Progresso e conhecimento | Edson B de Camargo

busca | avançada
82631 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Curitiba On-line: atividades culturais disponíveis para fazer em casa
>>> Luis Stuhlberger, um dos maiores gestores de fundos do país, participa do próximo Dilemas Éticos
>>> Cia. Palhadiaço faz temporada online de Depósito acompanhada por oficinas grátis
>>> GRUPO MORPHEUS TEATRO leva obra audiovisual “BERENICES” para teatros públicos do munícipio de São Pa
>>> II Bibliofest debate Agenda 2030 da ONU/IFLA em bate-papos literários e oficinas culturais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Deixa se manifestar
>>> Auctoritas
>>> A arte do cinema imita o caos. Ou vice-versa
>>> Toca Raul!
>>> Seu Mauro
>>> Mamãe
>>> O underground e o Estado
>>> Relativismos literários
>>> Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão
>>> A morte do Jornal do Brasil
Mais Recentes
>>> Bitcoin - A Moeda Na Era Digital de Fernando Ulrich pela Mises Brasil (2014)
>>> Manifesto do Nada na Terra do Nunca de Lobão pela Nova Fronteira (2013)
>>> Homem-Aranha 2 - Adaptação oficial do filme em quadrinhos de Roberto Aguirre-Sacasa (roteiro) e Staz Johnson, Pat Olliffe e Ron Lim (desenhos) pela Panini Comics (2004)
>>> Wolverine e Cable: Coragem e Glória de Joe Casey pela Abril (2000)
>>> Guy Gardner, o Pacificador de Howard Chaykin (texto e arte) e Michelle Madsen (cores) pela Panini Comics (2007)
>>> Especial Thor, o Senhor de Asgard - Deuses e Homens de Dan Jurgens (roteiro) e Scot Eaton (desenhos) pela Panini Comics (2005)
>>> Amy winehouse: biografia - amy whinehouse: the biografia de Chas Newkwy- Burden pela Globo (2008)
>>> Lanterna Verde versus Aliens de Ron Marz (argumentos), Rick Leonardi (desenhos) e Mike Perkins (arte-final) pela Abril (2001)
>>> A fantastica historia de silvio santos de Arlindo Silva pela Do brasil (2000)
>>> Educação - Agentes Formais e Informais de Maria Christina Siqueira de Souza Campos pela E.p.u. (1985)
>>> O Militar e o Diplomata - Coleção General Benício de Delano Teixeira Menezes pela Biblioteca do Exército (1997)
>>> Celestial - o Paraíso na Terra Não Poderia Durar para Sempre de Jennifer Laurens pela Novo Século (2012)
>>> Vidas Partidas de William C. Gordon pela Record (2013)
>>> As Obras-primas da Música de Jean Jacques Soleil - Guy Lelong pela Martins Fontes (1992)
>>> Box Harry Potter 20 Anos - Edição Comemorativa de J. K. Rowling pela Rocco (2020)
>>> O Sertão Vai Virar Mar de Moacyr Scliar pela Ática (2003)
>>> Sia Nefer Sacerdote do Templo de Mênfis de Christian Larré pela Biblioteca Rosacruz (2007)
>>> Chobits 12 de Clamp pela Jbc (2003)
>>> Chobits 11 de Clamp pela Jbc (2003)
>>> Encantamento do Sonho - a Viagem da Nave do Tempo de José Argüelles e Lloydine Argüelles pela Intergaláctica (1998)
>>> Chobits Especial - Vol. 10 de Clamp pela Jbc (2003)
>>> Chobits - Vol. 9 de Clamp pela Jbc (2003)
>>> Chobits Especial - Vol. 8 de Clamp pela Jbc (2003)
>>> O Efeito Urano de Fernanda Young pela Rocco (2011)
>>> Chobits Especial - Vol. 7 de Clamp pela Jbc (2003)
COMENTÁRIOS

Sábado, 26/2/2011
Comentários
Leitores


Progresso e conhecimento
Ainda bem que o vegetarianismo é uma doutrina recente, pois senão estaríamos ainda na barbárie. O importante é saber que o que determina o progresso é o conhecimento, independente da plataforma em que isso se dá.

[Sobre "História da leitura (I): as tábuas da lei e o rolo"]

por Edson B de Camargo
http://inventariodn.blogspot.com
26/2/2011 às
19h52 189.29.194.48
(+) Edson B de Camargo no Digestivo...
 
Sincero, catártico, modesto
"All Things Must Pass" é mesmo uma proeza - sincero, catártico, modesto. É uma experiência religiosa para mim, e olha que eu sou ateu. De certa forma, é meu disco predileto de toda a carreira dos Beatles, solo ou não. Mas que "Apple Jam" é um saco, é. hahaha

[Sobre "O beatle George"]

por Junior Martuchelli
26/2/2011 às
14h20 189.24.84.216
(+) Junior Martuchelli no Digestivo...
 
Não minimizo George
Apesar de composto de regravações, "New York City", de John Lennon, foi brilhante, e "Band on the Run", na minha opinião, perfeito. Talvez eu diga isso por "fui" contra a maré. Conheci primeiro os Beatles separados, para descobrir, ainda criança, vendo "Help" na antiga TV-E, hoje TV Brasil, que Lennon & McCartney eram os gênios de Liverpool. Não, não minimizo George. Penso que ele e Ringo eram o contraponto, os "garçons" que serviam não somente a segunda guitarra e a bateria. Mas nenhuma é ou foi perfeita. Por outro lado, nenhuma outra esteve tão perto da perfeição.

[Sobre "O beatle George"]

por Claudio Pereira
http://twitter.com/ClaudioDeSanto
26/2/2011 às
12h09 189.25.111.108
(+) Claudio Pereira no Digestivo...
 
Outras concepções de ensino
A concepção de ensino deste artigo (adequadamente resumida no lema "aprender a aprender") é construtivista. Fundamenta-se em teóricos como Piaget, e é a tal ponto predominante que, mesmo no dia a dia de quem não vive o ensino (como prática ou reflexão), mesmo assim as pessoas conseguem intuir tal proposta. Entretanto, existem outras concepções de ensino, como a histórico-crítica, fundamentada em Vigotski, para a qual não faz sentido tomar como base pedagógica as tendências individuais "inatas" (de temperamento, de percepção etc.), porque o homem, ao se humanizar, adquire a dimensão do signo, do simbólico (quer dizer: da cultura), e passa imediatamente a exercer controle sobre suas bases "naturais"; educar é, justamente, transformar bases "inatas" pela aquisição da cultura, e não adaptá-las ao meio, ou adaptar o meio a elas. Um livro resume essa questão: intitula-se "Vigotski e o 'aprender a aprender'" (de Newton Duarte). Sua leitura é preciosa para quem quer ir além do senso comum.

[Sobre "Como você aprende?"]

por Fernando Talarico
26/2/2011 às
09h31 201.27.167.153
(+) Fernando Talarico no Digestivo...
 
Intelectuais meio de direita
Beleza de texto, amigo. No aguardo agora do texto sobre o bar dos meio intelectuais, meio de direita.

[Sobre "Bar ruim é lindo, bicho"]

por Blude
http://www.diasnormais.com
25/2/2011 às
22h45 187.64.150.185
(+) Blude no Digestivo...
 
A invenção do códice
Belo texto, Spalding. E ótima análise de como a invenção do códice mudou a escrita e a leitura.

[Sobre "História da leitura (II): o códice medieval"]

por Gian Danton
http://ivancarlo.blogspot.com
25/2/2011 às
11h57 189.77.202.53
(+) Gian Danton no Digestivo...
 
Editoras dominam a publicação
O humano não escrevia, não sabia como fazê-lo; um dia, há milhares de anos, um habitante de cavernas queria explicar "guturalmente" um fato que lhe ocorreu, mas não tinha "palavras" para tanto, então começou a rabiscar a parede de rocha tentando "desenhar" o fato. Fez, mais ou menos, um animal feroz lhe perseguindo, e todos o entenderam. Isso se espalhou e em pouco tempo muitos "escreviam", e todos eram publicados; diferente de hoje, quando as editoras dominam as publicações. Vieram os papiros, os chineses e japoneses "inventaram os tipos móveis", (Gutenberg somente aprimorou os tipos, quase 600 anos antes dele os orientais editaram e imprimiram livros, como a "bíblia budista", a "Tripitaka", impressa com blocos soltos de madeira, os tipos móveis). Grandes bibliotecas foram criadas, e agora no início do século XXI já podemos armazenar 1.000 livros em um pequeno Kindle, por exemplo. Em breve todas as bibliotecas caberão em um simples "chip". E no Kindle publicar é "grátis"!

[Sobre "História da leitura (I): as tábuas da lei e o rolo"]

por I. Boris Vinha
http://www.clubedeautores.com.br/
25/2/2011 às
10h14 189.33.41.227
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Apenas um leitor de Lobato
Gian, eu não tenho uma visão acadêmica do fato, como você, que magistralmente abordou o tema. Eu, por minha vez, fui apenas um leitor de Lobato sem me aperceber desses detalhes tão acalorados, hoje nas mídias... Mas, há algum tempo, de forma acadêmica, Lobato, como vários outros autores da nossa Literatura, já vinham com análises conceituais sobre suas obras, portanto a abordagem daquela senhora não foi novidade alguma... Eu vejo isso, apenas, como uma forma de "espelho". Sem fazer qualquer acréscimo à sua peça, no contexto de Lobato, há muito o que se olhar e a compreender melhor nas representações sociais daquele momento histórico... Não seria óbvio pensar que a obra espelharia como o autor enxergava e revelaria a maneira de pensar de um observador que era um intelectual (e empresário)? Na época, na sociedade "real", as relações não eram marcadas por hierarquias das ascendentes classes sociais?

[Sobre "Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito"]

por Lancelott
http://hqquadrinhos.blogspot.com
25/2/2011 às
08h16 187.41.89.86
(+) Lancelott no Digestivo...
 
Saindo da telinha do PC
Sinceramente, romance virtual não é esse só na net, mas aquele que sai da telinha do PC, vai ao encontro da pessoa amada e dá certo na realidade. Então, se vocês que amaram na net não tornaram esse amor real, ele não passa de uma ilusão. Não quero esnobar o texto, mas estou escrevendo a minha história, que, aliás, deu certo e foi uma loucura. O texto é muito bom, mas recomendo procurar as histórias de verdade, nas quais os amados deixam tudo para se encontrar e viver um amor juntos...

[Sobre "A internet e o amor virtual"]

por Fabio
24/2/2011 às
13h19 187.24.234.219
(+) Fabio no Digestivo...
 
Velhos tarados na rua
Eu sou curitibana e adoro saias, mas evito usá-las por um simples motivo: velhos tarados na rua. Por mais que a sua saia vá até o pé, eles continuam te comendo com os olhos e te chamando de princesa... Então, evito. Uso mais quando estou com meu namorado, aí é ele quem se incomoda com olhares indiscretos, e não eu! XD

[Sobre "Por que as curitibanas não usam saia?"]

por Tassi
http://twitter.com/purplehika
23/2/2011 às
22h49 186.206.52.172
(+) Tassi no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Curso de Direito Penal Parte Geral Vol 1
Djalma Eutímio Carvalho
América Jurídica
(2003)



O Sacrifício de Isaque
Cedic
Cedic
(2013)



O Povo das Águas : Ensaios de Etno-história Amazônica
Antonio Porro
Edua
(2017)



Correspondência - Técnicas de Comunicação Criativa
João Bosco Medeiros
Atlas
(2001)



Estabilidade e Crescimento: os Desafios do Real
João Paulo dos Reis Velloso (coord.)
José Olympio (rj)
(1994)



Vanguarda e Modernidade 26-27
Anatol Rosenfeld e Outros
Tempo Brasileiro
(1971)



Automotive Engines
William H Crouse
Mcgraw-hill



Tratados Internacionais - a Ordem Jurídica Brasileira
André Luís Cateli Rosa
Letras Jurídicas
(2011)



Tempo de Esperança
Mark Finley
Cpb
(2009)



Legislacion Penal Especial: Apendice Al Tratado de los Delitos
Antonio Camaño Rosa e Mario Camanõ Iriondo
Amálio Fernandez
(1969)





busca | avançada
82631 visitas/dia
2,6 milhões/mês