Ao Helion | Chico

busca | avançada
44847 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 17/9/2002
Comentários
Leitores


Ao Helion
Bom, primeira coisa, incorreção gramatical não é apelação. Não é qualquer um que pode criar neologismos (ou que se sinta no direito de). No caso de extudantes (de minha autoria), foi um erro proposital, que, caso não tenha compreendido, recomendo que leia um pouco mais de livros para criar um conceito chamado "entrelinhas", que infelizmente me parece ausente em você. Não é problema, pois nem todos conseguem desenvolvê-lo total e completamente, mas quando se lê um texto e faz-se um comentário dele, é de se supor que a pessoa tenha um mínimo de conhecimento disso, ou humildade para admitir a falha. Outra coisa, não direcionada ao titular de meu comentário - acho que falar que o paulistano teima em ignorar uma realidade é jogar a culpa sobre outras pessoas, que tem outra realidade para resolver. Que tal ao invés de falar que nós os paulistanos "do mal" não olhamos para vocês, tentar não vender a imagem de "como sou coitada" e lutar para conquistar o lugar no mundo? A vida não é fácil para ninguém, e o mundo não pára para olhar cada ser humano, um a um. Desculpe, mas acho absurdo esse tipo de comentário. Uma última coisa - pelo que percebo, não é o cunho (entende essa palavra, helion? ou quer que eu te explique?) do texto do autor que atrai polêmica, ou pretende atrair. É o autor - é normal que, quando algo é bem escrito e revela as feridas que não devem ser reveladas, alguns vermes saiam dela e apareçam, e esse é o caso, mas especificamente, me parece que alguns "vermes" (sem desrespeito - é uma METÁFORA) esperam determinadas feridas serem reveladas. Pensem nisso, ok? Não quero gerar polêmica, muito menos mais Kilobites para o site (o que deveria ser bom), e concordo que os comentários deveriam ser sobre o texto - mas nesse caso, senti uma indireta para mim que achei cabível responder. Repito - qualquer comentário referente a minha pessoa, mande para o meu e-mail, não use para agredir o autor. Obrigado. Abraços Chico

[Sobre "Festa na floresta"]

por Chico
17/9/2002 às
13h30 200.153.112.50
(+) Chico no Digestivo...
 
Risos
Engraçado ver como as pessoas se engalfinham na tentativa ensandecida de defender interesses próprios. Quando a situação aperta, aí o nível cai mesmo e a única defesa é o xingamento. Pra quem começou o texto com a foto de um casal de macacos, responder a um dos comentários atacando mulheres inimigas de perfume e cera quente é o reflexo mais adequado. Só espero que as farpas anti-erros de português desses letradíssimos senhores não pairem também contra o meu nome. É que sou filha de nordestinos, colonizados e sofridos, filhos de uma realidade que vocês paulistas e paulistanos teimam em ignorar.

[Sobre "Festa na floresta"]

por Daiany
17/9/2002 às
11h30 200.217.212.2
(+) Daiany no Digestivo...
 
216 Kbytes
Por mais comentários suicidas que postem, os alunos-instituição da USP (e seus defensores) não conseguem esconder as evidências de que não aceitam diálogo. Sempre usam a desculpa de que o colunista foi grosseiro em seu texto, preconceituoso, mal fundamentado etc. Mas até agora só vi todos ignorarem o comentário do Felipe, que até propõe um grupo de discussão. Ninguém quer discutir. E se quer, não quer dar o braço a torcer. E esse pessoal que diz que o Eduardo não tem coragem de encarar um debate cara a cara é muito hipócrita, pois se ele organizasse um seria provavelmente linchado (senão fisica, ao menos verbalmente). Qualquer um que discorde (substancialmente, e não apenas em detalhes) em público dos donos da verdade recebe em troca vaias e a impossibilidade de falar, como aconteceu com Colin Powell na ONU. Tristemente, chegamos a 216 Kb e quase nada de discussão. A página deve estar demorando "décadas" pra carregar nas conexões discadas. A todos os adeptos da verborragia, gostaria de fazer uma sugestão para a próxima vez: que tal pegar alguma idéia do texto e analisar? Ah, já sei, não tem idéia nenhuma no texto, né? Ah, sei...

[Sobre "Festa na floresta"]

por Evandro
17/9/2002 às
11h06 200.167.234.227
(+) Evandro no Digestivo...
 
não me faça rir tanto...
Hahaha....neoliberais defendendo o lucro justo e trocando figurinhas...só podia ser entre esses colunistas mesmo!

[Sobre "Capitalismo sob fogo cerrado"]

por cassia
17/9/2002 às
10h10 143.107.17.224
(+) cassia no Digestivo...
 
Coincidência
Coincidentemente, Evandro, acabou de chegar aqui em casa a edição comemorativa do livro de Hazlitt, que encomendei pela Amazon. Estou ansioso para começar a lê-lo. Abração,
Eduardo

[Sobre "Capitalismo sob fogo cerrado"]

por Eduardo
17/9/2002 às
09h46 200.213.203.147
(+) Eduardo no Digestivo...
 
Respeito
Por ser este tema do meu interesse, estou acompanhando as mensagens e vendo o quanto a falta de respeito é prejudicial ao debate do qual saem idéias e não inimizades ou birras. Vou direto ao ponto: Eduardo (respondo a você por ter sido a sua mensagem ofensiva a mim, diretamente, mas outros, falando contra você, foram igualmente ofensivos), freqüento o lugar de "inimigas do banho e da cera quente" há um certo tempo, e posso dizer sem titubear que há mulheres ali que são assim, posso também dizer que não são a maioria, e não faço juízo de valor quanto a isso. Posso também dizer que num ícone da "civilização" que você tanto prega, a Alemanha, motor da União Européia e berço da moderna filosofia ocidental (isso sem falar da pós-moderna), as mulheres não se depilam, e nem tomam tanto banho assim (não adianta dizer que com o clima elas não transpiram, que isso é conversa fiada). Cuidado com a carga de preconceito que se coloca em cada afirmação. Quem disse que cocar é sinônimo de atrazo? Desde quando o branco europeu está na frente? Se está, por que raios você não se movimenta contra a cera quente e o banho? Preconceito e generalização são inimigos poderosos dos pesquisadores sérios. Os não sérios, esses não se preocupam, interessa meramente a retórica minimamente convincente, mesmo que vazia...

[Sobre "Festa na floresta"]

por Ricardo
17/9/2002 à
01h56 200.191.116.253
(+) Ricardo no Digestivo...
 
uma crítica inteligente
Caro Julio, Avisada por meu amigo Ruy Castro da sua resenha sobre meu livro no Digestivo, li-a com toda a satisfação que se pode sentir ao se ler uma crítica inteligente, bem feita e bem escrita a um trabalho que me custou dois anos de muuuuuito esforço. Gostei muito mesmo. E por ter gostado tanto, me senti à vontade para chamar a tua atenção para algumas coisinhas: 1. Meu livro é sobre a busca do amor na Internet, e não apenas do sexo. 2. Estão nele tanto os adolescentes plugados quanto os casais de meia-idade querendo acabar com a sua solidão e TAMBÉM o que você chamou de "classe média", que, acredito, seja a turma dos 30 aos 40 anos, talvez. Você diz que há poucos deles, e eu discordo. Há vários. No entanto, eu, que tenho meus 48 anos, me senti cabendo perfeitamente na tua descrição, pois atravessei tanto a era dos bailinhos e dos portões de escola quanto atravesso agora a era dos chats, dos sites, das webcams. 3. Não foi nada fácil fazer as pessoas contarem as histórias, pelos motivos que, aliás, você descreve no primeiro parágrafo do teu texto. Perdi várias histórias quando o livro estava quase pronto. Daí ter ficado mesmo impossível "contemplar todas as possibilidades", embora eu tenha tentado. 4 - Não sei se as análises dos psiquiatras pecam pela incompreensão do veículo Internet. Na verdade, acho que eles, tanto quanto eu, estavam preocupados porque a mídia tem procurado vender a Internet, nos últimos anos, como uma fantástica agência de casamento, onde todos os príncipes e princesas estão à nossa espera. E como eu comprovei que a realidade NÃO é essa, e demonstrei isso, penso que os psiquiatras consultados se preocuparam em alertar as pessoas para não serem ingênuas. 5 - Você diz que eu, frustrada com a Internet, "condeno-a sem apelação". Discordo. Eu digo que está difícil namorar na Internet atualmente, devido ao excesso de mentiras e devido ao fato de que as mulheres teclam buscando amor e os homens teclam buscando sexo fácil. Eu também digo que na Internet você encontra as mesmas pessoas e decepções que encontra nos bares, restaurantes e boates. Para mim, a Internet não é um "mal em si", mas um veículo de comunicação extremamente válido. O que eu lamentei foi que, por enquanto, as pessoas estão usando muito mal esse veículo. Mas eu acredito no ser humano, e penso que esse quadro vai mudar em poucos anos. De qualquer maneira, qualquer autor fica feliz quando vê que uma crítica foi feita sem pressa, com cuidado, contrapondo o que considera pontos favoráveis e pontos desfavoráveis da obra. Fiquei muito feliz com a sua crítica. Já estava e-xaus-ta de ver jornalistas furiosos comigo porque eu OUSAVA contar que cerca de 97% dos relacionamentos tentados na Internet, atualmente, NÃO dão certo -- o que contraria a imensa maioria das matérias que têm saído a respeito. Os colegas esqueceram que eu não me debrucei sobre a Internet por 2 dias ou 2 semanas, mas por 2 longos anos. Você me pareceu entender muito bem esse, digamos, detalhe... Um grande abraço Alice Sampaio

[Sobre "A internet e o amor virtual"]

por Alice Sampaio
16/9/2002 às
23h08 200.158.198.210
(+) Alice Sampaio no Digestivo...
 
Eduardão, Fofa, Amiguinho
Se tivesse lido direito, Aguinaldo, veria que foi na mensagem que te antecedeu (38) que alguém se mostrou horrorizado com os erros de português dos outros. De minha parte, isso não me impressiona nem um pouco. Me chama muito mais a atenção a turma enrustida que apela pra provocação pessoal, certamente por ser mal resolvida e não conseguir argumentar. Por isso mesmo está claro, meu caro, que não irei ajudar com o teclado a quem só consegue se expressar na base do tratamento de Eduardão, Fofa, Amiguinho. Seu problema, rapaz, é outro. Não tem cura não, mas é altamente respeitável.

[Sobre "Festa na floresta"]

por Helion
16/9/2002 às
20h15 200.154.217.13
(+) Helion no Digestivo...
 
Direito a resposta
Satisfeito.Foi assim que fiquei ao saber que a minha mensagem foi lida , por você Alexandre.Admiro , aqueles que como você , se prestam a reponder às mensagens dos seus leitores.Diferente da legião de comunicadores vaidosos e prepotentes da nossa mídia. Admito ter simplificado , a vida e obra ,do Ferréz.Minha visão sobre o seu trabalho é muito mais emotiva do que analitica, pois está é tarefa sua.Você , Alexandre, pode estar realizado com o prazer do seu trabalho.Aconteceu este imprevisto,talvez. Encontrei críticas , infundadas e até mesmo agressivas ao companheiro Ferréz, não podendo deixar de defende-lo. Espero encontrar aqui um espaço para resposta do Ferréz(direito de resposta), tendo como eixo o valor da sua obra. É preciso ficar claro: A cultura nacional não vive em escritórios refrigerados.Boas-vindas a Literatura Marginal.

[Sobre "Três Idiotas"]

por Leandro
16/9/2002 às
19h52 200.223.70.148
(+) Leandro no Digestivo...
 
Não..ruim não...mas evolutivo?
Olá Gian, obrigado pelo pelo retorno. Pode ser que seja uma postura apocalíptica sim, pois ela está embasada no movimento pós-moderno e da indústria. Como dito antes, ela pode ser construtiva e evolutivs, mas só se ela for atrativa para o mercado consumidor.E o mercado evita ivenção e sim quer reivenção...é como se inventasse a roda dia a dia.Essa veinculação com o mercado é que mata a Arte como essencia, e passa então a ser produto. A cultura POP exige essa conversa com o mundo. Tô falando de modo mais generalista, ok? Indico para todos, caso não tenham lido, os materiais na Internet, livros... sobre o movimento pós-moderno, na arte e na sociedade. É muito importante essa leitura. Gian, espero mesmo que a cultura POP traga benefícios para a sociedade, eu adoraria escutar uma Música POP com extrema evolução erudita e cultural. Um grande abraço Felipe

[Sobre "Cultura pop"]

por Felipe Boclin
16/9/2002 às
18h54 200.222.91.35
(+) Felipe Boclin no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A IMPLOSÃO DO COMUNISMO - ESPECIAL
MANCHETE, Nº 1958 DE 28 DE OUTUBRO DE 1989
BLOCH
(1989)
R$ 35,28



BALANÇO DA BOSSA E OUTRAS BOSSAS - 5ª EDIÇÃO - 4ª REIMPRESSÃO
AUGUSTO DE CAMPOS
PERSPECTIVA
(2015)
R$ 60,95



LA MUSE BUISSONNIÈRE
ANDRÉ DAYEZ AUTOGRAFADO
LOZÉ-BERTRAND
(1974)
R$ 12,00



MEMÓRIAS DE UM VIAJANTE ANTIQUARIO
JOSÉ CLAUDINO DA NÓBREGA
RAÍZES ARTES GRÁFICAS
(1984)
R$ 180,00



OS CATADORES DE CONCHAS
ROSAMUNDE PILCHER
BERTRAND BRASIL
(1997)
R$ 30,00



TÓXICO E ALCOOLISMO - ORIENTAÇÃO PARA TODOS
EDSON FERRARINI
DAG
R$ 14,00



ZÔHAR TEXTO INTEGRAL VOL 1
RABI SHIMON BAR IOCHAI; DIEGO RAIGORODSKY
ANNABLUME
(2013)
R$ 60,00



A FILHA DO INCA
MENOTTI DEL PICCHIA
SARAIVA
(1949)
R$ 9,00



VENCENDO A CRISE
THOMAS PETERS E ROBERT WATERMAN JR
HARPER E ROW DO BRASIL
(1983)
R$ 4,50



AS THE FUTURE CATCHES YOU:
JUAN ENRIQUEZ
CROWN BUSINESS
(2001)
R$ 17,00





busca | avançada
44847 visitas/dia
1,1 milhão/mês