Um grande amor e sua perda | Maria J.Da S.Telea

busca | avançada
77526 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Teatro Sérgio Cardoso recebe As Conchambranças de Quaderna de Ariano Suassuna
>>> “Meus bichos do sertão”, da artista mineira Maria Lira, em exposição na AM Galeria
>>> Maurício Limeira fará parte do DICIONÁRIO DO PROFUNDO, da Ao Vento Editorial
>>> Longa documental retrata música e territorialidade quilombola
>>> De Priscila Prade, Exposição Corpo em Quarentena abre dia 4/10
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A imponderável leveza do ser
>>> O cavalo branco
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Inflikted, do Cavalera Conspiracy
>>> Essa tal de Dança Contemporânea
>>> The Dip, de Seth Godin
>>> Paes Loureiro, patrono da Feira literária do Pará
>>> My only friend: the end
>>> Política e Cidadania no Sertão do Brasil (parte 1)
>>> We Are Anonymous, de Parmy Olson
Mais Recentes
>>> Eu, Malika Oufkir de Malika Oufkir e Michéle Fitoussi pela Companhia das Letras (2000)
>>> As Portas da Percepção de Aldous Huxley pela Globo (2002)
>>> Venha Ver o Pôr do Sol de lygia Fagundes Telles pela Àtica (2007)
>>> Revolução em mim de Marcia Kupstas pela Moderna (2003)
>>> A Décima Terceira História de Diane Seterfield pela Record (1996)
>>> Antes que o mundo Acabe de Marcelo Carneiro da Cunha pela Projeto (2015)
>>> O Código da Vinci de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> A Arte de Correr na Chuva de Garth Stein pela Ediouro (2008)
>>> O Ideal Olimpico e o heroi de cada dia de Phil Cousineau pela Mercurio (2004)
>>> Encontro Deus na Cabana de Randal Rauser pela Planeta (2009)
>>> Lugar de Médico é na cozinha de Dr. Alberto Peribanez Gonzalves pela Alaúde (2008)
>>> tempo de Esperança de Mark Finley pela Casa (1996)
>>> A Cabana de William P Young pela Arqueiro (2006)
>>> Organize - Se de John Caunt pela Laselva (2006)
>>> O Melhor de Max Gerringer na CBN - Vol. I de Max Gehringer pela Globo (2006)
>>> A Identidade da alma de Panache Desai pela Sextante (2015)
>>> Nosso Lar de Francisco Cândido Xavier pela Feb (1999)
>>> O amor sempre vence de Wanda a Canutti pela Eme (2003)
>>> Ecologia: Grito da Terra Grito dos Pobres de Leonardo Boff pela Sextante (2001)
>>> Brasil - alternativa e Protagonista por uma sociedade Democrática de Dom Luciano pela Vozes (1994)
>>> Deixe - Me Viver de Luiz Sérgio pela Recanto (2006)
>>> Amigos de Verdade para Crianças de Bradley Trevor Greiver pela Sextante (2008)
>>> O Teatro de Barbara Heliodora pela Agir (2008)
>>> dois irmão de Fabio Maon pela Quadrinho e Cia (2015)
>>> Cura Profunda - Metodologia da terapia de vida passada de Hans TendDam pela Summes (2002)
COMENTÁRIOS

Sábado, 28/4/2007
Comentários
Leitores


Um grande amor e sua perda
Marcelo, quando comecei a ler o seu texto fui relembrando tudo que vivi por um grande amor que até hoje me faz sofrer. E vejo que sou tão sofrida quanto você. Vivi um amor enloquecedor que me fez perder a cabeça, joguei tudo pelos ares e, quando estava completamente apaixonada, ele se foi e nem olhou para trás. Hoje estou aqui só, ficaram apenas as lembranças... Vivemos um amor que hoje vejo que não existe. Hoje tenho muita saudade e uma grande dor no peito e confesso que sinto muito por você, pois sei o quanto é triste perder quem tanto amamos, e o pior é perder para outra pessoa. Um abraço e lembre-se que pior seria não ter nem as lembranças...

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Maria J.Da S.Telea
28/4/2007 às
22h06 200.233.228.4
(+) Maria J.Da S.Telea no Digestivo...
 
Wiki e outras pedidas
As minhas consultas 'a wikipedia tem sido muito legais, especialmente quando o assunto e' algo recente. A wiki em portugues e' um mundo 'a parte... Mas fora a Wiki, existem outras enciclopedias gratis eletronicas, como a MathWorld baseada inicialmente nos catalogos de Weisstein. Quanto aos trabalhos escolares, o problema nao' esta nos alunos e, sim, nos professores que indicam trabalhos sem valor algum para o aprendizado. Enquanto os professores continuarem sem imaginacao, as criancas encontrarao algo melhor para fazer...

[Sobre "Os enciclopedistas franceses rolam nos túmulos"]

por Ram
28/4/2007 às
15h35 71.202.209.152
(+) Ram no Digestivo...
 
onde nasce a violência?
Talvez a pergunta seja onde nasce a violência? Senão toda a platéia de filmes que, digamos, faça "apologia" à violência seria transformada em serial killers; aí seria uma simplificação. Questionemos então o que seria violência utilizando referências cinematográficas: A escolha de Sofia? O bravo dirigido por Johnny Deep? Quem sabe O resgate do soldado Ryan, do Spilberg? A violência nas telas têm em muito servido de alegoria para que algumas culturas discutam a segmentação e a necessidade de controle sobre a própria vida. O cinema oriental esta por assim dizer saturado de temas ligados à violência e em geral isto não significa que estejam se tornando mais violentos que no seu passado. A violência no cinema, em Scorcese e outros diretores, se vale de alegoria. A escolha de Sofia busca fragilizar o espectador ao desmontar salvaguardas emocionais fundadas na empatia com a personagem para então conduzi-lo à catarse. Cinema não propaga violência mas, como vimos, permite registrar e discutir...

[Sobre "Violência, violência"]

por Carlos E. F. Oliveir
28/4/2007 às
07h43 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
A Wiki e a aceitação passiva
Não acredito que pessoas informadas validem inquestionavelmente quaisquer informações, a própria busca já traz em si um desejo elucidativo. Absorver determinados conceitos ou conhecimentos, geralmente ocorre do cruzamento de fontes e complementação ou ratificação de mais de um formulador. A aceitação passiva de uma única fonte é uma quase negligência que está aquém do desejo de esclarecer. Quanto aos analfabetos funcionais, o IBGE serve-se de dados e números, esta é a sua razão, enquanto o senso comum se abriga unicamente no preconceito. Temos analfabetos funcionais, em um número muito maior, com diplomas de terceiro grau, dirigindo importantes negócios ou até acreditando que fazem parte de uma elite cultural. Crianças acreditam em fábulas que é também matéria cognitiva; carentes trocam mentiras por atenção; excluídos trocam qualquer coisa por mais um minuto de vida; cada qual acredita no que quiser à medida que seja possível situar seu desejo na realidade. O mundo não é mau e nem somos ingênuos...

[Sobre "Wikipedia: prós e contras"]

por Carlos E. F. Oliveir
27/4/2007 às
22h40 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
fiquei arrepiada com o texto
Sem dúvida, o show do Aerosmith valeu muito a pena. Esperei por muito tempo para viver duas horas de muita felicidade. Até hoje não acredito que vivi e senti tudo aquilo. Foi uma explosão de alegria que só quem é fã de puro e bom rock pode sentir. Posso dizer também, conforme mencionado nos comentários deste texto, que prometi a mim mesma que irei ao show do Aerosmith em algum lugar do mundo. Aeros é a minha banda...

[Sobre "Aerosmith no Morumbi"]

por Fernanda
27/4/2007 às
20h47 200.216.152.19
(+) Fernanda no Digestivo...
 
bom de mais da conta!
Cara amiga... você é ótima! Parabéns! Que Deus (feminino ou masculino - whatever) te abençoe sempre e amém! bjm, Tania

[Sobre "Uomini di poca fede!"]

por Tania
27/4/2007 às
19h28 150.164.231.159
(+) Tania no Digestivo...
 
Catalogando o efêmero
Nestes tempos de acesso franco a informação e de um suporte tecnológico massificando este acesso, resta-nos ponderar sobre a qualidade da informação recebida. Observando Wikipédia e enciclopédia, talvez não haja sentido numa comparação. O tratamento da informação dependerá do nível de profundidade de quem prospecta, da disponibilidade de fontes comparativas para ratificar tal dado e do objetivo concreto no tratamento dado a informação. Considerando ainda a referência cultural que deu origem aquele registro; imaginemos culturas ou referências antagônicas registrando dados uns dos outros. Torna-se necessário qualificar a informação com a distância e os critérios de sempre. Como caminhamos entre erros, acertos e tardias correções; algumas alusões de conhecimento ainda são tratadas como ciência. A busca do conhecimento hegemônico é um mito; como tal, revela nossa angústia do não saber, então o que resta é a ilusão de colecionar questionamentos, catalogar o efêmero e registrar sua superação...

[Sobre "Os enciclopedistas franceses rolam nos túmulos"]

por Carlos E. F. Oliveir
27/4/2007 às
17h23 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
lendas em detrimento de fatos
Em termos práticos, se a partir de amanhã o coelhinho da Mônica for pintado de verde, uma geração inteira se acostumará com a nova cor e apenas os antigos perceberão a mudança. Caberá aos profissionais do futuro relembrarem (com acerto e precisão) do histórico que resultou na obra. Nesse sentido, as informações divulgadas aleatoriamente pela internet (no orkut, por exemplo) não podem competir com os 40 anos de vida dos estúdios MSP. As informações precisam ser checadas criteriosamente antes de se tornarem públicas, ou corremos o risco de acreditar em lendas em detrimento de fatos.

[Sobre "Os enciclopedistas franceses rolam nos túmulos"]

por Roberto Munhoz
27/4/2007 às
15h26 201.8.241.125
(+) Roberto Munhoz no Digestivo...
 
Um contra-exemplo
A afirmacao do seu primeiro paragrafo e' desmentida por obras-primas como Ulisses (ninguem merece ler isso!), ou os calhamacos do Tom Clancy...

[Sobre "O físico que era médico"]

por Ram
27/4/2007 às
15h02 71.202.209.152
(+) Ram no Digestivo...
 
Bunda, bunda, bunda
Eu me admiro com esses "comentadores". Todo mundo fica arrumando mil pretextos para fazer uma crítica "cabeça" do filme. Política, falta de política, opressor, oprimido, superficialidade, hedonismo... Mas, no final, todo mundo se embasbaca mesmo é com a política da bunda. Bunda, bunda, bunda. Ensaia-se, desvia-se, disfarça-se e se chega na... bunda. E é isso mesmo, uma bunda majestosa e dominante, num filme muito original, divertido e absorvente, no bom sentido. Assisti fascinado, sentindo que, apesar de esse Selton Mello quase estragar tudo, como sempre, esse sim é um filme muito melhor do que essas leguminosas a que vamos assistir no fim de semana nos Cinemarks dos shoppings.

[Sobre "A política de uma bunda"]

por Jose Bueno Franco
27/4/2007 às
14h43 201.63.121.154
(+) Jose Bueno Franco no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Recomendações a Todos
Alex Nascimento
Do Autor
(1982)



A Mulher Em Israel
Organização das Pioneiras
Organização das Pioneiras
(1975)



Capitão Kidd
Robert C. Ritchie
Campus
(1989)



O Segredo de Luísa
Fernando Dolabela
Sextante
(2008)



1000 Perguntas e Respostas de Direito Penal
José Cretalla Júnior e José Cretalla Neto
Forense
(2004)



Fundamentos de Física - Eletromagnetismo
David Halliday
LTC
(1996)



Este Livro Te Ama
Pewdiepie
Leya
(2015)



Portugues Linguagens - 8ºano
William Roberto Cereja/thereza Cochar Magalhães
Atual
(2012)



Incursões na Biblioteca de Francisco Inácio Peixoto - Autografado
Alcione Lidia Abreu Olivieri
Inst Cidade de Cataguases
(2008)



Balanço Encerramento e Análise Volume 1
Roque Jacintho e Eduardo Jacintho
Brasiliense
(1983)





busca | avançada
77526 visitas/dia
2,2 milhões/mês