Comentários do IP 200.213.108.130 | Digestivo Cultural

busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Dias 06,13, 20 e 27 de março terão apresentações circenses virtuais da Arca de Vandé
>>> Obra clássica sobre a economia política de Marx é lançada no Brasil
>>> Estreia de Pantanal A Boa Inocência de Nossas Origens
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o quarto episódio do Desafinados Entrevista
>>> Unil oferece curso sobre preparação e revisão de texto
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O que mata o prazer de ler?
>>> Ex-míope ou ficção científica?
>>> Cidades do Algarve
>>> Tralha
>>> Cameron Frye: o rapaz que se cansou de sentir medo
>>> Mighty Good Leader
>>> Réquiem
>>> Entrevista com André Fonseca
>>> Blogs, livros e blooks
>>> 8 de março: não aos tapas, sim aos beijos
Mais Recentes
>>> Indisciplina na Escola – Alternativas Teóricas e Práticas de Julio Groppa Aquino (Org.) pela Summus (1996)
>>> Big rock de Lauren Blakely pela Faro Editorial (2017)
>>> A Ética na Educação Infantil – O Ambiente Sócio-Moral na Escola de Rheta DeVries & Betty Zan pela Artmed (1998)
>>> Avaliação Da Excelência à Regulação das Aprendizagens – Entre Duas Lógicas de Philippe Perrenoud pela Artmed (1999)
>>> Encontros Com o Professor – Cultura Brasileira em Entrevista – Volume 1 de Cristiane Ostermann, Karen Mendes Santos & Ruy Carlos Ostermann (Org.) pela Tomo (2006)
>>> A Pesquisa e a Construção do Conhecimento Científico – Do Planejamento aos Textos, da Escola à Academia de Maria Luci de Mesquita Prestes pela Respel (2007)
>>> Uma Tranquila Transição de Dr. Bruce Goldberg pela Pensamento (2004)
>>> Este Barco é Nosso de D. Michael Abrashoff pela Cultrix - Amana Key (2013)
>>> Educação Inclusiva – Caderno de Estudos – Educação a Distância de Tatiana dos Santos da Silveira & Luciana Monteiro do Nascimento pela Uniasselvi (2013)
>>> Para Sempre (Os Imortais #1) de Alyson Noël pela Intrínseca (2011)
>>> Jesus, o Profeta do Oriente. de Michael Amaladoss pela Pensamento (2017)
>>> L'Histoire sans les femmes est-elle possible? de Anne-Marie Sohn; Françoise Thélamon (Orgs.) pela Perrin (1997)
>>> Les femmes, actrices de l'Histoire: France, 1789-1945 de Yannick Ripa pela Armand Colin (2002)
>>> Linguistique de Olivier Soutet pela Puf (1995)
>>> Gestão Escolar – Caderno de Estudos – Educação a Distância de Rosinete Bloemer Pickel Buss pela Uniasselvi (2013)
>>> Langues et écritures de la république et de la guerre: études sur Machiavel de Alessandro Fontana; Jean-Louis Fournel; Xavier Tabet; Jean-Claude Zancarini (Dir.) pela Name (2004)
>>> La guerre des identités: grammmaire de l'émancipation de Ernesto Laclau pela la Découverte Mauss (2000)
>>> Millennium 2 - A Menina que Brincava com Fogo de Stieg Larsson pela Companhia da Letras (2009)
>>> Psicomotricidade – Caderno de Estudos - Educação a Distância de Viviane Pessoa Padilha Patel, Scheila Krenkel & Eduardo Cartier Laranjeira pela Uniasselvi (2012)
>>> L'Insulte (en) politique: Europe et Amérique latine du XIXº siècle à nos jours de Th. Bouchet; M. Leggett; J. Vigreux; G. Verdo (Dir.) pela Editions Universitaires De Dijon (2005)
>>> A Revolução dos Bichos de George Orwell pela Globo (1971)
>>> Pragmatics de Stephen C. Levinson pela Cambridge University Press (1997)
>>> La danse des signes de Vários autores pela Hatier (1999)
>>> Le discours politique: les masques du pouvoir de Patrick Charaudeau pela Viubert (2005)
>>> A Quinta Disciplina - Arte e Prática da Organização Que Aprende de Peter M. Senge pela Best Seller (2012)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Terça-feira, 3/4/2007
Comentários
200.213.108.130


Caio, um grande escritor
Até hoje, só consegui ler um livro de Caio Fernando Abreu, "Morangos mofados", porque só encontrei um, despezado em estante de uma biblioteca escolar. Mas, eu - que há muito buscava encontar um livro desse autor, de quem já ouvira falar, fiquei eufórico e o levei para casa, onde o "devorei" de um só fôlego. Caio é, verdadeiramente, um grande escritor, de uma sensibilidade poética estonteante, apesar do texto simples e de fácil "entendimento". A prova disso está no texto que acabo de ler.

[Sobre "Pensando em você"]

por Américo Leal Viana
3/4/2007 às
17h53 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
livro: uma necessidade vital
Ana, seria uma grande injustiça não comentar a parte final dessa "saga" a que te propuseste seguir, e - nesse percurso, fazendo deliciosas descobertas, que tanto me enterneceram, assim como, nesse momento, vejo sobre a minha mesa de trabalho, o "Memórias Póstumas de Brás Cubas", de Machado de Assis, que me foi deixado por uma colega, que - de repente, desapareceu sem me dar notícias, e que, até hoje, não sei por onde anda. Teu texto tem esse poder exercer sobre mim lembranças desse tipo: de pessoas, que, um dia, se relacionaram comigo - e agora, já não estão mais aqui para compartilhar comigo momentos como esse, de extrema sensibilidade poética. Lendo-te, descubro novos leitores, amigos que fazem do livro uma necessidade vital. Foste muito feliz e eficiente em me proporcionar tamanha aventura, essa enorme viagem literária, que só a boa leitura é capaz de nos permitir. Parabéns, mais uma vez.

[Sobre "Leituras, leitores e livros – Final"]

por Américo Leal Viana
2/4/2007 às
15h26 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
prossiga com esse tema
Ana, esse é o tereceiro comentário que faço aos teus últimos três textos publicados no "Digestivo", e o faço desprovido que qualquer interesse pessoal, mas tão-somente, porque gosto do teu estilo de escrever, e porque o tema que estás a abordar me cativou. É muito gostoso saber o que algumas pessoas ilustres estão lendo, e mais satisfatório ainda é saber que, alguns títulos que foram lidos por elas, já passaram pelas minhas mãos. E muito mais legal ainda é saber que estou mais ou menos na média de leitura - por ano, que elas vêm fazendo. Essa sua pesquisa é muito interessante. Talvez seja impossível levá-la adiante por tempo ilimitado, mas torço para que, enquanto tiveres fôlega, que prossigas com esse tema, que tanto me agrada. Parabéns mais uma vez!

[Sobre "Leituras, leitores e livros – Parte III"]

por Américo Leal Viana
16/3/2007 às
11h38 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
você tem mais livros do que eu
Eliane, nem sei por onde começar. Mas... você tem mais livros do que eu. Gostou? E começou muito bem, porque começou por um grande (é pouco) escritor, que é o nosso Érico Veríssimo. Eu comecei por Machado de Assis, e estou contentíssimo por isso. E, igualmente a você, venho também de uma família sem nenhuma tradição nesse campo da leitura - e da escritura. Mas nós vencemos. Que bom, porque, hoje, sou um leitor contumaz. E, também igual a você, adoro comprar livro nos sebos, muito mais do que nas livrarias, porque, neles, tenho a sensação da descoberta, do tesouro. Outro dia, encontrei um livro de Carlos Fuentes - "A Morte de Artemio Cruz", e quase desmaio. Arrebatei-o mais do que depressa, com medo de que alguém pudesse alcançá-lo. É, os livros exercem esse poder sobre nós, daí a importância deles para as nossas vidas. Fico muito feliz em compartilhar com você esse momento. Parabéns.

[Sobre "Conquistando um novo mundo"]

por Américo Leal Viana
8/3/2007 às
11h54 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
esse tipo de observação
Muito pai-dégua esse teu texto, Adriana! Gostei mesmo! E engraçado: nunca havia me dado conta desses detalhes sutis - mostrados por ti, que os impressos podem trazer, fruto - claro, de uma percepção sensível como a tua. Vou me dedicar a esse tipo de observação. Obrigado e parabéns.

[Sobre "Revistas velhas na praia"]

por Américo Leal Viana
6/3/2007 às
11h47 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
a velha e boa capanga
Essa da "capanga" foi demais! Eu também já tive uma e acho que foi minha primeira carteira de verdade. Ela era enorme! Toda preta e com um zíper, que ficava meio metro pra dentro de sobra! Eu a comprei em uma barraca de feira livre. Caramba, mas como foi difícil consegui-la! Como "ralei" para juntar o dinheiro que desse para adquiri-la! Mas, depois que a possui, a coisa que mais gostava de fazer era sair com ela pendurada no punho da mão direita! E ainda fazia inveja para os meus amigos, que não podiam ter uma igual. Ah, a velha e boa "capanga". Puxa, Ana, de que você foi lembrar!

[Sobre "Rituais de final de ano"]

por Américo Leal Viana
23/2/2007 às
15h50 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
ah, esse livro eu já li
O bom leitor é aquele que não lê tudo, mas o que seleciona o que deve ler. Por isso, é sempre bom estar "sintonizado" em quem sabe ler, porque, daí, a gente fica sabendo o que pode ler com tranqulidade, porque, se eles leram, eu também posso ler. É claro, que, às vezes, o que pode ser uma leitura, digamos, "interessante" para você, pode se transformar em um verdadeiro dilema para mim. Fora essas "indicações", tenho como critérios para minha escolha de livros a ser lidos, os seguintes: 1) o autor, 2) o título do livro, e 3) a editora. No ano passado, devo ter lido uns 30 livros, mais ou menos, e, para esse ano, havia me proposto elaborar uma relação dos livros à medida em que fossem lidos. Mas já me perdi. Acho que já li uns 10. Mas, o legal em tudo isso, é, estando em um conversa, poder dizer: "ah, esse livro eu já li", e até, se for possível, fazer um comentário sobre ele. Depois da leitura de seu texto, Ana, me ficou a nítida impressão de que qualidade é o que mais importa. Parabéns!

[Sobre "Leituras, leitores e livros — Parte II"]

por Américo Leal Viana
23/2/2007 às
14h11 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
Que felicidade!
No ano passado, tive a oportunidade de ler os três livros de Milton Hatoum, e em sequência: "Relato de um certo Oriente", "Dois Irmãos" e "Cinzas do Norte", que me foram emprestados por uma amiga. Fazia tempo que eu procurava o autor e o encontrei de uma única vez. Que felicidade! Há, realmente, pais bastante autoritários, como o que aparece no último livro de Milton.

[Sobre "O pai e um violinista"]

por Américo Leal Viana
21/2/2007 às
15h59 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
amor ao primeiro parágrafo
Ana, não creio em influências. Creio mais em possibilidades, concordando com você nesse aspecto. Por que não creio em influências? Porque, se dependesse de meus pais e de meus irmãos, por exemplo, jamais alcançaria a paixão pela literatura, que mantenho hoje. Venho de uma família pobre financeiramente e de pessoas pouco afeitas à leitura. A falta de dinheiro impossibilitava a aquisição de livros, jornais ou revistas, e a baixa escolaridade impedia o gosto pela leitura. Pelas influências, seria impossível que viesse a me tornar um leitor contumaz, mas havia possibilidades, sim. E foi isso que acabou acontecendo: meus primeiros contatos com a leitura de bons livros só viriam a ocorrer no ginasial, quando li, pela primeira vez, Machado de Assis, e, aí, foi amor ao primeiro parágrafo. Daí em diante, nunca mais abandonei a leitura.

[Sobre "Leituras, leitores e livros – Parte I"]

por Américo Leal Viana
15/2/2007 às
16h17 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
Sem confetes
Rafael, eu que já li outras resenhas feitas por você, mais uma vez estou a me emocionar com o que você escreveu sobre o "O Nome da Morte", o que equivale a dizer, que, depois do "anúncio", não há como resisitir à leitura do livro. O bom resenhista instiga a procura do livro abordado, levando o leitor a se interessar por ele. Parabéns, Rafael, pelo excelente conteúdo de seu texto.

[Sobre "O nome da morte"]

por Américo Leal Viana
15/2/2007 às
12h54 200.213.108.130
(+) Américo Leal Viana no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Rainha do Inverno
Boris Akunin
Objetiva
(2003)
R$ 10,00



Poesia de Bicicleta
Sérgio Capparelli
L&pm
(2013)
R$ 7,00



Mutações O Jardim da Vida
Itaci
Mcs
(2003)
R$ 30,00



50 Técnicas Essenciais da Administração
Michael Ward
Nobel
(1998)
R$ 35,00



Gula: um Romance
John Lanchester
Companhia das Letras
(1996)
R$ 13,00



O Papel Político da Igreja
R. Lemieux e outros
Vozes
(1982)
R$ 15,00



Nosso Amiguinho English. Years.
Vários
Casa
(2013)
R$ 21,25
+ frete grátis



O que é ideologia
Marilena Chauí
Brasiliense
(1980)
R$ 7,00



Zapp! O Poder da Energização
William Byham; J. Cox
Elsevier
(2004)
R$ 25,00



Foro Extrajudicial - Normas Federais
Emilio Sabatovski
Juruá
(2015)
R$ 39,00





busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês