Comentários do IP 200.152.34.1 | Digestivo Cultural

busca | avançada
74045 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Férias de Julho: Museu Catavento e Teatro Sérgio Cardoso recebem a Cia. BuZum!
>>> Neos firma parceria com Unicamp e oferece bolsas de estudo na área de inteligência artificial
>>> EcoPonte apresenta exposição Conexões a partir de 16 de julho em Niterói
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> PANFLETO AMAZÔNICO
>>> Coruja de papel
>>> Sou feliz, sou Samuel
>>> Andarilhos
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Entrevista com Chico Pinheiro
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> Entrevista da Camille Paglia
>>> Vamos sentir saudades
>>> Sexo virtual
>>> The more you ignore me, the closer I get
>>> Padre chicoteia coquetes e dândies
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
Mais Recentes
>>> Ignacio de Loyola - Biblioteca de História de Ignacio de Loyola Lopes Brandão pela Três (1974)
>>> Bravo! os Bastidores da Opera de Wilson Simão pela Do Autor (1992)
>>> Há Controvérsias 1 - 1987-2003 de Ronaldo Werneck pela Artepaubrasil (2009)
>>> A Estilistica do Axiomismo na Pintura de Castellane de Geraldo Dutra de Moraes pela Biblioteca Brasileira de Artes (1973)
>>> O Quinto Cavaleiro de Dominique Lapierre / Larry Collins pela Bertrand (1981)
>>> Ben-hur a Tale of the Christ de Lew Wallace pela Grosset & Dunlap (1922)
>>> Deus Só Recebe aos Domingos de Virgil Gheorghiu pela Biblioteca do Exército (1986)
>>> Loveless - Coletânea de Contos de Vários pela Escândalo (2013)
>>> Antologia de Cordéis de Eurídice Alves pela Estúdio P. (2010)
>>> Paradoxo Global de John Naisbitt pela Elsevier
>>> Tenis de Mesa Pingue-pongue de Leopoldo Santana pela Cia Brasil
>>> O Apocalipse de Simão Cirineu de Jonas Rezende pela Relume Dumara (1998)
>>> Aberrações Casuais de Daniel Lisboa pela Kazuá (2015)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Ed. Nucleo (1995)
>>> Puebla: o Papa no Continente dos Índios de Irineu Guimarães pela Expressão e Cultura (1979)
>>> Vale Tudo de Gilberto Braga / Aguinaldo Silva / Mauro Alencar pela Globo (2008)
>>> Segredos da Gordinha Feliz de Wendy Shanker pela Verus (2007)
>>> Desonrados e Outros Contos de Arlindo Gonçalves pela Marco Zero (2005)
>>> Drummond - Antologia Poética de Carlos Drummond de Andrade pela José Olympio (1970)
>>> Validação do Questionário do Sono Infantil de Reimão e Lefèvre de Rubens Nelson Amaral de Assis Reimão pela Crv (2016)
>>> Comunicação pela Tv de George N. Gordon / Irving A. Falk pela Forum (1968)
>>> Empresários, Trabalhadores e Grupos de Interesse de Felipe Pereira Loureiro pela Unesp (2017)
>>> Al Chamael Al Muhamadiya - Seleção dos Atributos do Profeta Mohammad de Mohammad Ibn Jamil Zino pela Do Autor
>>> Coletânea de Textos - Col os Pensadores de Moritz Schlick pela Abril Cultural (1980)
>>> Ensaios Sobre a Ciência Política na Itália de Norberto Bobbio pela Unesp (2016)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quinta-feira, 3/11/2005
Comentários
200.152.34.1


sou dependente da internet
Caro: sou dependente dela para trabalho. Como faço assessoria na área de Direito Internacional Público, tenho de contactar advogados em diversos países do mundo para aí intentarem ações judiciais de clientes meus que, residindo no Brasil, têm cônjuges ou parentes cujos bens se localizam fora do território nacional. Meus serviços dizem respeito mais a contatos em língua estrangeira, pois além de advogado, também tenho doutorado em línguas indo-européias e em línguas mortas, estas últimas mais para diletantismo lingüístico do que para as necessidades profissionais práticas. Todo o meu trabalho é feito via Internet. Mas a Internet, além do piano, do órgão e do acordeão, trouxe-me uma tremenda L.E.R. (lesão de esforço repetitivo), doença que, aliás, já levou muitas pessoas a ter de aposentar-se por invalidez. Como na Internet há de tudo, do melhor e do pior do mundo, há pessoas que, por má escolha, perdem seu precioso tempo em inutilidades.

[Sobre "Os dez mais e os cinco menos da internet"]

por hamilton carvalho
3/11/2005 às
09h46 200.152.34.1
(+) hamilton carvalho no Digestivo...
 
A burrice está na moda
Cara: sou advogado professor de história e lingüista formado em línguas indo-européias e em línguas mortas. Há 37 anos leciono latim, grego clássico e hebraico antigo - além do português. Acrescento, além da bandidagem glorificada, mais uma categoria de pessoas à lista dos anti-heróis do mundo moderno: os semianalfabetos diplomados. Em um foro de discussão na Internet sobre política internacional notei que a maioria das pessoas não brigava comigo por causa de minha visão anti-Bush mas por causa (pasmemos nós!)... do meu bom português. Uma delas implicou direto com minhas mesóclises, tachando de "barroco" e de "rococó" aquilo que em mim nunca passou do português bem escrito de qualquer pessoa que terminou, como eu, um bom ginásio antes de 1960. Hoje escreve-se tão mal que qualquer português bem escrito e sem muitos floreios passa por barroquismo à padre Antônio Vieira. Os jornalistas e advogados dão a tônica no analfabetismo diplomado que ora campeia. Não sabem numerais ordinais, erram em concordância verbal e nominal, transitivam (e, pior ainda, apassivam!) verbos intransitivos, usam anglicismos idiotas com eqüivalentes vernaculares e - para espanto nosso - erram até mesmo em ortografia! Passo intermináveis minutos corrigindo petições de colegas advogados, que além de não saberem português, ainda copiam muito mal os aforismos latinos com que enchem suas petições, na errônea presunção de que saber citar frases latim decorado seja prova de erudição. Também pudera: em um país onde uma nulidade como Paulo Coelho é tido por "literato" e no qual a cultura televisiva substitui os livros que quase ninguém lê, é bem difícil falar em cultura de massas. A burrice está na moda e dá "status" a quem dela desfruta. Fazer o quê? Continuar a luta inglória pelo resgate da língua e para que a cultura seja mais valorizada em uma sociedade em que o ter ou não ter parece ser mais importante do que o ser ou não ser. Eis a questão... Hamilton Carvalho, Petrópolis - RJ

[Sobre "O país dos imbecis"]

por hamilton carvalho
26/10/2005 às
14h48 200.152.34.1
(+) hamilton carvalho no Digestivo...
 
Wagner e o nazismo
Caro: A admiração de Hitler por Wagner não deve ou, pelo menos, não deveria depor contra a obra musical do grande nome do neo-romantismo alemão, até mesmo porque nenhum deles foi contemporâneo um do outro. A "culpa" por todo tipo de "sentimentos pró-nazistas" supostamente existente na obra de Wagner deve ser creditada apenas ao limitado círculo de admiradores daquilo que Otto Maria Carpeaux chamou de a "religião wagneriana", cultuada por causa de Cosima Wagner, "née" Cosima Liszt, no "santuário" do mundo musical wagneriano, que é o Festspielhaus de Bayreuth. Culpar Wagner pela barbárie nacional-socialista que acometeu a Alemanha de 1933 a 1945 é falsear a própria história, do mesmo modo como, a exemplo do que você colocou, igualmente é um absurdo vincular ao nazismo os pensamentos de Nietszche e de Schoppenhauer. Hoje é preciso "reabilitar" Wagner e remover, nem que seja à força, este ranço de "nazismo" que incompreensivelmente cerca a obra do mestre alemão, vinculando-a erroneamente aos delírios de grandeza do genial músico que ele foi. Sou advogado, também formado em história e em línguas indo-européias e em línguas mortas e, além do latim, do grego e do hebraico, leciono também o alemão. Aliás, minha tese de mestrado em história versou exatamente sobre a Primeira Guerra Mundial e o pan-gemanismo que arrastou o "kaiser" a uma aventura militarista nos Bálcãs que terminaria, após o atentado em Sarajevo em 1914, evoluindo para um conflito armado em escala mundial. Mas se Hitler gostava mesmo de Wagner - e sobre isto não pairam dúvidas - pelo menos não se pode acusar o tirano de ter tido mau gosto musical. Pelo menos isto... H. Carvalho, Petrópolis - RJ

[Sobre "Beethoven"]

por hamilton carvalho
26/10/2005 às
08h52 200.152.34.1
(+) hamilton carvalho no Digestivo...
 
Carne novinha é bom...
Caro: Sobre o fato de o Glauco namorar menina nova o ridículo está na diversidade de mundos em que ambos vivem e não na idade de ambos. Carne novinha é bom e todo mundo gosta. Mas a Globo parece mesmo ter um compromisso com a homossexualidade, que agora está caminhando para ser quase "compulsória" no Brasil. No afã de posar de "progressista" e de discutir o preconceito contra a homossexualdade, a Globo está caindo no outro extremo, a ponto de sutilmente estar começando a surgir no Brasil um outro preconceito contra o qual ninguém fala: o preconceito contra os heterossexuais. Outro dia, o cartunista de um jornal de minha cidade fez uma "charge" notável, em que colocava um papo entre o Júnior e o Tião. O Júnior dizia: "Ih, Tião. Você deve ser 'tarado'. Só pensa em mulher. Nunca pensei que você fosse tão 'careta'". É isto aí. Gostar de mulher hoje é sinônimo de caretice. Será que o pro-homossexualismo global tem a ver com o desregramento em que vivem diariamente os artistas nos estúdios da Globo? Não são poucas as pessoas conhecidas minhas que trabalharam lá e que reafirmam que os bastidores da "utopia" global são piores do que Sodoma e Gomorra. H. Carvalho, Petrópolis - RJ

[Sobre "A novela América e o sensacionalismo de Oprah"]

por hamilton carvalho
26/10/2005 às
08h27 200.152.34.1
(+) hamilton carvalho no Digestivo...
 
Melhor Esquecer a Escola
Enquanto o currículo e as demais características das escolas forem determinadas por professores e pedagogos, podemos esquecer qualquer possibilidade de melhoria do ensino. Parafraseando De Gaulle: a educação é algo sério demais para ser deixado nas mãos dos professores.

[Sobre "A difícil arte de viver em sociedade"]

por Daniel Malaguti
4/11/2004 às
14h21 200.152.34.1
(+) Daniel Malaguti no Digestivo...
 
Inspiração
Imagino que a Marisa Lajolo deve ter se inspirado no trabalho do Harold Bloom que tem até um livro de título semelhante: "Como e por que ler".

[Sobre "A vida sem computador"]

por Daniel Malaguti
19/10/2004 às
11h54 200.152.34.1
(+) Daniel Malaguti no Digestivo...
 
Órfãos do Muro de Berlim
Caro LEM, Sinceramente acredito que o fim do Pasquim ocorreu porque a maioria de seus integrantes são egressos de uma esquerda que se tornou lamentavelmente ultrapassada. Era triste ver um sujeito inteligente como o Fausto Wolff ficar lamentando todas as semanas o fim da utopia petista sem ter a menor coragem de rever suas próprias convicções. Não por acaso o que havia de melhor no Pasquim21 eram as (poucas) colaborações de autores jovens bem como as charges da nova geração de carunistas. Discordo de você numa coisa: há espaço não sei se no mercado mas ao menos no espectro da Imprensa para uma revista de esquerda moderna, nos moldes da Adbusters canadense. O problema é que o Ziraldo e sua turma são incapazes de fazê-la pois são órfãos do muro de Berlim, saudosos de um tempo que já passou. Construir uma publicação desse tipo com qualidade será tarefa da nove geração de jornalistas e escritores brasileiros. O desafio é termos competência para isso.

[Sobre "Jornalismo político ontem e hoje"]

por Daniel Malaguti
24/8/2004 às
13h29 200.152.34.1
(+) Daniel Malaguti no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




As Ilusões Perdidas
Honoré de Balzac
Abril Cultural
(1981)



Reflexões sobre a Loucura
J. K. Wing
Jorge Zahar
(1979)



A Lata de Lixo da História
Roberto Scharz
Paz e Terra
(1977)



Lorde Jim
Joseph Conrad
Abril Cultural
(1971)



Grandes Heróis Marvel Nº 10 - os Vingadores - Visão
Steve Englehart - Sal Buscema e Outros
Abril
(1985)



Os Sonhos Sempre no Eterno Amanhã
Albino Gonçalves Ramos
Casa do Autor
(2008)



Monstros a Solta N° 3
Marvel
Panini



Brasil Processo e Integração
G. Galache; M. Andre
Loyola
(1972)



Viagem ao Centro da Terra
Júlio Verne
Ciranda Cultural
(2016)



Tesouro Disney Peninha e o Ganso Dourado
Vários Autores
Nova Cultural
(1987)





busca | avançada
74045 visitas/dia
1,8 milhão/mês