Sectarismos e rivalidades | Diogo Salles

busca | avançada
60303 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> EcoPonte apresenta exposição Conexões a partir de 16 de julho em Niterói
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> PANFLETO AMAZÔNICO
>>> Coruja de papel
>>> Sou feliz, sou Samuel
>>> Andarilhos
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cabeça de Francis
>>> Eat the Rich
>>> Alumbramento
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> Machado de Assis: assassinado ou esquecido?
>>> O problema do escritor
>>> Cadáveres
>>> A teoria do caos
>>> Ainda o mesmo assunto...
>>> Contradições da 30ª Mostra
Mais Recentes
>>> Tônio Kroeger. a Morte Em Veneza. os Imortais da Literatura Universal de Thomas Mann pela Abril
>>> Minidicionário Luft de Celso Pedro Luft pela Ática (2000)
>>> Direito Constitucional Esquematizado de Pedro Lenza pela Método (2006)
>>> Decisões Pedagógicas e Estruturas de Poder na Universidade de Maria Isabel da Cunha; Denise B. C. Leite pela Papirus (2009)
>>> Não Erre Mais de Luiz Antonio Sacconi pela Companhia Ed. Nacional (1978)
>>> O Caminho das Pedras - Peça de um Ato de Eliana Martins; Rosana Rios pela Companhia das Letras (2005)
>>> Educação Continuada Em Anestesiologia - Idoso - Vol. VIII de Marcos Antonio Costa de Albuquerque e Outros pela Sba (2018)
>>> Educação Tecnocracia e Democratzação de Maria de Lourdes Manzini Covre pela Atica (1990)
>>> Criando uma Loja Virtual Com Asp de Adelize Oliveira pela Advanced (2000)
>>> Cuca Fundida de Woody Allen pela L&pm Pocket (2008)
>>> Aurora - as Quatro Dimensões 1998-2018 de Victor del Franco pela Patuá (2018)
>>> Rigor e Paixao - Poética Visual de uma Arte Gráfica de Emilie Chamie pela Senac (2001)
>>> I Antologia Literária Nau de Vários Autores pela Komedi (1999)
>>> O Museu dos Horrores (autografado) - Coleção R. F. Lucchetti - Vol. 2 de R. F. Lucchetti pela Editorial Corvo (2015)
>>> Anestesia de Helio Neri pela Córrego (2016)
>>> Um Caminho de Flores de Kentetsu Takamori pela Satry (2012)
>>> Hitler Desafia a Ordem Mundial de Abril Coleçoes pela Abril (2009)
>>> Perdido no Ciberespaço de Leo Cunha, Guto Lins pela Larousse Junior (2007)
>>> Tem Um Garoto No Banheiro das Meninas de Louis Sachar pela Record (2006)
>>> Ardabiola de Levgueni Levtuschenko pela Best Seller
>>> Filologia e Linguistica Portuguesa 3 de Universidade de São Paulo pela Fflch/usp (1999)
>>> Cida, a Empreguete - um Diario Intimo de Leusa Araujo pela Casa da Palavra (2012)
>>> Transporte Aéreo e Responsabilidade Civil de Geraldo Bezerra de Moura pela Aduaneiras (1992)
>>> E do Meio do Mundo Prostituto Só Amores Guardei ao Meu Charuto de Rubem Fonseca pela Companhia das Letras (1997)
>>> O Mundo Irritante de Norm de Jonathan Meres pela Ciranda Cultural (2013)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 15/1/2008
Comentários
Leitores


Sectarismos e rivalidades
Caro Carlos, se ficarmos inventando subterfúgios para tudo o que acontece aqui, nada mudará. Se você está satisfeito, está no seu direito. Mas eu também tenho o direito (ou dever) de não concordar com isso. Difícil é saber quem é mais ingênuo: eu, o Renato ou você. Saulo, existe uma grande diferença entre "potencial criminoso" e criminoso confesso e você deve saber bem que os criminosos confessos estão todos livres. Sobre alternativas, proponho apenas que sejamos menos fanáticos em relação à política. O brasileiro vê a política como uma torcida de futebol. O "clássico" PSDB x PT é muito diferente do Fla-Flu. Luiz, sua pergunta é muito boa. Não, não acho que os políticos do "1º mundo" sejam melhores do que os nossos. As mentiras e a hipocrisia são as mesmas. A grande diferença é que, em alguns países, as pessoas podem até votar no sujeito, mas sem a mesma esperança e idolatria daqui. Somos muitos permissivos e acreditamos muito em salvadores da pátria e milagres eleitorais (ou eleitoreiros).

[Sobre "Preconceitos"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
15/1/2008 às
15h19 200.185.30.10
(+) Diogo Salles no Digestivo...
 
O lírico rebelde
Quem acompanhou a carreira de Cazuza desde o início (meados dos anos 80) tem a impressão de que o filme, apesar de muito bom, representa apenas um pequeno retrato de como foi e é esse artista ímpar na história da música popular brasileira. Tudo em Cazuza era exagerado; a vida, os poemas fantásticos e loucos, o amor, o ódio e a força de viver. O filme mostra 10% de cada um.

[Sobre "Cazuza e o retrato do artista quando jovem"]

por claudemberg
15/1/2008 às
14h05 200.164.88.170
(+) claudemberg no Digestivo...
 
Você não me entendeu...
Rafael, pelo seu comentário, provavelmente você não entendeu o que eu escrevi. Não falei que o Diogo precisa levantar e dar o exemplo, e sim que criticar é fácil, e generalizar que todos os políticos são ruins é mais fácil ainda, porque assim não se corre o risco de errar na análise. Apesar de eu falar para o Diogo ir lá e mostrar (somente para provocá-lo), o meu ponto central no texto é exatamente o que o Saulo colocou no 3º comentário dele. Se existir políticos bons, devemos mencioná-los, ainda que corramos o risco de no futuro eles nos decepcionarem. Não estou fazendo nenhum generalismo, aliás, pelo contrário, afinal foi isso que critiquei no texto do Diogo. O que coloquei é que não devemos ter preconceito dos políticos, e sim exaltar os bons e criticar os ruins, sem o generalismo que todos são ruins... Mas fico feliz que você citou meu comentário. Abracos.

[Sobre "Preconceitos"]

por Renato
15/1/2008 às
03h16 68.33.9.227
(+) Renato no Digestivo...
 
Anarquia, ô ô!
Caro Diogo, muito bom o seu texto. Como chargista, é mesmo fundamental manter um olhar crítico e uma certa desesperança em relação à classe política. Assumir um preconceito e destilar sua ira contra tal classe também me parece atitude saudável. Fico, porém, com uma dúvida. E não vai aí nenhuma ironia. Tal preconceito é válido também para os políticos do tal primeiro mundo? Se sim, qual a melhor forma de organizar uma socidade? Seria a não-organização, a anarquia romântica na qual muitos acreditaram no início do século passado? Abraços

[Sobre "Preconceitos"]

por Luiz Augusto Lima
14/1/2008 às
23h05 200.244.157.240
(+) Luiz Augusto Lima no Digestivo...
 
Bravo!
L.A.O. quer sair e voltar, só pra gastar mais energia, ficar cansado e agüentar de tudo, aqui.

[Sobre "Máximas"]

por Amanda
http://www.ocior.blogspot.com
14/1/2008 às
22h54 201.78.143.108
(+) Amanda no Digestivo...
 
Arregacem as mangas! parte2
Alguém precisa dar o bom exemplo, e este deve ser propagado. Se um político exerceu bem sua função (simplista e ingênuo é aquele que acredita que todos, 100% são desprezíveis e incapazes), este deve ser exaltado. Mesmo correndo o risco de ter que criticá-lo no futuro próximo. A boa conduta e o bom trabalho tem que ser o exemplo, e para que isto aconteca precisamos exaltá-lo. Sempre fui muito reticente com as facções políticas que na oposição apenas criticam e não propõem alternativas, independente de partidos e crenças. Fiscalizar e criticar deve ser um exercicio diário de todos nós, mas devemos, também, "arregaçar as mangas", propondo alternativas e cobrando punição ao mal e exaltando o bom. Temos que deixar de ser uma pátria de bundões que só fazem criticar e crer que está tudo perdido. Temos que arregaçar as mangas!

[Sobre "Preconceitos"]

por Saulo Ferraz
14/1/2008 às
15h49 199.67.140.84
(+) Saulo Ferraz no Digestivo...
 
Arregacemos as mangas! parte1
Entrando na seara política, os problemas deste País, na minha singela opinião, se resumem a dois principais pontos: falta de educação e excesso de impunidade. Assim como Maquiavel e Hobbes, considero o homem fundamentalmente mau. E através da politíca, que é a representação da sociedade através de alguns indivíduos, dadas as "oportunidades" que se apresentam, estes estão mais propensos a exercer a maldade. E assim no mundo inteiro. Qual a diferença, então? Em outros países, além da fiscalização e das críticas, existe uma sociedade e instrumentos que punem aqueles que fogem ao bom comportamento social. Isto comeca com uma conscientização de toda a população e que só acontece quando você tem um povo mais educado, coisa que nos falta em muito. Para que isto aconteca, é necessária uma mobilização de todos os entes sociais nesta direção, mas de muita vontade política tambem. Aí que me encontro ao Renato. Criticar e fiscalizar é muito importante, mas o que vem depois?

[Sobre "Preconceitos"]

por Saulo Ferraz
14/1/2008 às
15h47 199.67.140.84
(+) Saulo Ferraz no Digestivo...
 
Sociedade é assim!
Seguindo na mesmice dos comentários anteriores, quero parabenizá-lo, Diogo, pela qualidade do seu texto que se une ao seu desenho. Sobre seu comentário com relação à classe jurídica, você bem disse que é restrito a alguns "grotões do Poder Judiciário e outros tantos advogados criminalistas que mancham toda a classe". Entendo que o preconceito deveria ser concentrado no que tange ao pagamento dos honorários com dinheiro sujo. Como dito, todos têm direito a defesa e assim é que se vive em uma sociedade civilizada. Sendo assim, a presença de um advogado criminalista defendendo um "potencial criminoso" ("potencial" porque antes que se prove o contrário todos são inocentes) é justa e necessária durante todo o rito processual. Esta é uma profissão como outras tantas inserida em uma sociedade civilizada como tantas outras no mundo, exceto alguns regimes autoritários.

[Sobre "Preconceitos"]

por Saulo Ferraz
14/1/2008 às
15h43 199.67.140.84
(+) Saulo Ferraz no Digestivo...
 
Reveillon bom, ano bom?
Aaaai Pilar, engraçado demais! Réveillon bom, ano bom? Será que existe essa relação? Embora o fato de você ter perdido o celular pulando as 7 ondinhas seja preocupante... Ouvi dizer que fatos ocorridos no exato momento da simpatia se repetem durante todo o ano! Principalmente no mês 07. Então, cuidado. É melhor arrumar uma corrente bem forte e grossa para o seu chaveiro... e quem sabe uma daquelas pochetes de viajante - que ficam coladas na pele, sabe? - para quando sair de casa com documentos e dinheiro... Ah, e também não se esqueça daquela bolsinha de enfiar no cinto pra colocar o celular né?, cuidado nunca é demais. Adoro zoar com gente supersticiosa hehe Se tudo correr dentro do previsto pode deixar pra me xingar ao vivo daqui a uns dias! BJ

[Sobre "Réveillon com Digestores"]

por Claudia Serretti
http://[email protected]
14/1/2008 às
14h59 201.80.147.185
(+) Claudia Serretti no Digestivo...
 
Uma leitura irresistível
Esse livro é fantástico, assim que li o seu título e vi a sua capa ele me fascinou... quando comecei a ler fui incapaz de abandonar a leitura. Li "A Sombra do Vento" em algumas horas. O engraçado é que fiz exatamente como Daniel quando começa a ler "A Sombra do Vento". Realmente Zafón está de parabéns. Uma leitura gostosa que qualquer pessoa não se cansaria até os que não apreciam muito a leitura. Um livro instigante que te leva a ver os fatos da vida de um outro ângulo. Uma frase que me tocou foi... " [...] um livro é um espelho que só podemos encontrar nele o que já temos dentro"

[Sobre "A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón"]

por Larissa
14/1/2008 às
13h22 189.47.56.149
(+) Larissa no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Wizard Brasil 05
Wizard
Panini Comics
(2004)



Invadindo as Fronteiras do Amor
Nilton Cezar Rodrigues Carvalho
Ateniense
(1999)



De Volta para o Futuro - os Bastidores da Trilogia
Caseen Gaines
Darkside Books
(2015)



Os Grandes Líderes de Gaulle
Susan Banfield
Nova Cultural
(1990)



Manual of Accounting Ifrs 2017 - Volume 1
Vários Autores
Pwc
(2017)



Educação de Lutas de Classes
Paulino José Orso (org.)
Expressão Popular
(2008)



Amor de Perdição
Camilo Castelo Branco
Martin Claret
(2010)



Como Orar Por Seus Filhos
Quin Sherrer
Vida
(2009)



Depois Que Vim a Saber...
Elifas Alves
Teatro Espírita
(1983)



Crianças felizes e saudáveis
Ian White
Idea
(2014)





busca | avançada
60303 visitas/dia
1,8 milhão/mês