo
O texto é duro, e o pior, muito dolorido para quem lê e se enxerga, mas, é verdadeiro, não concordo com muitas coisas, como não se incomodar com arrogância, etc. Mas, me vi como uma mulher-vitima, filha de pais-vitimas, sendo que na minha família não somos ignorantes, feios, miseráveis, não, somos vistos como felizes, bonitos, inteligentes, guerreiros, mas, acredito que o conceito de humildade ensinado na sociedade cristã, acaba nos deixando inseridos na cultura do "tadinho", e é aí é que mora o perigo, pois, escondidos dentro da falsa modéstia, não revelamos ao mundo nossos verdadeiros talentos. Ser vilão, confiante, capacitado e saber disso se tornam sinônimos. Mas, quero rever alguns desses conceitos e penso que vai surtir efeito positivo para MIM.

[Sobre "Sobre a mulher que se faz de vítima"]

por Thais Renata de Lima
9/2/2007 às
12h49 200.204.171.196
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Na Rua do Sabão
Manuel Bandeira
Global
(2014)



Aventuras e Receitas de Lígia Azevedo
Lígia Azevedo
Best Seller
(2011)



Criatividade Progresso e Potencial
Calvin W. Taylor
Ibrasa
(1976)



Saúde Integral Com Medicina Ayurvédica - 1ª Edição
Dr. Frank John Ninivaggi
Pensamento
(2015)



Os Guerreiros do Tempo
Giselda Laporta Nicolelis
Moderna
(1995)



Zul - o Avesso e o Direito do Ser Humano
Anna Sharp
Rai
(2010)



Exportação: Aspectos Práticos e Operacionais
José Augusto de Castro
Aduaneiras
(1998)



Loucura do Livre Mercado
Peter A. Ubel
Civilização Brasileira
(2014)



Conspiração Contra o Álcool
Jaime Rotstein
José Olympio
(1985)



O Caminho da Rosa-cruz nos Dias Atuais
Pentagrama
Pentagrama
(2016)





busca | avançada
51146 visitas/dia
1,8 milhão/mês