Dói, mas é melhor | Mariana

busca | avançada
67999 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Teatro Sérgio Cardoso recebe As Conchambranças de Quaderna de Ariano Suassuna
>>> “Meus bichos do sertão”, da artista mineira Maria Lira, em exposição na AM Galeria
>>> Maurício Limeira fará parte do DICIONÁRIO DO PROFUNDO, da Ao Vento Editorial
>>> Longa documental retrata música e territorialidade quilombola
>>> De Priscila Prade, Exposição Corpo em Quarentena abre dia 4/10
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Millôr desde a escola, e pela vida afora
>>> Norah Jones e a massa
>>> Escolta
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> Filipeta invulgar
>>> A resistência, de Ernesto Sabato
>>> A verdade, uma flor e os três cães da vida
>>> Necrológico da Biblioteca
>>> Precisamos falar sobre o Kevin
>>> Oficina de Cinema Independente em Paragominas-PA
Mais Recentes
>>> Condorito Nº 600 de Peppo pela Televisa Chile (2009)
>>> Condorito Nº 455 de Peppo pela Televisa Chile (1988)
>>> Condorito Nº 449 de Peppo pela Televisa Chile (1995)
>>> Condorito Colección Nº 3 de Peppo pela Televisa Chile (2017)
>>> Condorito Nº 485 de Peppo pela Televisa Chile (1999)
>>> Condorito Nº 599 de Peppo pela Televisa Chile (2009)
>>> Condorito Nº 45 de Peppo pela Televisa Chile (2001)
>>> Condorito Nº 456 de Peppo pela Televisa Chile (1988)
>>> Condorito Colección Nº 5 de Peppo pela Televisa Chile (2001)
>>> Condorito Colección Nº 18 de Peppo pela Televisa Chile (1997)
>>> Groo o Errante Nº13 de Mark Evanier e Sergio Aragonés pela Abril (1991)
>>> Martin Mistère Nº 86 La Terra Che Non C'è de A. Castelli pela Bonelli (1996)
>>> Joe Labrava de Elmore Leonard pela Record (1983)
>>> Jogando com Sorte de Luiz Carlos Amorim pela Rosa dos Tempos (2000)
>>> Deltora Quest - As Florestas do Silêncio de Emily Rodda pela Fundamento (2007)
>>> Deltora Quest - O Lago das Lágrimas de Emily Rodda pela Fundamento (2006)
>>> João Nogueira Discobiografia de Luiz Fernando Vianna pela Casa da Palavra (2012)
>>> Joao Batista - Mártir Da Luta Pela Reforma Agraria de Pedro César Batista pela Expressão Popular (2009)
>>> Jony Ive: O gênio por trás dos grandes produtos da Apple de Leander Kahney pela Portfolio Penguin (2013)
>>> Jogos e Simulações de Empresas de Paulo Vicente Alves pela Alta Books (2015)
>>> Os Justiceiros de Richard Bachman pela Objetiva (1997)
>>> A fúria dos reis - As Cronicas de Gelo e Fogo de George R.R.Martin pela Leya (2011)
>>> A Dança dos Dragões - As Crônicas de Gelo e Fogo de George R. R. Martin pela Leya (2012)
>>> Cinquenta Tons Mais Escuros de E L James pela Intrinseca (2012)
>>> Espiritismo e Justiça Social de Luiz Gonzaga Pinheiro pela Eme (2004)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 1/3/2011
Comentários
Leitores


Dói, mas é melhor
Tocante, bonito, comovente e triste... Meu Deus, pintar o amor dessa forma, por simplesmente ter acabado, é comum. Principalmente quando você ainda pensa na pessoa. Tirando toda a beleza e qualidade do texto, e me baseando em comentários aqui feitos, tenho apenas uma coisa para dizer: Dói, mas é melhor. É melhor por várias razões: um relacionamento não pode se manter quando só faz bem a uma das partes. É duro abrir mão de sonhos e planos que fizemos juntos, mas às vezes é necessário. Como o amor dele ou dela foi acabar? Da mesma forma que as outras coisas: por desgaste. Quando já não há mais admiração de ambas as partes, não há mais amor. E, quando um não quer, dois não se amam. Boa semana ;)

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Mariana
http://www.maisartigos.net
1/3/2011 às
17h06 201.91.69.5
(+) Mariana no Digestivo...
 
A reação de Dom Fiuza
Nossa, fiquei com uma péssima impressão do Guilherme Fiuza. Nota-se, pelo texto, que o entrevistador leu as obras de Fiuza, se aprofundou a respeito daquele que seria o objeto da sua entrevista. E Fiuza é lacônico, seco em suas respostas. Tudo o que jornalista nenhum gosta - afinal, melhor editar muita informação do que não ter informação. Gostaria de saber qual teria sido a reação do Dom Fiuza se suas fontes de pesquisa para os livros agissem como ele agiu...

[Sobre "Guilherme Fiuza"]

por Marla
http://twitter.com/marlagass
1/3/2011 às
11h59 187.36.39.85
(+) Marla no Digestivo...
 
Um beatle diferenciado
Anteriormente li outras biografias dos Beatles e também do John Lennon. O que o difere dos demais é o seu protagonismo, a sua atuação enquanto sujeito político, mesmo estando, algumas vezes, equivocado. Contudo, sua participação nas causas do seu tempo fez dele um beatle diferenciado. Enquanto Paul sempre conservou a imagem ensimesmada de bom mocinho, Lennon contrariou e, no seu arraigado criticismo, demarcou um digno lugar na história.

[Sobre "John Lennon, o homem"]

por Antonio P. Andrade
28/2/2011 às
07h24 186.213.77.166
(+) Antonio P. Andrade no Digestivo...
 
Aprender e querer aprender
Mas aí é que entra a diferença entre um aprendizado desejado pela pessoa que vai aprender. Depois de querer aprender e de aprender a aprender, o indivíduo vai correr atrás de superar suas deficiências. No entanto, quando o mestre é quem quer ensinar algo que o indivíduo não está nem aí, precisa, sim, conseguir transpor as questões de percepção, atenção e memória seletiva - entre outras coisas. Transformar as bases "inatas" pela aquisição da cultura acontece quando o maior interessado é o próprio aprendiz. E isso pode acontecer se ele foi antes atraído por uma experiência, ou por algo que viu ou ouviu. Certo?

[Sobre "Como você aprende?"]

por Débora Carvalho
http://twitter.com/debcaroli
27/2/2011 às
18h11 189.120.165.137
(+) Débora Carvalho no Digestivo...
 
Agora posso dormir em paz
Aha... Outro dia meu marido veio com um papo estranho: "Apesar de tudo, eu me casaria com você de novo!" Como assim? - Perguntei, intrigada. "Porque, apesar de tudo, valeu a pena eu ter me casado com você, então se eu tivesse que escolher de novo, ou voltar atrás, eu me casaria com você outra vez". O que será que ele realmente quer dizer com isso?, pensei. Daí me perguntou se eu me casaria com ele de novo. Fiquei muda. E ele: "Seu silêncio já respondeu. Você não se casaria comigo de novo. Tudo bem. Eu posso conviver com isso. Mas se não fosse comigo, seria com quem?" - Até ler esse texto eu estava intrigada com a tal conversa do meu marido. Agora posso dormir em paz. Rs...

[Sobre "Você viveria sua vida de novo?"]

por Débora Carvalho
http://twitter.com/debcaroli
27/2/2011 às
18h01 189.120.165.137
(+) Débora Carvalho no Digestivo...
 
Progresso e conhecimento
Ainda bem que o vegetarianismo é uma doutrina recente, pois senão estaríamos ainda na barbárie. O importante é saber que o que determina o progresso é o conhecimento, independente da plataforma em que isso se dá.

[Sobre "História da leitura (I): as tábuas da lei e o rolo"]

por Edson B de Camargo
http://inventariodn.blogspot.com
26/2/2011 às
19h52 189.29.194.48
(+) Edson B de Camargo no Digestivo...
 
Sincero, catártico, modesto
"All Things Must Pass" é mesmo uma proeza - sincero, catártico, modesto. É uma experiência religiosa para mim, e olha que eu sou ateu. De certa forma, é meu disco predileto de toda a carreira dos Beatles, solo ou não. Mas que "Apple Jam" é um saco, é. hahaha

[Sobre "O beatle George"]

por Junior Martuchelli
26/2/2011 às
14h20 189.24.84.216
(+) Junior Martuchelli no Digestivo...
 
Não minimizo George
Apesar de composto de regravações, "New York City", de John Lennon, foi brilhante, e "Band on the Run", na minha opinião, perfeito. Talvez eu diga isso por "fui" contra a maré. Conheci primeiro os Beatles separados, para descobrir, ainda criança, vendo "Help" na antiga TV-E, hoje TV Brasil, que Lennon & McCartney eram os gênios de Liverpool. Não, não minimizo George. Penso que ele e Ringo eram o contraponto, os "garçons" que serviam não somente a segunda guitarra e a bateria. Mas nenhuma é ou foi perfeita. Por outro lado, nenhuma outra esteve tão perto da perfeição.

[Sobre "O beatle George"]

por Claudio Pereira
http://twitter.com/ClaudioDeSanto
26/2/2011 às
12h09 189.25.111.108
(+) Claudio Pereira no Digestivo...
 
Outras concepções de ensino
A concepção de ensino deste artigo (adequadamente resumida no lema "aprender a aprender") é construtivista. Fundamenta-se em teóricos como Piaget, e é a tal ponto predominante que, mesmo no dia a dia de quem não vive o ensino (como prática ou reflexão), mesmo assim as pessoas conseguem intuir tal proposta. Entretanto, existem outras concepções de ensino, como a histórico-crítica, fundamentada em Vigotski, para a qual não faz sentido tomar como base pedagógica as tendências individuais "inatas" (de temperamento, de percepção etc.), porque o homem, ao se humanizar, adquire a dimensão do signo, do simbólico (quer dizer: da cultura), e passa imediatamente a exercer controle sobre suas bases "naturais"; educar é, justamente, transformar bases "inatas" pela aquisição da cultura, e não adaptá-las ao meio, ou adaptar o meio a elas. Um livro resume essa questão: intitula-se "Vigotski e o 'aprender a aprender'" (de Newton Duarte). Sua leitura é preciosa para quem quer ir além do senso comum.

[Sobre "Como você aprende?"]

por Fernando Talarico
26/2/2011 às
09h31 201.27.167.153
(+) Fernando Talarico no Digestivo...
 
Intelectuais meio de direita
Beleza de texto, amigo. No aguardo agora do texto sobre o bar dos meio intelectuais, meio de direita.

[Sobre "Bar ruim é lindo, bicho"]

por Blude
http://www.diasnormais.com
25/2/2011 às
22h45 187.64.150.185
(+) Blude no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Ven - Level 2: Students Book 2
F. Castro
Edelsa Grupo Didascalia S A
(2003)



Guia dos Guias
Boni; Amaral
Casa da Palavra
(2013)



Heróis do Salto no Abismo
Walter Mendonça
Do Autor
(2004)



O Guia Oficial do Disney Club Penguin Vol. 1
Katherine Noll
Melhoramentos
(2010)



Poemas de Ascenso Ferreira
Ascenso Ferreira
Nordestal



Sonho de um Cristão
Panorama
Panorama
(2002)



Marketing Global
Amalia Sina
Saraiva
(2008)



Le Nouveau Sans Frontieres Textbook (perfecting)
Girardet
Cle
(2006)



O Dia a Dia da Nossa Lingua
Pasquale Cipro Neto
Publifolha
(2002)



Português Linguagens Em Conexão 3
Graça Sette e Outros
Leya
(2013)





busca | avançada
67999 visitas/dia
2,2 milhões/mês