Comentários do IP 200.151.211.166 | Digestivo Cultural

busca | avançada
58048 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Festival +DH: Debates, cinema e música para abordar os Direitos Humanos
>>> Iecine abre inscrições para a oficina Coprodução Internacional para Cinema
>>> MAB FAAP recebe a exposição Ensaios de Inclusão
>>> Editora Maralto chega ao mercado brasileiro
>>> Museu de Arte Sacra de São Paulo || Exposições Especiais de Natal
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
>>> A Lei de Murici
>>> Três apitos
>>> World Drag Show estará em Bragança Paulista
>>> Na dúvida com as palavras
>>> Fly Maria: espaço multicultural em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Depressão
>>> Útil paisagem
>>> Tradução e acesso
>>> A proposta libertária
>>> Francis Ford Coppola
>>> Em terra de cego, quem tem olho é Pelé
>>> No início, era o telex
>>> Viagem a 1968: Tropeços e Desventuras
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker
>>> Letra de música é poesia?
Mais Recentes
>>> A Mulher do Vizinho de Fernando Sabrino pela Record (1991)
>>> A História de Dani-Boy de Alberto Alecrim pela Rocco (2004)
>>> The Phantom of the Opera (audio Cd Included) de Stephen Colbourn; Gaston Leroux pela Macmillan Education (2010)
>>> Porteira Fechada de Cyro Martins pela Movimento (1986)
>>> Estatísticas Aplicadas de Nelson Pereira Castanheira pela Ibpex (2010)
>>> Um Grito na Noite de Mary Higgins Clark pela Pocket de Outo (2011)
>>> Brás, Bexiga e Barra Funda de Antonio Alcântara Machado pela Martin Claret (2004)
>>> Planeta Terra: Nossa Casa! de Leonardo Mendes Cardoso pela Do Brasil (2005)
>>> O Noviço o judas em sábado de aleluia de Marins Pena pela Ática (2003)
>>> Guia da Mochila Sudeste de Maria do Carmo Vaz de Mello pela Dimensão (2002)
>>> O Fantasma da torre de Giselda Loparta Nicolelis pela Scipione (2015)
>>> Pequeno Terremotos de Jennifer Weiner pela Record (2006)
>>> A Sense of Ugency - Edição Inglês de John P Kotter pela Harvard (2008)
>>> Você Deve Desistir Osvaldo, e Outras Histórias Escolhidas de Cyro Martins pela L&pm (2000)
>>> A Aldeia Sagrada de Francisco Martins pela Ática (2009)
>>> Manual de Bioquimica de Conn Stumpf pela Edgar Blucher (1972)
>>> Samuel Klein e Casa Bahia de Elias Awad pela Novo Seculos (2003)
>>> Esperança para Familia de Willie e Elaine Oliver pela Novo Tempo (2018)
>>> Para uma Vida Melhor na Terra de Raul Teixeira pela Objetiva (2006)
>>> E Você que eu gosspil girl de Cecyly Von Ziegesar pela Galera (2007)
>>> Mandalas Transçúcidas - Romance Policial de Vera Carvalho Assumpção pela Book (2014)
>>> Muitas Sorte & Pouca Juízo de José Roberto de Alencar pela Atelie editorial (2002)
>>> A Revolução - Republicana na Educação de Cristovam Buarque pela Moderna (2011)
>>> Tranformando Sonho Em Realidaade de Janguiê Diniz pela Novo Século (2015)
>>> Alimento Em Pratos Limpos de Edigio Trambaiolli Neto pela Atual (1994)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sexta-feira, 22/2/2002
Comentários
200.151.211.166


Farinha do mesmo saco
Cara Marina O que você chama de animismo também pode ser chamado de prosopopéia, quando no contexto do discurso. Assim não é só a publicidade, mas outros tipos de discurso também utilizam este recurso. Prosopopéia é atribuir características humanas, não necessariamente infantis, a seres inanimados. Alguns dos comerciais que você citou eu conheço. Outros, não. Mas acho um pouco temerário generalizar, atribuindo a todos um caráter idiotizante. O publicitário fala à criança, ao adolescente, enfim, às várias personas que habitam cada ser humano. Mas nem por isso essas personas são "datadas" e sua época essencialmente consumista. Os publicitários falam exatamente aquilo que as pessoas querem ouvir. E quando isso é bem feito, o consumidor sente-se bem e compra - um produto, uma idéia, uma causa social... O recurso da prosopopéia é utilizado há muito mais tempo do que o fim do ano passado. Talvez você não tenha percebido ele antes. Mais ainda: diria que você sentiu essa aversão tão grande por não ser exatamente o público-alvo desses comerciais que citou. Não conheço o desempenho dessas marcas em função da campanha publicitária, mas a maioria delas conta com bons profissinais, e acredito que deram bons resultados aos anunciantes. Me inquieta um pouco essa crítica generalizada à publicidade e aos publicitários. Assim como existe má publicidade e maus publicitários, existem maus psicólogos, maus médicos, maus dentistas... Quando os publicitários erram, pelo menos o dano é menor do que quando um dos outros profissionais acima comete um engano. Já imaginou uma psicóloga radical, que estrago não faz na cabeça de seu paciente? Só para finalizar, não acredito que o sabão Ariel vá levar as mulheres a um desejo de se masturbar. Acredito que esse é um dos poucos comerciais que realmente mostra a realidade feminina atual: apesar de toda liberação, de toda independência, a mulher vive um eterno conflito para manter o equilíbrio entre o relacionamento com o companheiro e a necessidade (e direito) que tem de ter a ajuda dele. O comercial do Ariel é muito realista: seu marido não ajuda em casa? Você quer se separar dele? É claro que não! Você quer fazer tudo sozinha? É claro que não! Ariel passa a mensagem de que é a solução para esse impasse. Como já disse antes, provavelmente você não é o público-alvo desse comercial, e por isso sentiu tanta aversão, mas talvez esteja sendo um pouco radical. Gostaria de lembrar que as regressões, as brincadeiras, as dinâmicas de grupo utilizadas pelos psicólogos, e que são essencialmente animistas, também acabam sendo ridículas e "forçam a barra". Mas a psicologia se atribui um fundamento científico, que muitas vezes é o mesmo da publicidade. Para você saber mais, se for do seu interesse, leia sobre comportamento do consumidor. Você vai ver como tudo tem a mesma origem. Só a título de curiosidade: "marqueteiro" (apesar de o termo ser meio pejorativo) é o profissional que trabalha com marketing. O profissional que trabalha com publicidade chama-se publicitário. Publicidade é uma das ferramentas do marketing, não são a mesma coisa.

[Sobre "Animismo"]

por Adriana
22/2/2002 às
23h05 200.151.211.166
(+) Adriana no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Mente do Empreendedor
Astral cultural
Astral cultural
(2021)



Os Países Subdesenvolvidos
Yves Lacoste
Bertrand Brasil
(1988)



O Feminino: Aproximações
Vários Autores
Campus
(1986)



Ciências Entendendo a Natureza
César+sezar+Bedaque
Saraiva
(1997)



Memórias
Tenessee Willians
Nova Fronteira
(1976)



Procedimento Administrativo Disciplinar no Poder Judiciário
Rui Stoco
Revista dos Tribunais
(1995)



O Lobao e o Cordeirinho
Ivacy F. Oliveira
Cpb Didaticos
(2014)



O Que é Comunicação Coleção Primeiros Passos
Juan E. Diaz Bordenave
Abril Cultural



Mitologia - Histórias de Deuses Heróis
Thomas Bulfinch
Agir
(2015)



Introdução a Administração - Administração
Eunice lacava kwasnicka
Atlas
(2007)





busca | avançada
58048 visitas/dia
2,2 milhões/mês