No Brasil, nunca foi assim | Guga Schultze

busca | avançada
69435 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Teatro do Incêndio lança Ave, Bixiga! com chamamento público para grupos artistas e crianças
>>> Amantes do vinho celebram o Dia Mundial do Malbec
>>> Guerreiros e Guerreiras do Mundo pelas histórias narradas por Daniela Landin
>>> Conheça Incêndio no Museu. Nova obra infantil da autora Isa Colli fala sobre união e resgate cultura
>>> Arte do Granja
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sobre Paraíso Tropical
>>> Bernardo Carvalho e a arte da fuga
>>> Uma feira (in)descritível
>>> Quem tem medo do Besteirol?
>>> A Carmen Miranda de Ruy Castro
>>> Lula, Chavez e Morales
>>> O que querem os homens? Do Sertão a Hollywood
>>> 8 de Junho #digestivo10anos
>>> Voltar com ex e café requentado
>>> Vinicius de Moraes Reeditado pela Companhia das Letras
Mais Recentes
>>> Napo um menino que não existe de Edson Bueno pela Positivo (2013)
>>> As mais belas histórias da Grécia Antiga de Josef Guggenmos pela Positivo (2014)
>>> The secret beach de Jane Rollason pela National Geographic Learning (2011)
>>> Questões do coração de Emily Giffin pela Novo conceito (2011)
>>> Um conto do destino de Mark Helprin pela Novo conceito (2014)
>>> O código Da Vinci de Dan Brown pela Arqueiro (2004)
>>> O Edifício de Murilo Rubião pela Positivo (2016)
>>> Enigma em Barcelona de Rosana Rios pela Callis (2018)
>>> Receita de ano-novo de Carlos Drummond de Andrade pela Companhia das letras (2015)
>>> Uma questão de confiança de Louise Millar pela Novo conceito (2013)
>>> Renato Russo: O filho da revolução de Carlos Marcelo pela Agir (2012)
>>> O Gênio do Crime de João Carlos Marinho pela Global (2017)
>>> Sociologia y Urbanismo de Norbert Schmidt-Relenberg pela Instituto de Estudios de Administracion Local (1976)
>>> Peter Pan A Origem da Lenda de J. M. Barrie pela Universo dos livros (2015)
>>> A Menina que ficou invisível de Valéria Portella e Marco Antonio Godoy pela Suinara (2018)
>>> O Mito da Marginalidade. Favelas e Política no Rio de Janeiro de Janice E. Perlman pela Paz e Terra (2002)
>>> Poemas Escolhidos de Gregório de Matos pela Companhia das Letras (2020)
>>> Big Loira e Outras Histórias de Nova York de Dorothy Parker ( Tradução de Ruy Castro) pela Companhia Das Letras (1990)
>>> Doze Contos Peregrinos 7ª ed. de Gabriel Garcia Márquez pela Record (1995)
>>> Rabisco um Cachorro Perfeito de Michele Iacocca pela Ática (2010)
>>> Mico Maneco de Ana Maria Machado e Claudius pela Salamandra (1988)
>>> Menino Poti de Ana Maria Machado e Claudius pela Salamandra (1998)
>>> O Amor nos Tempos do Cólera 5ª ed. (tradução de Antonio Callado) de Gabriel Garcia Márquez pela Record (1985)
>>> Tatu Bobo de Ana Maria Machado e Claudius pela Salamandra (1988)
>>> Jacaré Não Manda Carta de Julieta de Godoy Ladeira pela Atual (2011)
COMENTÁRIOS

Sábado, 30/6/2007
Comentários
Leitores


No Brasil, nunca foi assim
Beleza, Rafa. Esse livro é bom mesmo. Tem algumas características no protestantismo que são fogo: leitura (da bíblia), a consequente alfabetização precoce e a fé no trabalho, na sobriedade, na economia de gastos e na vida regrada. Um país formado nessa base não é brincadeira. Outra coisa é que na Inglaterra vigorava, praticamente, um sistema de "castas" sociais. Os peregrinos ingleses, exilados permanentemente no novo mundo, acabaram com isso imediatamente: aqui não tem nobre, senhor ou hierarquia nobiliárquica. Aqui vale o homem que trabalha. Cumpriram esses princípios, na medida do possível, claro. No Brasil, nunca foi assim. Não houve nem a intenção. Ótima resenha, abraços.

[Sobre "História dos Estados Unidos"]

por Guga Schultze
30/6/2007 à
01h51 201.80.110.48
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Felicito-te pelo dom
Fabrício, sei não, cara, mas creio que o teu texto tem uma carga poética tão concentrada, que, em vários trechos, fiquei na dúvida se Manoel de Barros falaria de si com tanta propriedade. Tenho certeza de que se trata de um poeta de grande magnitude falando de outro monstro da palavra, Manoel de Barros. Tua prosa é tão fértil em belezas e passagens extravagantemente poéticas, que li, reli e, se Deus me permitir, hei de relê-lo como ungüento para as horas de sede literária. Felicito-te pelo dom. Não digo dom da palavra, digo, sim, o dom de costurá-las de tal forma, que acabas as reinventando numa nuança muito mais saborosa. Esechias

[Sobre "Manoel de Barros: poesia para reciclar"]

por Esechias Araújo Lima
29/6/2007 às
17h08 201.50.83.182
(+) Esechias Araújo Lima no Digestivo...
 
Aos moradores do Brasil
Eduardo, parabéns pelas suas citações e lembranças a respeito da cidade de São Paulo. Lembre-se que, em qualquer lugar do mundo, você terá que adaptar-se ao ambiente e de certa forma, transformar-se, pois dificilmente o ambiente mudará por sua causa. Então, faça do jeito que vc está fazendo. Aproveitando e curtindo as opções culturais que são oferecidas e de vez em quando viajando mundo afora para curtir outros tipos de beleza.

[Sobre "Por que eu moro em São Paulo"]

por Diego Francelino
29/6/2007 às
11h29 201.9.14.253
(+) Diego Francelino no Digestivo...
 
Os livros e seus mistérios
São tantos que há pra ler, é preciso escolher, ouvir indicações, pedir sugestões, mas isso evita a frustração durante a leitura? Creio que não. A satisfação que o livro proporciona depende do olhar de quem lê, do que se está buscando ou esperando da obra e também do autor, por isso lemos mais de um livro do mesmo escritor, mesmo sabendo que pode não ser tão bom (é difícil ser espetacular várias vezes, temos consciência disso, poucos conseguem), mas sentimos necessidade de chegar mais perto do ser humano por trás das letras, tentar entender as nuances do seu modo de pensar, o que o faz especial, quando um autor nos chama a atenção, nos desperta interesse. A leitura também encerra seus mistérios, não apenas os livros, apesar de concordar que é bem mais agradável e significativo ler o melhor dos melhores. Gostei de ver "O pequeno príncipe" nas sugestões, admiro essa coragem, os sentimentos não devem ser vistos como uma coisa boba (homens os renegam às vezes), esse livro mostra bem isso.

[Sobre "A Pirâmide B"]

por Cristina Sampaio
29/6/2007 às
10h04 201.50.140.250
(+) Cristina Sampaio no Digestivo...
 
O Afeto que Guga encerra
Oi, Guga, gostaria de ver vc escrever sobre O Afeto que se encerra, essa autobiografia precoce do Francis. Penso que o mais difícil em Francis é ligar o que ele foi com o que ele se tornou, unindo as fases e vendo o que esse texto diz para a atualidade, onde ele realmente deitaria e rolaria, pois um de seus esportes preferidos, mesmo quando ainda "de esquerda" era escarnecer da esquerda, vide texto sobre Jango em Opinião Pessoal em 1966.

[Sobre "A Pirâmide B"]

por Lúcio Júnior
http://wwwpenetralia.blogspot.com
28/6/2007 às
14h03 200.97.92.133
(+) Lúcio Júnior no Digestivo...
 
o jornalista Bruno Garschagen
Senhor Garschagen (gosto deste sobrenome. Não é meio judeu?, nada contra por favor, inclusive gosto dos rituais religiosos dos judeus). Bem, fiquei muito satisfeito com sua última correspondência. Mas o fundamental é que estou tomando conhecimento da sua literatura, e como estamos gostando (estamos porque os amigos estão lendo e gostando, e discutindo, o jornalista Bruno Garschagen - e como tem artigos por todos os lados, leio o blog, o digestivo e outros). O que me encanta é sua ironia e humor - fundamentais na boa literatura). Sou professor de história e geografia - porque não havia opção as fiz, mas na realidade meu gosto é literatura, jornalismo, filosofia. Do que mais gosto? Os clássicos, li D. Quixote, Crime e cstigo e tantos outros. Marguerite Yourcenar li tudo, é muito elegante (literatura elegante, bem formada - temas nobres e bem desenvolvidos como "Memorias de Adriano", Thomas Mann, li - 2 vezes A Montanha Mágica - acredita?

[Sobre "O romance da desilusão"]

por luizf delellis
28/6/2007 às
13h30 200.180.154.71
(+) luizf delellis no Digestivo...
 
A procura pelo original...
Guga, meu amigo. Vamos botar um pouco de pessoalidade nisso. Vou falar de como vejo meu livro com relação a ser ou não uma "cópia" de outras histórias. Em primeiro lugar: não. Não é uma cópia, mas é inevitável que seja inspirado por outra obra. A vida nos inspira, uma música, uma tarde chuvosa, ou um outro livro mesmo. Como me convencer de que não sou um mero plagiador de Tolkien? Oras... porque Tolkien também não foi original! Estão lá Beowulf, A Odisséia, mitologia nórdica, mitos celtas, folclore escocês e dinamarquês, chapeuzinho vermelho etc. E Shakespeare, como você disse... Não! Não é totalmente original também! Romeu e Julieta é tão "igual" ao mito de Príamo e Tisbe (mitologia grega) que até assusta! Estão lá o casal apaixonado separado por uma rusga familiar, estão lá as mensagens entregues por uma terceira pessoa que lhes permite o romance, estão lá o suicídio desastrado e o outro, por conseguinte. Esta procura pelo original é uma maldição que um escritor deve saber inútil.

[Sobre "A Pirâmide B"]

por Albarus Andreos
http://www.charranspa.blogspot.com
28/6/2007 às
12h03 200.218.186.190
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
Barba
Meu caro Guga, usei uma barbicha dos 17 até pouco tempo atrás. Lembro que a primeira vez que minha mãe me viu, ela disse "onde você pensa que vai com essa coisa ridícula?", mas depois se acostumou e estranhou quando eu tirei. É como cigarro, você sabe que é ruim, mas uma vez com barba, você não larga mais. Quando eu a tirava, eu me sentia nu. Mas agora tirei. E não foi por sem-vergonhice de querer me sentir pelado, mas porque sei lá, passou. O ruim é que durante o primeiro mês, ficou aquela marca patética branca em torno do queixo hehe.

[Sobre "Barba e bigode"]

por Eduardo Mineo Bloom
http://iaad.blogspot.com
28/6/2007 às
11h01 201.6.253.3
(+) Eduardo Mineo Bloom no Digestivo...
 
Meu quarto na mesma situação
Pô... Deu orgulho da minha bagunça agora hehehe. Meu quarto está numa situação bem parecida com a da sala do Al Gore.

[Sobre "Olha a sala do Al Gore"]

por Rafael Rodrigues
27/6/2007 às
23h13 201.32.242.222
(+) Rafael Rodrigues no Digestivo...
 
Raduan Nassar e Hoje de Noite
Gostei muito de suas indicações no texto acima e gostaria de saber em que livro está o conto de Raduan Nassar, "Hoje de noite" e como conseguir acessá-lo na Internet. Muito Obrigado, Mauro Gorenstein

[Sobre "Meu cânone furado"]

por Mauro Gorenstein
27/6/2007 às
19h44 72.144.64.24
(+) Mauro Gorenstein no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Serena
Vera Fischer
Litteris
(2010)



A Moderna Agropecuária: o Drama da Sua Evolução - 2ª Ed.
Gilberto Moraes
Sagra (porto Alegre)
(1993)



Curso de Direito Penal - Parte Especial Volume 2
Rogério Greco
Impetus
(2011)



Maximas de Yogananda
Paramahansa Yogananda
Kier
(1986)



Um Caso Mortal
Paulo Condini
Moderna
(1995)



Extensão do Olho
Lourdes Fonseca Ricardo
Estação Liberdade
(1994)



Anuário do Staden Nº 36
Heinz Budweg
Fundação Martius
(1988)



Monsters You Never Heard Of
Raymond Van Over
Berkley Pub Group (mm)
(1988)



Quem esta Escondido? - Diversão na Floresta
Ciranda Cultural
Ciranda Cultural
(2017)



Textos Em Epidemiologia
Carlos Alfredo Marcílio de Souza e Outros
Seplan Cnpq
(1984)





busca | avançada
69435 visitas/dia
2,6 milhões/mês