Adorei do começo ao fim | Lindo ...

busca | avançada
77526 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Teatro Sérgio Cardoso recebe As Conchambranças de Quaderna de Ariano Suassuna
>>> “Meus bichos do sertão”, da artista mineira Maria Lira, em exposição na AM Galeria
>>> Maurício Limeira fará parte do DICIONÁRIO DO PROFUNDO, da Ao Vento Editorial
>>> Longa documental retrata música e territorialidade quilombola
>>> De Priscila Prade, Exposição Corpo em Quarentena abre dia 4/10
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A imponderável leveza do ser
>>> O cavalo branco
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Inflikted, do Cavalera Conspiracy
>>> Essa tal de Dança Contemporânea
>>> The Dip, de Seth Godin
>>> Paes Loureiro, patrono da Feira literária do Pará
>>> My only friend: the end
>>> Política e Cidadania no Sertão do Brasil (parte 1)
>>> We Are Anonymous, de Parmy Olson
Mais Recentes
>>> Eu, Malika Oufkir de Malika Oufkir e Michéle Fitoussi pela Companhia das Letras (2000)
>>> As Portas da Percepção de Aldous Huxley pela Globo (2002)
>>> Venha Ver o Pôr do Sol de lygia Fagundes Telles pela Àtica (2007)
>>> Revolução em mim de Marcia Kupstas pela Moderna (2003)
>>> A Décima Terceira História de Diane Seterfield pela Record (1996)
>>> Antes que o mundo Acabe de Marcelo Carneiro da Cunha pela Projeto (2015)
>>> O Código da Vinci de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> A Arte de Correr na Chuva de Garth Stein pela Ediouro (2008)
>>> O Ideal Olimpico e o heroi de cada dia de Phil Cousineau pela Mercurio (2004)
>>> Encontro Deus na Cabana de Randal Rauser pela Planeta (2009)
>>> Lugar de Médico é na cozinha de Dr. Alberto Peribanez Gonzalves pela Alaúde (2008)
>>> tempo de Esperança de Mark Finley pela Casa (1996)
>>> A Cabana de William P Young pela Arqueiro (2006)
>>> Organize - Se de John Caunt pela Laselva (2006)
>>> O Melhor de Max Gerringer na CBN - Vol. I de Max Gehringer pela Globo (2006)
>>> A Identidade da alma de Panache Desai pela Sextante (2015)
>>> Nosso Lar de Francisco Cândido Xavier pela Feb (1999)
>>> O amor sempre vence de Wanda a Canutti pela Eme (2003)
>>> Ecologia: Grito da Terra Grito dos Pobres de Leonardo Boff pela Sextante (2001)
>>> Brasil - alternativa e Protagonista por uma sociedade Democrática de Dom Luciano pela Vozes (1994)
>>> Deixe - Me Viver de Luiz Sérgio pela Recanto (2006)
>>> Amigos de Verdade para Crianças de Bradley Trevor Greiver pela Sextante (2008)
>>> O Teatro de Barbara Heliodora pela Agir (2008)
>>> dois irmão de Fabio Maon pela Quadrinho e Cia (2015)
>>> Cura Profunda - Metodologia da terapia de vida passada de Hans TendDam pela Summes (2002)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 17/1/2008
Comentários
Leitores


Adorei do começo ao fim
Simplesmente maravilhoso! Vc é extremamente sensível... adorei do começo ao fim! E quem nunca teve um grande amor perdido =/? Bjos

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Lindo ...
17/1/2008 às
14h44 189.26.25.203
(+) Lindo ... no Digestivo...
 
feliz, mas nada sublime
O repertório não é dos melhores, não. Maria Rita, que é cantora deliciosa, desta vez não pode melhorar muito algumas obras contidas no novo cd. Na verdade, falo especificamente da canção "o que é o amor", do Arlindo. Ambos são craques, o compositor e a intérprete. Mas ela, ao menos, vinha encarnando a personagem seletiva, com discos prenhes de canções escolhidas a dedo. Desta vez o escorregão foi feio. A música que citei é ruim demais! Confiram. No resto, Maria Rita ensolara o disco com outros bons arranjos em composições de fato tingidas com a "cor local". Uma beleza sim, porém sinto falta das aventuras harmônicas mais transadas, dos músicos surfando por sobre a voz dela, do contrabaixo acústico - que poderia, e por que não?, numa boa se misturar com o bom pandeiro. O disco poderia ser muito melhor. Vale o sorriso que causa, sorrisão até, mas tenho saudades da catarse de ter arrepiado o espírito. Até o próximo Maria Rita.

[Sobre "Samba Meu, de Maria Rita"]

por Felipe Eugênio
17/1/2008 às
12h31 189.24.166.254
(+) Felipe Eugênio no Digestivo...
 
O mal cheiro da justiça
Já li o livro e já assisti ao filme... Porém achei rídicula a forma como a desigualdade social impera no país! Por que a pena para ele foram de 4 anos, e afirmam que ele não era responsável pelos seus atos? Duvido que se fosse um pobre, negro e favelado, teria estas mesmas mordomias; com certeza tudo seria diferente. Se fosse um pobre, e não um filhinho de papai burguês, com certeza já estaria preso por muito tempo e não em um manicômio, mas junto com bandidos na cadeia! Isto me incomoda tanto. Pois todos são iguais... Todos vão para o mesmo lugar depois de mortos... E talvez se um pobre fosse pego com uma quantia de droga bem menor do que o João foi pego não teria nem direito a se defender... A justiça neste país fede... sabe por que? Porque É UMA MERDA!

[Sobre "Traficante, sim. Bandido, não."]

por Larissa Almeida
17/1/2008 às
11h31 200.226.6.132
(+) Larissa Almeida no Digestivo...
 
O moral, o ilegal e o justo
Diogo, são apenas constatações acerca do nosso processo de formação, tal como legal tem apenas uma pretensão de justo e sem afirmação moral. Subterfúgios são as ficções que a sociedade de massa necessita para mascarar suas ilhas de privilégios. Então temos uma meritocracia messiânica com a sua ideologia sectaria e afirmativa para a construção da sua infra-estrutura de promoção social, que se diz justa tal um bilhete de loteria, premiado ou não. Aceito que se acredite nos dogmas do que hoje o senso comum entende como democracia, porém não vejo como apartá-lo de uma certa ingenuidade. O nicho intelectual é somente mais uma das janelas pela qual se apura a realidade, o equilíbrio que parece tão natural e frágil quando citado (falo aí da justiça, de quem faz as leis e como elas são feitas neste país), cai por terra quando despido de todo rito que nosso circo democrático revela: "farinha pouca, meu pirão primeiro". Um tema cheio de moralidade, um teor anacrônico que beira o surreal.

[Sobre "Preconceitos"]

por Carlos E. F. Oliveir
17/1/2008 às
06h52 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
Tambores e violinos
Gosto é uma questão de identidade. Talvez seja por isto que os laços se desenhem como em confrarias, o semelhante é afirmativo enquanto o conflitante agride e provoca inquietude. Esta diversidade saudável torna possível que todos os espectros possam ser difundidos e ter seus matizes explorados por inúmeras vertentes das correntes musicais. Particularmente, tenho a música como uma celebração privada que tem no meu percurso Benjor via Al Jarreau. Foi com esta liberdade que enveredei pelas minhas escolhas. Gosto de Keith Jarret e do Tim Maia apesar de não encontrar qualquer equivalência entre eles. Apesar da segmentação que define os generos tenho uma reverencia maior pela música que permanece além do seu autor, do seu tempo e se dissemina na razão e na paixão de quem nela se identifica. A citação do silêncio como uma vertigem moderna é certeira para a pobreza e formulação na construção da persona musical neste momento. Outro belo texto, com uma ironia fina, quase machadiana. Valeu, Guga.

[Sobre "Algumas notas dissonantes"]

por Carlos E. F. Oliveir
17/1/2008 às
06h12 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
Corajoso você, Guga
Guga, ri demais! Corajoso você. Escrever essas coisas é temerário. As pessoas, além de gostar do "ingostável", não aceitam críticas a seus artistas preferidos, não gostam de sugestões melhores e se sentem fortalecidas pelo grupo (fã-clube). Curioso como os comportamentos são aproximados em relação ao tipo de som que se ouve, não? Isso sempre me intrigou. Há churrascos regados às mesmas bebidas promovidos por roqueiros, funkeiros, axezeiros e sertanejos. Mas o jeito da bebedeira muda, assim como o que eles fazem nas festas. Na direção dos carros, os comportamentos também mudam. Bacana demais seu texto.

[Sobre "Algumas notas dissonantes"]

por ana elisa ribeiro
17/1/2008 à
00h17 201.78.135.126
(+) ana elisa ribeiro no Digestivo...
 
Quereres
Escolhas... às vezes podemos nos dar ao luxo delas, mas no fim não tem querer. Meu pai fumou até o último minuto, no hospital, escondido. Tinha medo de infarto. Eu prefiro o barulho da cachoeira, o infinito do mar me espanta. Acho que por enquanto vou ficando aqui mesmo, porque o depois é outra história.

[Sobre "Máximas"]

por Ana Elisa Novais
http://www.flickr.com/photos/anaelisanovais
17/1/2008 à
00h11 201.62.157.224
(+) Ana Elisa Novais no Digestivo...
 
Aprendiz de Digestivo
Guga, estou adorando este site, estou aprendendo muita coisa aqui. Todos os dias eu tenho que dar uma passadinha, nem que seja para aumentar um milésimo da minha cultura, que anda em baixa, diga-se de passagem. Adorei seu texto!! Grande beijo!!!

[Sobre "Algumas notas dissonantes"]

por Tacia
http://www.flogao.com.br/taciamayra
16/1/2008 às
23h03 189.13.67.100
(+) Tacia no Digestivo...
 
Ela manda bem!
A Polly manda muito bem. Só digo isso. Beijo pra ela!

[Sobre "Pollyana Ferrari"]

por jean boechat
http://www.boechat.com
16/1/2008 às
20h40 200.186.148.226
(+) jean boechat no Digestivo...
 
Por que ler no Kindle
O grande apelo do Kindle para a leitura é sua tela, que, apesar de não ser ideal ainda, não possui backlight, e com isso você poderia ler durante muito mais tempo do que suportaria em um iPhone ou BlackBerry. A interatividade e funcionalidadaes possíveis ainda estão muito aquém do que o esperado, mas considerando apenas como a primeira versão, está muito bom...

[Sobre "O Kindle, da Amazon"]

por Rafael
16/1/2008 às
19h17 189.60.69.180
(+) Rafael no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Recomendações a Todos
Alex Nascimento
Do Autor
(1982)



A Mulher Em Israel
Organização das Pioneiras
Organização das Pioneiras
(1975)



Capitão Kidd
Robert C. Ritchie
Campus
(1989)



O Segredo de Luísa
Fernando Dolabela
Sextante
(2008)



1000 Perguntas e Respostas de Direito Penal
José Cretalla Júnior e José Cretalla Neto
Forense
(2004)



Fundamentos de Física - Eletromagnetismo
David Halliday
LTC
(1996)



Este Livro Te Ama
Pewdiepie
Leya
(2015)



Portugues Linguagens - 8ºano
William Roberto Cereja/thereza Cochar Magalhães
Atual
(2012)



Incursões na Biblioteca de Francisco Inácio Peixoto - Autografado
Alcione Lidia Abreu Olivieri
Inst Cidade de Cataguases
(2008)



Balanço Encerramento e Análise Volume 1
Roque Jacintho e Eduardo Jacintho
Brasiliense
(1983)





busca | avançada
77526 visitas/dia
2,2 milhões/mês