Viver sem literatura | Albarus Andreos

busca | avançada
40230 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 17/12/2009
Comentários
Leitores


Viver sem literatura
Gostaria de compartilhar que, já há algum tempo, retirei esta pergunta do meu caderninho. Rabisquei-a com alguma raiva por ter uma resposta, mas uma resposta que não me satisfazia, como se esperasse que alguma mágica saísse dela e me fizesse melhor. Aprendi na pós-graduação (pois, por alguma razão, não acreditaria nisso se não fosse através das vozes de doutores): literatura não serve para nada! A literatura é um fim em si mesmo; você pode até ler para "ser uma pessoa melhor", para "aprender com a vivência de outros", "para sonhar" etc., mas tudo isso pode ser obtido também através de outros meios, como sugerido (o cinema, uma boa conversa com o pai, ou remédios tarja preta). Mas, ao saber que a literatura é só literatura, vim a descobrir que é importante por si mesma, passei a vê-la como algo maior. Cada filme, cada peça de teatro, cada graphic novel... veio através da literatura, ou foi construída através dela. A literatura é grande, um ser autônomo deste mundo, sem a qual vivo, mas pior.

[Sobre "Literatura para quê?"]

por Albarus Andreos
http://www.charranspa.blogspot.com
17/12/2009 às
09h21 136.2.1.101
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
A mulher pública
A mulher, em todo o seu contexto histórico, apresenta mudanças sociais e culturais. Levando em consideração o termo "mulher pública", no passado era atrelado às mulheres da vida promíscua: prostitutas, sem perspectiva de vida socialmente aceitável. Hoje, esse termo ganha outro significado: a mulher mostra sua cara ao mundo, ela interage com a sociedade de uma forma mais positiva. O machismo, como na definição do dicionário, trata de dominação, relação de poder. E o homem vê a mulher como "sua", para dominá-la, adestrá-la, consertá-la, deixá-la ao seu gosto. Ela não é um ser igual a ele: É um objeto de afeto. Um objeto para ele dominar numa relação de cima para baixo (AFRODITE, 2008). Entretanto, muitas conquistas foram percebidas por parte das mulheres. Elas entraram no mundo cultural, do negócio e da política; conquistaram o direito à  vida, direito esse tão negado historicamente e, em alguns casos, atualmente. A mulher, que era um ser invisível, hoje mostra ao mundo sua competitividade e qualidade no mercado de trabalho. [Jaraguá do Sul - SC]

[Sobre "Promoção Mulheres, trabalho e arte do savoir faire"]

por Helton Abreu
17/12/2009 às
08h59 187.52.133.22
(+) Helton Abreu no Digestivo...
 
A força da mulher...
A mulher despertou no homem o sentido da concorrência sexual, onde o homem, pela sua formação machista, não admite perder grandes cargos. Elas são mais ágeis, mais inteligentes e têm grande poder de decisão. Apesar de que, ainda, em pequena escala... É, porém, através da força da mulher... que está mudando a forma de se viver no planeta, e para bem melhor! [Crato - CE]

[Sobre "Promoção Mulheres, trabalho e arte do savoir faire"]

por Jackson de Oliveira
17/12/2009 às
08h57 187.90.108.76
(+) Jackson de Oliveira no Digestivo...
 
Graça ético
Pensar Graciliano é também entender a responsabilidade social de um escritor, que colocava o processo ético em seu trabalho e na sua práxis de vida.

[Sobre "Graciliano Ramos, o gigante"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
16/12/2009 às
21h09 189.79.223.149
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
O quebranto da Forbes
O problema para ele é que essas revistas comerciais têm uma tremenda duma mufa. Quem aparece na capa tem que ir na benzedeira para tirar a catiça. Vamos virar uma cachaça para tirar esse quebranto que a Forbes pôs nele.

[Sobre "Steve Jobs, o CEO da década, segundo a Forbes"]

por Felipe Pait
http://fmpait.blogspot.com/
16/12/2009 às
19h01 70.19.137.240
(+) Felipe Pait no Digestivo...
 
O Adnet
Gosto bastante do Adnet, e penso que, no futuro, o "Pânico da TV" e o "Hermes e Renato" serão lembrados com a mesma importância que se dá à "TV Pirata". Os que vieram do stand-up foram para a televisão e creio que perderam muito da graça; eu podia gargalhar com o Seu Merda, do "Terça Insana", no YouTube; mas a sua versão politicamente correta, o Seu Banana, não consegue nem um sorriso amarelo. Nas tirinhas, penso que o Angeli é o maior, agora que o Laerte assumiu uma postura mais reflexiva e/ou absurda. No humor escrito, não conheço ninguém que se compare ao Verissimo, com exceção do Alexandre Soares Silva. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Espiões"]

por Duanne Ribeiro
16/12/2009 às
12h18 189.62.247.31
(+) Duanne Ribeiro no Digestivo...
 
Meu bom vendedor baiano...
Ué... Mas eu pensava também que livraria era lugar de se folhear livros! Ou alguém compra algo sem ver do que se trata? Aliás, sim, compro livro sem ver, pela internet, mas só porque é mais barato. Agora, se não puder folhear na livraria, vou comprar lá por quê? E, não! Antes que você já me rotule de "pessoa que dá piti com vendedor", eu não sou violento (abraços so Dr. Sívio de Medeiros, grande saudade do Leia Livro e de sua gentileza sempre presente!!)! Livro de criança, com encarte e figurinha de dinossauro dentro, tem até razão para se manter lacrado, mas deve existir sempre um reservado, já aberto, para o cliente que quiser ver as tais figurinhas. E ninguém é obrigado a comprar qualquer produto que seja, se não quiser. Se você tem um emprego numa livraria é para atender o comprador, sim! Você só está lá porque existe uma vaga para a função que diz que você deve fazer isso. Agora, se você não quer ter "trabalho" de abrir o livro... Meu, se mata.

[Sobre "História (não só) de livraria"]

por Albarus Andreos
http://www.charranspa.blogspot.com
16/12/2009 às
10h10 136.2.1.101
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
Leandro Hassum: revelação
Leandro Hassum, porque ele não precisa de um texto para ser engraçado, ele tem piadas na ponta da língua: tudo ou quase tudo se transforma em humor com Leandro Hassum. Ele é uma revelação no humor brasileiro nos últimos tempos. [Londrina - PR]

[Sobre "Promoção Espiões"]

por Geisa da Silva
16/12/2009 às
08h29 201.54.95.253
(+) Geisa da Silva no Digestivo...
 
Bruno Mazzeo
Ele parece entender o quanto a vida cotidiana da classe média é medíocre e, por isso, bizarra. [Maringá - PR]

[Sobre "Promoção Espiões"]

por Wilame Prado
16/12/2009 às
08h28 187.23.182.26
(+) Wilame Prado no Digestivo...
 
Tristes seres esses
Esse é um animal que eu odeio: Cliente. Trabalhei durante anos em uma grande rede de supermercados, e posso dizer que saí de lá descrente na humanidade, tamanha a falta de educação e civilidade desse bicho, o cliente. Acho que são pessoas solitárias, que na falta de habilidade social, e no desconhecimento das regras mais básicas da assertividade, tentam chamar alguma atenção para as suas tristes existências dessa maneira ridícula, incomodando quem vier pela frente.

[Sobre "História (não só) de livraria"]

por Helton
15/12/2009 às
22h26 189.26.215.124
(+) Helton no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




VIAJANDO PELA EUROPA E PELO MUNDO
JOSÉ CRETELLA JUNIOR
T A QUEIROZ
(1985)
R$ 10,49



NINGUÉM É DE NINGUÉM
HAROLD ROBBINS
RECORD
(1954)
R$ 5,00



RESTAURANTE ANIMAL (LACRADO)
BLANDINA FRANCO, JOSÉ CARLOS LOLLO
FTD
(2015)
R$ 44,00



SUPERNOVA - O ENCANTADOR DE FLECHAS
RENAN CARVALHO
NOVO CONCEITO
(2015)
R$ 26,00



VERBRAUCHERPRIVATRECHT
PETER BÜLOW E MARKUS ARTZ
C. F. MÜLLER
(2016)
R$ 30,00



A CORRIDA PARA O SÉCULO XXI
NICOLAU SEVCENKO
COMPANHIA DAS LETRAS
(2002)
R$ 16,11



NAZISMO COMO ELE PÔDE ACONTECER 7980
EDUARDO SZKLARS
ABRIL
R$ 21,00



CLAUDIUS THE GOD AND HIS WIFE MESSALINA
ROBERT GRAVES
RANDOM HOUSE
(1989)
R$ 40,00



RELAÇÕES SEXUAIS: SUA TÉCNICA ANTES E DEPOIS DO CASAMENTO
VAN DE VELDE
DO AUTOR
(1976)
R$ 7,90



O TAPETE VERMELHO
MARTA LYNCH
EXPRESSÃO E CULTURA
(1973)
R$ 7,00





busca | avançada
40230 visitas/dia
1,3 milhão/mês