Mulheres gostam é de sofrer | mauro judice

busca | avançada
86234 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> ZapMusic, primeiro streaming de músicos brasileiros, abre inscrições para violonistas
>>> Espetáculo de dança em homenagem à Villa-Lobos estreia nesta sexta
>>> Filó Machado comemora 70 anos de vida e 60 de carreira em show inédito com sexteto
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
>>> Festival Digital Curta Campos do Jordão chega a todo o território nacional com 564 filmes inscritos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A casa da Poesia
>>> De Auschwitz a ClubMed
>>> À propos de Nice (1930)
>>> Sonhos olímpicos nos Lençóis Maranhenses
>>> Lifestyle Media
>>> A voz de Svetlana em Paraty
>>> São João del-Rei
>>> Convite para as coisas que não aconteceram
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Where I End and You Begin
Mais Recentes
>>> São paulo , políticas públicas e habitação popular de Celine sachs pela Edusp (1999)
>>> Cidade de muros de Teresa pires do rio caldeira pela Edusp (2000)
>>> Por que democracia? de Francisco c weffort pela Brasiliense (1985)
>>> Por que democracia? de Francisco c weffort pela Brasiliense (1985)
>>> Da totalidade do lugar de Milton santos pela Edusp (2012)
>>> Região : espaço ,linguagem e poder de Jean rodrigues sales pela Alameda (2010)
>>> Economia política da urbanização de Paul singer pela Contexto (1998)
>>> Pequena história da agricultura brasileira de Tamás szmrecsányi pela Contexto (1998)
>>> Amêndoa de Nedjma pela Objetiva (2004)
>>> Tatu - Balão de Sônia Barros pela Alegria (2014)
>>> Papai! (Livro infantil) de Philippe Corentin pela Cosac Naify (2014)
>>> Documentos historicos municipais de Valeria agra pela C E H m (2011)
>>> Jurisdição Comunitária de Marcelino Meleu pela Lumen Juris (2014)
>>> O Estado e a Revolução de Lenin pela Expressão Popular (2007)
>>> Pedagogia e estética do teatro do oprimido: Marcas da arte teatral na gestão pública de Dodi Leal pela Hucitec (2015)
>>> Constitucionalismo Latino-Americano: Tendências Contemporâneas de Antonio Carlos Wolkmer , Milena Petters Melo pela Juruá (2013)
>>> Qu'est-ce que la démocratie? de Alain Touraine pela Le Livre de Poche (1997)
>>> Sobre a questão judaica de Karl Marx pela Boitempo (2010)
>>> O direito dos oprimidos de Boaventura de Sousa Santos pela Cortez (2015)
>>> La domination masculine de Pierre Bourdieu pela Éditions du Seuil (2002)
>>> Le citoyen de Marie Gaille (Apres.) pela Flammarion (1998)
>>> Le langage silencieux de Edward T. Hall pela Éditions du Seuil (2000)
>>> O 18 Brumário de Luis Bonaparte de Karl Marx pela Escriba (1968)
>>> Citoyenneté et politiques sociales de Annick Madec; Numa Murard pela Flammarion (1995)
>>> Sociologie de la vie politique française de Michel Offerlé pela La Découverte (2004)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 28/7/2008
Comentários
Leitores


Mulheres gostam é de sofrer
É uma biboca, Pilar, este negócio de amor. Eu despachava a mulherada com naturalidade e com sentimento de dever cumprido. Se ñ queria +, por que ficar com elas? Um dia, um amigo me disse q eu fazia as mulheres sofrerem. Resolvi ficar + tempo com um exemplar deste curioso gênero p/ ver no q dava. Bastou falar a frase "eu te amo" e a garota veio displicente abotoar a gola de meu colarinho, dizendo "eu também te amo,seu bobo", seguido de 1 beijinho rápido, sincero como aquele beijo no Jardim das Oliveiras. Nunca + vi brilho nenhum nos olhos dela, antes de mandá-la passear. Ora, por q as mulheres me reprovam se democratizo os afetos? Por q reclamam se meu coração clama por um amor universal? Todos afirmam o mesmo: basta um dos amantes se apaixonar, p/ o outro menosprezar, se não anular o companheiro. Porcapipa, toda hora vemos as mulheres suspirando por 1 amor ñ correspondido. Quase nada por 1 correspondido. Que concluímos nós, homens: elas gostam de sofrer. E quem sou eu p/ negar a elas este inigualável prazer?

[Sobre "Como esquecer um grande amor"]

por mauro judice
http://www.gizeditorial.com.br/maurojudice
28/7/2008 às
17h45 200.100.72.70
(+) mauro judice no Digestivo...
 
Pantanal e Guimarães Rosa
É isso, Taís; e é isso, Fernando. Pantanal é quase um livro. Guimarães Rosa gostaria de vê-la... E em vez do bobo Benedito ficar brigando na Justiça, deveria escrevê-lo com todos os diálogos que nos emocionam.

[Sobre "A simplicidade do humano em Pantanal"]

por Norma Nascimento
28/7/2008 às
17h16 201.58.244.9
(+) Norma Nascimento no Digestivo...
 
Arte não precisa fazer sofrer
Pra mim, desde que houve o rompimento com a ditadura da forma não faz sentido regredir, ou seja: não faz mais sentido tentar substituir a máquina fotográfica, mas sim superá-la. E para conseguir isso o artista precisa se dedicar ao estudo, descobrir como superá-la e em quê superá-la exatamente. Pessoalmente, acho que o que conhecemos como a "cena da arte contemporânea" virou mais um circo... não sei se isso é bom ou ruim, mas me sinto farta da arte que transgride, da arte que só quer romper, só quer fazer pensar sobre nada ou causar dor. Será que já não sofremos demais dia-a-dia? Parabéns pelo artigo.

[Sobre "A arte contemporânea refém da insensatez"]

por Cristina Jacó
http://www.desenhotudo.com
28/7/2008 às
15h22 201.67.93.120
(+) Cristina Jacó no Digestivo...
 
a arte pode ser tudo e nada...
Olá, Paula, parabéns, texto maravilhoso. Queria ter colocado a mão num texto desses por volta de 1997, quando estava na faculdade de artes. Queria poder esfregar umas verdades na cara de alguns professores. Porque justamente o que eles não ensinam é como sabermos o que fazer. Tudo que nos imputam é um coro de vozes a favor do sistema. Queria ter descoberto mais cedo que, tanto para um artista (eu) quanto para um "leigo", o que realmente importa é o que nós mesmos acreditamos, é a nossa verdade e, não, o modismo. Porque um dia o modismo virar a nosso favor. Já que correntes vêm e vão o tempo todo. Grande reflexão, abraços.

[Sobre "O valor da arte contemporânea"]

por Cristina Jacó
http://www.desenhotudo.com
28/7/2008 às
14h50 201.67.93.120
(+) Cristina Jacó no Digestivo...
 
Resultante de uma idéia
A junção de ousadia, trabalho e competência é o resultado da equação do sucesso. Parabéns, Julio, por ter sabido resolvê-la.

[Sobre "E assim se passaram dez anos..."]

por Antonio P. Andrade
28/7/2008 às
12h19 189.26.216.109
(+) Antonio P. Andrade no Digestivo...
 
As duas faces de Machado
Enquanto escritor, Machado de Assis é indubitavelmente o maior. Suas obras foram de extrema relevância no contexto literário mundial. Mas, nas questões relativas ao avanço ideológico do preconceito social e racial, era criticado por outro renomado, Lima Barreto, segundo o qual o mesmo - Machado - era omisso. No seu centenário, não há como deixar de lado essa nuance.

[Sobre "Machado sem corte"]

por Antonio P. Andrade
28/7/2008 às
12h12 189.26.216.109
(+) Antonio P. Andrade no Digestivo...
 
Da natureza dos contos
Imaginei que haveria no último parágrafo um desfecho para o impactante primeiro parágrafo. Não houve. Fica para o próximo, espero...

[Sobre "O amor que choveu"]

por Antonio P. Andrade
28/7/2008 às
11h58 189.26.216.109
(+) Antonio P. Andrade no Digestivo...
 
Lya Luft: genial e ímpar
Não bastasse ser um ser humano ímpar, Lya Luft é uma escritora genial, como poucas o são no Brasil.

[Sobre "O inventário da dor de Lya Luft"]

por Antonio P. Andrade
28/7/2008 às
11h53 189.26.216.109
(+) Antonio P. Andrade no Digestivo...
 
Realismo trágico
O texto demonstra a verdadeira faceta da tragédia. O riso é o outro lado desconhecido e escuro da dor.

[Sobre "Como esquecer um grande amor"]

por Antonio P. Andrade
28/7/2008 às
11h48 189.26.216.109
(+) Antonio P. Andrade no Digestivo...
 
A lenda de Jó
Interessantes as considerações de Mineo acerca de Jó que, segundo alguns historiadores, nasceu de uma lenda.

[Sobre "Não ria!"]

por Antonio P. Andrade
28/7/2008 às
11h42 189.26.216.109
(+) Antonio P. Andrade no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Fogo de Vista
Ramada Curto
Lisboa
R$ 15,00



A Hora Sexta: o Valor das Figuras Secundárias
José Miguel Pero-sanz
Quadrante
(2013)
R$ 7,00



As Profecias de Nostradamus
A. Gallotti
Record
(1981)
R$ 8,00



O Diabólico Cérebro Eletrônico
David Gerrold
Hemus
(1972)
R$ 15,00
+ frete grátis



Uma Canção Nas Trevas
Edgar Wallace
Círculo do Livro
R$ 5,00



Casa Limpa E Arrumada - Organize-se Para Cuidar Da Limpeza Sem Deixar De Viver
Donna Smallin
Gente
(2006)
R$ 17,00



Filosofia - Grandes Pensadores, Principais Fundamentos e Escolas Filosóficas
David Papineau
Publifolha
(2009)
R$ 65,00



English Plus Vol 1 - o Curso de Inglês do Século XXI (com Dvd)
Bbc
Globo
(2006)
R$ 10,00



Como Aproveitar Bem o Leite no Sítio Ou Chácara
M L a Behmer
Nobel
(1977)
R$ 5,00



Missão: Conquistar - Desejo 170
Maureen Child
Harlequin
(2012)
R$ 8,00





busca | avançada
86234 visitas/dia
2,1 milhões/mês