Ulisses SuperPop | Sílvio Medeiros

busca | avançada
50713 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> ØL Beer aumenta estrutura e foca em parceria com cervejarias ciganas
>>> MAB FAAP convida para oficinas gratuitas aos domingos
>>> O pop rock de Giovanna Moraes
>>> Companhia de Danças de Diadema apresenta-se no Festival Internacional de Dança de Taubaté
>>> Fábrica de Cultura Jardim São Luís recebe Canto das Ditas com tradução em Libras
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
>>> Olavo de Carvalho por João Cezar de Castro Rocha
Últimos Posts
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
>>> Fé e dúvida
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Corno em Série
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Le Bon Sebon
>>> Secos & Molhados
>>> Diário
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
>>> No banheiro com Danuza
>>> O dinossauro de Augusto Monterroso
>>> Risca Faca, poemas de Ademir Assunção
>>> O LEM e a LPB
Mais Recentes
>>> Atlas Colorido de Anatomia Humana de Mcminn de P. H. Abrahams; S. C. Marks Jr; R. T. Hutchings pela Elsevier (2003)
>>> Tesouro Disney a Conquista do Oeste de Nova Cultural pela Nova Cultural (1987)
>>> Introdução à Economia de Paul Wonnacott e Ronald Wonnacott pela Mcgrawhill (1985)
>>> Trans / Form / Açao - Revista de Filosofia de Universidade Estadual Paulista pela Usp (1981)
>>> A Cabeça de Hugo Chávez de Flavio Braga pela Record (2011)
>>> Desenho Mudo de Gustavo Bernardo pela Atual (2009)
>>> Branca de Neve e os Sete Anões Coleção Tesouro Disney de Walt Disney pela Nova Cultural (1987)
>>> Salomão, o homem mais rico que já existiu de Steven K. Scott pela Sextante (2008)
>>> Tesouro Disney Tio Patinhas, o Rei da Limonada de Nova Cultural pela Nova Cultural (1987)
>>> Instituições de Direito Público e Privado - 3ª Edição de Ruy Rabello Pinho / Amauri Mascaro Nascimento pela Atlas (1971)
>>> DEGAS / LAUTREC Painters Of Parisian Life de Keith Roberts pela Não Consta
>>> Wildlife de Richard Ford pela Flamingo (1990)
>>> Quatro Vidas de um Cachorro de W. Bruce Cameron; Regina Lyra pela Harper Collins (2016)
>>> Hidráulica Básica de Rodrigo de Melo Porto pela EESC USp (2006)
>>> Archimedes to Hawking de Clifford Pickover pela Oxford University Press (2008)
>>> 500 Trucos Sugerenciadas y Tecnicas de Internet de Dan Oliver pela Index Book (2008)
>>> Disney's - Beauty and the Beast: The International Sensation de Disney Consumer Products pela Disney Consumer Products (1997)
>>> Norwegian Wood - volume 4 de Haruki Murakami pela Kondashua
>>> All Set! Student Book 3 de Livia Donnini; Luciana Platero pela Thomson; Heinle (2007)
>>> Jubiabá 4 de Jorge Amado pela Martins
>>> Terra dos Homens coleção Sagarana Nº 2 de Saint Exupéry / Tradução: Ruben Braga pela José Olympio (1980)
>>> Tesouro Disney as Aventuras do Coelho Quincas de Varios Autores pela Nova Cultural (1987)
>>> Projeto Athos Geografia 8 Ano Roteiro de Aprendizagem de Sonia Castellar; Ana Paula Seferian pela Ftd (2014)
>>> Como Aprimorar a Gestão de Pessoas de Robert Heller pela Publifolha (2000)
>>> Getulio Vargas de Biblioteca de historia pela Tres (1990)
COMENTÁRIOS

Domingo, 21/9/2008
Comentários
Leitores


Ulisses SuperPop
Prezados Luiz Rebinski e leitores, caso classificássemos os textos literários por meio de tais critérios, isto é, fazendo uso de rótulos, qual deles empregaríamos ao "Ulisses", de James Joyce: SuperPop?! Por ocasião da edição de "Ulisses", a circulação do referido romance foi proibida na Inglaterra, nos E.U.A. e outros países quetais! Joyce já realizava a tal da "cultura pop" desde o início do século XX!

[Sobre "Literatura pop: um gênero que não existe"]

por Sílvio Medeiros
http://imprimis.arteblog.com.br
21/9/2008 às
20h20 201.43.158.202
(+) Sílvio Medeiros no Digestivo...
 
A verdade por trás das coisas
É curioso como sempre podemos encontrar em algum canto alguém capaz de nos mostrar a verdade por trás de todas as coisas, não? Se este filme não trouxesse críticas como a sua, nem poderia, ao meu ver, ser considerado uma obra bem realizada. Obrigado por fazer a coisa toda funcionar.

[Sobre "Império dos Sonhos, de David Lynch"]

por Zé Reinaldo
21/9/2008 às
17h40 189.25.109.244
(+) Zé Reinaldo no Digestivo...
 
Outros caminhos
Acho que blogueiros poderiam aprender a capitalizar seus sites com este Digestivo, que o faz muito bem, diga-se de passagem.

[Sobre "E os blogs viraram mainstream..."]

por Adriano
http://eticapolitica.com/blog/
21/9/2008 às
16h09 201.95.213.142
(+) Adriano no Digestivo...
 
Odir, um exemplo
Eu tenho a felicidade, posso dizer assim, de conhecer um pouco o Odir, sempre nos falamos por telefone sobre seus livros de esporte e seus projetos sobre livros desta área, mas em ocasiões de lançamentos de seus livros acabamos nos encontrando, nos vendo, enfim. Lendo a entrevista ao Julio, reconheci em cada palavra o Odir, que, apesar de ter pouco contato no dia a dia, é o Odir que vejo quando nos encontramos: um homem desprendido de vaidades pessoais e materiais, que recebe de mesma maneira um repórter de um grande veículo de comunicação, como recebe um repórter de uma veículo de comunicação "nanico". E quanto o viver simples é a mais pura verdade, ele faz de momentos simples como um café da tarde em sua casa e um brinde de um bom vinho numa noite de autográfos a mesma coisa, ou seja, coisas importantes, momentos importantes. Só me resta desejar sorte com a nova obra, e torcer para o sucesso editorial do livro, porque o Odir como já é um sucesso.

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Luiz Carlos
http://www.bolaelivros.blogspot.com
20/9/2008 às
20h54 200.153.164.104
(+) Luiz Carlos no Digestivo...
 
falando em literatura pop
O que está em jogo não é classificar ou não um texto como sendo pop. Creio que o ponto crucial é colocar em cena a discussão a respeito de aspectos comuns encontrados nesses textos. Além disso, falar em literatura pop não significa enquadrar escritores de décadas diferentes e apagar qualquer particularidade relativa aos seus textos e contextos. Penso que o rechaço do termo literatura pop pode estar muito mais relacionado com um desejo ainda freqüente de se conferir à literatura um status inquestionável de ALTA cultura, prssupondo uma fronteira intransponível entre o alto e o baixo (a cultura pop). Quanto aos critérios para se considerar algo literatura pop, existem trabalhos acadêmicos (provavelmente ignorados pelos alvos dessas críticas) que os definem de maneira bastante precisa e sistemática.

[Sobre "Literatura pop: um gênero que não existe"]

por Antonio Eduardo
20/9/2008 às
11h41 189.104.89.49
(+) Antonio Eduardo no Digestivo...
 
viver o que se escreve
Belíssima entrevista. Acompanho a "construção" do escritor Odir Cunha desde os primeiros versos, naquelas madrugadas da adolescência e seu crescimento como ser humano foi se revelando, passo a passo, em todas as suas fases como escritor. Acho até que toda a longa e brilhante carreira jornalística foi, na verdade, um preparo para que o escritor Odir pudesse atingir a qualidade almejada e que seus livros pudessem emocionar as pessoas. Para viver de escrever é preciso viver o que se escreve. É isso aí, Odir!

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Marcos Magno
20/9/2008 às
11h07 189.33.12.163
(+) Marcos Magno no Digestivo...
 
nossas nuances próprias
Acho válida, por uma busca de padronização, porém, com toda a certeza continuaremos a ter nuances próprias, personalí­ssimas, como a de Guimarães Rosa [Cuiabá - MT]

[Sobre "Promoção Cartas de Antônio Vieira"]

por eduardo mendes
20/9/2008 às
09h49 201.25.75.168
(+) eduardo mendes no Digestivo...
 
Odir Necessário Cunha
Odir é ótimo. Tenho o privilégio de acompanhar muitas de suas idéias, a partir de livros, artigos e comentários. Não bastassem suas qualidades profissionais, ainda é torcedor do glorioso Santos Futebol Clube, que homenageia, constantemente, seja com seus livros, seja com suas colunas. Odir faz das circunstâncias oportunidades de revigorar princípios essenciais, com retidão e perspicácia. Parabéns, Odir.

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Waldir Santana
20/9/2008 à
00h19 201.27.62.181
(+) Waldir Santana no Digestivo...
 
jornalismo como especialização
Também sou fã do Odir como jornalista, escritor e como pessoa. Parabéns pela entrevista. Porém, como ex-aluna de Jornalismo da ECA, acho escolas de jornalismo uma distorção intelectual: qual é exatamente a área a ser estudada em 4 anos? Creio que outros cursos (Economia, História, Ciências Sociais, Letras etc.) podem formar jornalistas gabaritados a escrever em editorias específicas. No máximo, jornalismo deveria ser um curso de especialização. Isto não quer dizer que não há bons jornalistas formados em escolas de jornalismo. Também exerço uma profissão "vilipendiada": sou atriz e "todo mundo é ator", basta ser modelo, miss etc. Porém, acho a luta sindical mais válida quando ela não impede o acesso à profissão, mas garante condições de trabalho dignas para todos que exercerem o ofício. Enfim, são questões que dão muita discussão. E o legal é que teremos mais um livro do Odir pra ler. Muitos mares para esse BARQUEIRO DE PARATY. E muitos sonhos para todos nós!

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Maria da Graça Berma
19/9/2008 às
17h48 201.6.233.194
(+) Maria da Graça Berma no Digestivo...
 
vive o que escreve
Além de toda e qualquer consideração a respeito do Odir, foi nos bastidores, no território de uma amizade de 38 anos, que pude conferir a ele a condição de amigo especial e verdadeiro. Transparente e engraçado, vive grande parte de tudo o que escreve e está sempre nos emocionando. Odir, que delícia de livro!

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Jen Melo Romão
19/9/2008 às
15h53 189.33.42.86
(+) Jen Melo Romão no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Negociação Internacional
Dante Pinheiro Martinelli
Atlas
(2004)



Clássicos Multieducativos - Infantil
Não Identificado
Todo Livro



Forma
Fernanda Oliveira
Imprimatur
(2018)



Pamela e Satã Ou Virtude Ainda Recompensada
Upton Sinclair
Melhoramentos



Teatro Sueco Contemporáneo (Em Espanhol)
Par Lagerkvist, Ragnar Josephson, Stig Dagerman, Hjalmar Bergman e Vilhelm Moberg
Aguilar
(1960)



Crítica da Modernidade
Alain Touraine
Vozes
(1994)



Com o Amor Não Se Brinca
Mônica de Castro
Vida e Consciencia
(2002)



Last Chance Saloon
Marian Keyes
Perennial
(2003)



Física Objetivo - Livro 3 - Mecânica e Etc
Vários Autores
Objetivo



O agênero
Robson Pinheiro pelo espírito Ângelo Inácio
Casa dos espíritos
(2015)





busca | avançada
50713 visitas/dia
1,8 milhão/mês