neruda: existiu ou não? | romério rômulo

busca | avançada
58048 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Nos 30 anos, Taanteatro faz reflexão com solos teatro-coreográficos
>>> ‘Salão Paulista de Arte Naïf’ será aberto neste sábado, dia 27, no Museu de Socorro
>>> Festival +DH: Debates, cinema e música para abordar os Direitos Humanos
>>> Iecine abre inscrições para a oficina Coprodução Internacional para Cinema
>>> MAB FAAP recebe a exposição Ensaios de Inclusão
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
>>> A Lei de Murici
>>> Três apitos
>>> World Drag Show estará em Bragança Paulista
>>> Na dúvida com as palavras
>>> Fly Maria: espaço multicultural em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O melhor de 2008 ― literatura e cinema
>>> Depressão
>>> Útil paisagem
>>> Tradução e acesso
>>> A proposta libertária
>>> Francis Ford Coppola
>>> Em terra de cego, quem tem olho é Pelé
>>> No início, era o telex
>>> Viagem a 1968: Tropeços e Desventuras
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker
Mais Recentes
>>> Flexibilização Organizacional de Jorge N Pameira e Outros pela Fgv (2002)
>>> A Vitória da Verdade de Vera Lúcia Proença pela Lúmen (2002)
>>> O Erro Como Estratégia Didática de Neuza Bertoni Pinto pela Papirus (2009)
>>> Vai e Reconstrói a Minha Igreja de Pe. Roberto José Lettieri pela Palavra & Prece (2008)
>>> O Livro Dos Amores de Gabriel Chalita pela Companha Nacional (2005)
>>> As Valkírias de Paulo Coelho pela Coleção (1988)
>>> Einstein - o Engma do Universo de Huberto Rohden pela Martini Claret (2005)
>>> Nova Política Economica de Celso Furtado pela Paz e Terra (1976)
>>> O Que Atraiu Warren Buffett de Barnett C Helzberg Jr. pela Fundamentos (2009)
>>> Eros e Psique de Luiz Guasco pela Scipione (2012)
>>> A Menina do Vale de Bel Pesce pela Casa da Palavra (2012)
>>> Educação: Truques Velhos, Palavras Gasta de Antonio Luiz Mendes de Almeidas pela Quórum (2004)
>>> Fodors Econômico Itália de Fodors pela Do Autor (1995)
>>> Memoria de um Suicida de Yvone A Pereira pela Feb (2012)
>>> Contos Consagrados - Coleção Prestigio de M Cavalcante Proenca pela Ediouro (2000)
>>> Simplesmente Aloma de Aloma Moreira Sampaio pela Rebote (2013)
>>> Aventuras do Menino Chico de Assis de Luís Jardim pela José Olimpio (2000)
>>> Globalização a Olho Nu - o Mundo Conectado de Clóvis Brigagão e Gilbero M. A. Rodriguês pela Moderna (2004)
>>> Organizar seu Lar - 52 Maneira de acabar com a bagunça de Óba pela Melhoramentos (2014)
>>> 101 Solução Feng Shui de Nancilee Wydra pela Pensamento (2002)
>>> As Moscas Azuis de Carmem Posadas pela Planeta (2012)
>>> Adultérios de Aldo Naouri pela Martinsfontes (2009)
>>> Lojas - Motivos Que as Levam ao Sucesso Ou ao Fracasso de Adriano Godoy pela Qualymark (2004)
>>> Minha Vida Com Mestre de Paramahamsa Prajnanananda pela Lika (2001)
>>> Jornalismo investigatigação - O caso Quércia de Sérgio Buarque de Gustão pela Civilização Brasileira (1993)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 18/3/2008
Comentários
Leitores


neruda: existiu ou não?
daniel: que se diga do neruda qualquer coisa (o bertrand russell comentava que depois da morte de alguém é impossível provar sua existência). mas é um grande poeta! (com ponto de exclamação mesmo) romério rômulo

[Sobre "Neruda, oportunista fantasiado de santo"]

por romério rômulo
18/3/2008 às
10h33 201.58.13.165
(+) romério rômulo no Digestivo...
 
santo, eu só conheço um
A obra de Neruda seguirá intocável e irretocável. Quem poderá dizer que sua poesia não é gradiosa? Nada poderá tirar dele seu mérito de ser o gigante que é. Mas eu venho notando isso já tem uns bons tempos... Faz parte da covardia de nossos tempos destruir os valores de quem tem valores, por quem não tem valor algum. Não me interessa a que horas o Neruda tomava café, e como o fazia. Se sua mulher era rabugenta ou se ele era carrancudo... Quanto a ser santo, eu só conheço um, Jesus Cristo, que, na incompreensão dos seres humanos, continua sendo crucificado todos os dias. Mas isso é outro assunto...

[Sobre "Neruda, oportunista fantasiado de santo"]

por Rita
18/3/2008 às
10h12 201.8.223.57
(+) Rita no Digestivo...
 
um belo caminho
Excelente texto Gian! É a descrição de um belo caminho - e para mim só existem caminhos, jamais portos de chegada... Você foi longe - pois aproximou-se com inteligência de nós, leitores...

[Sobre "Autobiografia teológica"]

por Maygon André Molinar
18/3/2008 às
08h50 189.30.189.119
(+) Maygon André Molinar no Digestivo...
 
Ritual de passagem religioso
Achei interessante seu texto pois poderia ser escrito por mim. Passei pelo mesmo caminho que voce narrou. Estou pensando que deve existir algum processo que explique essa passagem "religiosa" que chega a ser comum em nossa geração...

[Sobre "Autobiografia teológica"]

por Angelo
18/3/2008 às
06h47 200.150.60.2
(+) Angelo no Digestivo...
 
Ensaio na revista branca!
Belo texto. Cada linha merece ser lida com atenção. Depois, há quem diga que a "Piauí" publica reportagens demais ou que a revista não é "branca" - se bem que eu ainda não entendi essa, digamos, segregação editorial.

[Sobre "Para entender Paulo Coelho"]

por Fabio Cardoso
17/3/2008 às
22h30 200.229.196.184
(+) Fabio Cardoso no Digestivo...
 
capitalismo à brasileira
Concordo com o Vicente. E tenho afirmado: todo o problema do Brasil hoje é advindo deste ranço de esquerda contra o empreendedorismo. O Brasil está precisando do capitalismo sério e bem feito. Mas o Estado quer ainda mandar em tudo, "cuidar" de tudo, sem ter um pingo de competência para tanto.

[Sobre "Processo de Eliminação"]

por Leonardo Valverde
17/3/2008 às
20h36 200.239.248.102
(+) Leonardo Valverde no Digestivo...
 
Não quero comentar nada
Depois de tanto tempo publicado, estava navegando por aí e li seu artigo. Não quero comentar nada, apenas parabenizá-lo pelo excelente texto.

[Sobre "Sobre John Cage"]

por Shenia
17/3/2008 às
11h51 200.215.72.242
(+) Shenia no Digestivo...
 
Expansão vertical
Pois é... O Max Gehringer acertou na mosca. Por que o tal desenvolvimento do país não amplia o número de vagas para o pessoal qualificado? Tenho a impressão, Julio, que nosso país não está se desenvolvendo. Ele está inchando dentro de um modelo falido que impede o empreendedorismo...

[Sobre "Processo de Eliminação"]

por Vicente Escudero
17/3/2008 às
11h40 200.161.79.239
(+) Vicente Escudero no Digestivo...
 
Casamentos sobreviventes
Na balança da vida, o passado é um dos pesos. O presente é o outro... Ambos são indispensáveis ao equilíbrio de cada um. Fixar-se no passado reduz as possibilidades de se vislumbrar a inteireza do presente. Amores que sobrevivem são os que se adéquam às realidades cotidianas, não os que se alimentam de lembranças. Num mundo atormentado pelo imediatismo das relações, Babenco aborda o tema com perfeição.

[Sobre "O Passado, de Hector Babenco"]

por Elizabeth
17/3/2008 às
11h35 201.58.144.188
(+) Elizabeth no Digestivo...
 
medo da superioridade feminina
Primeiro, a fêmea nunca foi o segundo sexo! Segundo, isso é a própria caracterização do machismo inferior. Filósofos, sociólogos, psicólogos, antropólogos, já falaram sobre a mulher. E em muitos comentários utilizaram uma verborragia filosófica inútil... diríamos até que se parece mais com uma diarréia filosófica! Quantas besteiras falaram e falam das fêmeas superiores! Porque a mulher era subjugada, era a dona do lar, era incapaz, enfim, era nada! Infelizmente, os autores e colunistas que se dedicaram a prosar e prosear sobre as fêmeas, sempre acentuaram a inferioridade feminina inventada. Tudo por medo da sua superioridade! Criou-se, assim, uma falsa impressão da fêmea, falou-se tanto da coitadinha que o conceito se arraigou no subconsciente dos machos retrógrados e de algumas fêmeas masculinizadas; agora está difícil para ela tirar esses estigmas das costas. Ficar falando nas diferenças de gênero é concordar com o preconceito e afirmar a ignorância do conceituador...

[Sobre "A verdade que as mulheres contam"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
17/3/2008 às
09h38 201.6.178.11
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Atraídos pelo Amor
Eliane Furtado
Hama
(2009)



O Lado bom de ser Traída
Sue Hecker
Harper Collins
(2016)



Keys to Investing in Common Stocks (inglês) (1990)
Barbara Apostolou, Nick Apostolou
Barrons
(1990)



Essex: Turma do Bicentenário de Caxias Cfo 2003
Não Especificado
Não Especificada



Finis Mundi
Laura Gallego García
Sm
(2004)



O Abz Do - Infanto
Ziraldo
Melhoramentos



Depois do Funeral
Agatha Christie
Círculo do Livro



Les Grandes Tables Du Monde Traditions & Qualité 2005
Diversos
Conceptions
(2005)



Babbitt
Sinclair Lewis
Abril Cultural
(1972)



O Segredo dos Incas
Siegfried Huber
Itatiaia
(1963)





busca | avançada
58048 visitas/dia
2,2 milhões/mês