Minha gata, Mininha. | Ana Veras

busca | avançada
56427 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 5/12/2001
Comentários
Leitores


Minha gata, Mininha.
Sergio, Donde é que vc veio, nesta manhã de sol, que, eu, te contrariando, adoro??? Que texto divertido, leve, e, ao mesmo tempo, cheio de significados...De onde quer que tenha vindo, benvindo seja! A propósito, a história do seu galinho, me trouxe uma doce lembrança. Eu morava no interior e tinha (no fundo ainda tenho, mas a minha logística paulistana atual não permite) a mania de levar pra casa tudo que era bicho que achava abandonado na rua. Tinha cachorro, papagaio, tartaruga, etc.. Um dia encontrei uma gatinha com algum problema, nas patas trazeiras, que a impedia de andar normalmente. Ela se arrastava. Morri de pena e, correndo risco de ser expulsa (minha mãe já andava de saco cheio do meu "zoológico delinquente"), a levei pra casa. Suportei a bronca da mãe, tratei a gatinha a leite e mel, por assim dizer, e ela foi melhorando, melhorando, até que um dia, quando estava realmente forte e curada, ela simplesmente pulou o muro e sumiu! Nunca mais a vi. Gatos são assim, pertencem a ninguém e, por isso mesmo, eu realmente os adoro. A fuga da Mininha me chateou naquela época. Mas hoje, lembro, com ternura e saudades, do tempo em que ela acompanhava minha solidão adolescente. E fico feliz constatando que a docura sobreviveu mesmo à sua ingratidão. Abraços, Ana.

[Sobre "Meu galinho Josué"]

por Ana Veras
5/12/2001 às
12h05 199.228.142.5
(+) Ana Veras no Digestivo...
 
Clonagem
Belo texto... A clonagem é um daqueles avanços onde não adianta alguém querer interromper... nem o papa... é como a globalização... O melhor é relaxar e aceitar. Daqui uns 10 anos vai ser um assunto normal, por mais que tenham uns protestos... como o aborto. Você pode gostar ou não gostar, mas vai continuar existindo. E aí, o que o papa ou os protestantes irão fazer quando tivermos um monte de moleques clonados, bochechudos e bonitinhos? Vão tratá-los mal? Vão tirar seus direitos? Acho que não. E nesse momento, a clonagem vencerá.

[Sobre "Replicantes em Gotham City"]

por Juliano Maesano
4/12/2001 às
22h49 200.158.22.241
(+) Juliano Maesano no Digestivo...
 
Abram as cortinas...
Oi, Kátia! Particularmente, adorei sua materia sobre o teatro e a idealização que as pessoas tem sobre o mesmo. Existe um ilusão muito grande dos que procuram os palcos em busca de fama, são pessoas que não sentem a essencia de se atuar, não sentem qual é o verdadeiro valor de estar em um palco, para uma ou mil pessoas. Hoje, as pessoas buscam o teatro, pelo que ela carrega, muitas vezes de um grande ator da novela das oito. Aliás, quantos não são os rostos bonitos da telinha, que não sabem o básico da interpretação? Inúmeros. E quanto não são os taletos que estão em palcos teatrais, e jamais "venderiam a alma a televisão". No fundo, ainda sou amante da era da cavalaria. Teatro ao ar livre ao povo. Muita paz, força e alegria. Anderson

[Sobre "O ator e o teatro hoje"]

por Anderson Soares
4/12/2001 às
14h06 200.182.49.34
(+) Anderson Soares no Digestivo...
 
O Jornalista Imbecil III
Lamentavelmente, as análises feitas no Brasil sobre a televisão baseiam-se em estereotipos. Quando se fala em produções norte-americanas, logo se vem a mente aqueles enlatados horriveis: seriados, minisséries, filmes para TV, etc. Mas muita coisa boa é produzida pelas emissoras de lá. Exemplos? Ecce Homo - série produzida no Canadá, que poderia ocupar o horário nobre de nossa TV Cultura. Cada programa da série aborda um tema específico: humor, cidades, guerra, mulher, informática, etc. Apesar de apresentar a visão norte-americana a respeito do mundo, essa séria nos convida a fazer uma reflexão sobre o passado, presente e futuro da humanidade. Essa é a qualidade fundamental: a TV deve convidar o espectador a pensar, refletir, questionar o mundo em que vivemos, sem querer definir o que é certo ou errado. Séries e documentários da PBS - A Public Broadcast Service é a emissora pública dos EUA. A atual direção da TV Cultura, sempre muita criativa, tentou imitar o modelo adotado pela PBS. Acontece que a emissora pública dos EUA teve a sinceridade de assumir o papel de babá eletrônica, mantendo uma programação voltada para crianças de até 10 anos de idade. Coisa típica do pragmatismo norte-americano. Entretanto, durante o "horário nobre", a PBS exibe séries e documentários de excepcional qualidade. Recentemente, a emissora exibiu uma ótima série sobre a história do jazz. Neste mês de dezembro, a PBS está apresentando a produção Shaolin, que conta a história do místico templo chinês e o surgimento do Kung Fu. Já pensou a nossa TV Cultura mostrando a história das artes marciais? Seria um escândalo, um incentivo a violência, cultura inútil... Fox - esta emissora é considerada o SBT dos EUA, por causa de seus programas populares, tipo "mundo-cão": "Os Vídeos mais Incríveis...", "Os Criminosos mais Procurados...", "Quem quer se casar com um milionário...", etc. Entretanto, a Fox também possuí atrações que merecem elogios. Eu prefiro a crítica social contida nos desenhos animados da Fox do que aqueles enfadonhos debates exibidos na TV Universitária. NBC - Mais vale uma sitcom da NBC do que aquela psicóloga que está sempre presente nos programas da TV Cultura, falando o que os jovens devem ou não fazer. CBS/ABC - Pobre coitado do Jô Soares, seu programa não passa de uma imitação dos talk-shows destas duas emissoras. TV Paga - aí é uma festa. Quase toda grande instituição norte-americana mantêm algum programa de TV no ar. Veja, por exemplo, o velho Tradição Ocidental, atualmente em exibição na TV Câmara. Ou o Mecânica Popular, Invenções, Ciência Popular, National Geografic, Arqueologia, Nova, etc,etc,etc... No Brasil, o pessoal simplesmente preenche um estúdio com uma bancada e três cadeiras. Depois, afirma que está elevando o "nível da TV brasileira". É verdade que a TV norte-americana também exibe muita porcaria. Porém, o mais importante é que o espectador pode escolher o que quer assistir. Você não gosta de mundo-cão? Então muda de canal. Faça a sua escolha. Essa é a regra adotada nos EUA. No Canadá, a principal emissora, que é estatal, teve que popularizar sua programação para continuar mantendo a audiência, e os anunciantes. TV é entretenimento. Baixou o nível? E daí? Existem outros canais, com ótimas opções, alguns de "elevado nível cultural". Mas a maioria deseja relaxar, aliviar a tensão, rir, se divertir.... É assim que funciona... em todo o mundo... No passado, o computador só serviam para cálculos, controles, etc. Hoje é um vídeo-game, uma fonte diversão, lazer e entretenimento. Os mais antigos podem torcer o nariz. E daí? Assim também é a televisão, que já surgiu como um meio de entretenimento. Só na Alemanha de Hitler e nos países comunistas a TV foi usada como um meio de elevar o nível cultural da população (Nota: a Alemanha nazista foi o primeiro país a ter a TV como um eletrodoméstico acessível a maioria da população, pois era peça fundamental no processo de controle do cidadão. Hitler era um gênio, e gastou uma fortuna para fazer da TV um meio eficaz de controlar o Zé Povinho. O aparelho era dado de graça, lógico, para que todos fossem devidamente educados. Pena que ninguém gosta de relembrar essa história. Por que será?). Parece-me que querem implantar no Brasil o velho modelo nazista de Televisão. Sérgio Vieira

[Sobre "Digestivo nº 58"]

por Sergio Vieira
4/12/2001 à
01h25 200.176.223.108
(+) Sergio Vieira no Digestivo...
 
Delícias que engordam
Olá Sonia O perigo não é engordar, muito peo contrário! O perigo é pegar uma intoxicação e definhar no hospital! Exageros à parte, é só saber os lugares confiáveis. O Mangai ainda existe, sim, e é uma delícia mesmo! Adoro o pão de macaxeira deles e a mousse de graviola. Imperdível!

[Sobre "Cultura no espeto"]

por Adriana Baggio
3/12/2001 às
22h44 198.81.9.140
(+) Adriana Baggio no Digestivo...
 
THC. Again.
Fabio, Sou terminantemente contra a APOLOGIA ao uso de drogas. Álcool inclusive. E nenhuma frase engraçadinha de roqueiro vai me fazer mudar de idéia. Agora, considerar o uso de drogas um CRIME já é outra coisa muito diferente. Penso que a proibição não evita, nem sequer diminue, e pode até aumentar o "glamour" e a legalização pode acabar com muitos "efeitos colaterais", muitos deles até mais nocivos que o consumo em si. Abraços, Ana.

[Sobre "por que as drogas devem ser legalizadas"]

por Ana Veras
3/12/2001 às
17h00 199.228.142.5
(+) Ana Veras no Digestivo...
 
Sabores Reais.
Rafael, A sua imaginação já está de novo tomando conta de vc. Sugiro que vc pare agora mesmo de ler e escrever e vá lá fora, ver a tarde quente e tomar um sorvete de limão!!! :o)) Abraços, Ana.

[Sobre "Sujando os dedos de graxa"]

por Ana Veras
3/12/2001 às
16h25 199.228.142.5
(+) Ana Veras no Digestivo...
 
Complô
Ana,
Pode deixar que eu não vou pensar que é complô. As únicas duas pessoas que lêem minhas colunas, com as mesmas opiniões, e-mails do mesmo provedor gratuito... definitivamente isso não é complô. Talvez seja alguém de olho em mim. A minha vingança é que o FBI está filtrando tim-tim por tim-tim o que vocês escrevem com aqueles Carnivore, hahahaha...

[Sobre "Sujando os dedos de graxa"]

por Rafael Lima
3/12/2001 às
16h07 200.179.78.2
(+) Rafael Lima no Digestivo...
 
Eterna Lygia
Julio, Além do prazer da própria leitura, seus contos são os melhores que já li, descobri com Lygia Fagundes Telles algumas respostas e "ganhei" muitas perguntas. "A Disciplina do Amor" é meu eterno livro de cabeceira. Vivo retornando a ele, como se não pudesse terminá-lo nunca. Lygia não precisa se preocupar, viverá para sempre... Beijos, Ana.

[Sobre "Digestivo nº 59"]

por Ana Veras
3/12/2001 às
14h25 199.228.142.5
(+) Ana Veras no Digestivo...
 
liberdade
Caro José Maria. A meu ver, o ponto fundamental a ser tocado quando se discute drogas é a liberdade. Que direito tem o Estado de meter o bedelho em minha vida privada? De me dizer o que posso ou não fazer em minha própria casa, se contribuo com a sociedade pagando impostos e não prejudico ninguém? Você tem todo o direito de achar maconha uma porcaria. Eu acho pinga uma porcaria, e no entanto é a droga mais consumida em nosso país. Outro dia li na internet a seguinte frase de Truman (o presidente, não o Jim Carrey): "Se nós não fizermos nada para proteger a liberdade de pessoas com que podemos não concordar, estaremos colocando em risco a nossa própria liberdade". Acho que é por aí. E acredito que você comete um erro ao associar a maconha com certas "manifestações debilóides". Maconha é maconha e manifestação debilóide é manifestação debilóide. Um anda sem o outro, embora possam andar juntos. Proust fumou maconha e ópio e nem por isso deixou de escrever o maior (em todos os sentidos) romance do século XX. Louis Armstrong adorava maconha e tocava trompete como ninguém. Os exemplos são muitos. Só por curiosidade: quem é Damon Wayans?

[Sobre "por que as drogas devem ser legalizadas"]

por Fabio Danesi Rossi
3/12/2001 às
14h01 200.162.217.31
(+) Fabio Danesi Rossi no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LAS TÉCNICAS PROYECTIVAS Y EL PROCESO PSICODIAGNÓSTICO TOMO 2
MARIA L. SIQUIER DE OCAMPO E OUTROS
NUEVA VISION
(1980)
R$ 6,00



PSICOLOGIA CIÊNCIA E PROFISSÃO NÚMERO 0
CONS FEDERAL DE PSICOLOGIA
CONS FEDERAL DE PSICOLOGIA
(1979)
R$ 15,00



CONFORME A ATITUDE MENTAL - VOL 1
KATSUMI TOKUHISA
SEICHO-NO-IE
(1998)
R$ 9,50



EDIFICAREI A MINHA IGREJA - DOUTRINA DA IGREJA
VÁRIOS AUTORES
CRISTÃ
(2007)
R$ 6,90



FAHRENHEIT 451
RAY BRADBURY
BIBLIOTECA AZUL
(2012)
R$ 35,00



O AMANTE
MARGUERITE DURAS
RIO GRÁFICA
(1986)
R$ 7,00



DIÁRIOS DESCOBERTOS ALEJADINHO
LUÍS DILL
ESCOLA EDUCACIONAL
(2008)
R$ 10,00



SIMPLESMENTE, VIVER !!!
ELIANA CHAVES
PAULINAS
(1991)
R$ 10,00



A ESCOLHA DE SOFIA
WYLLIAM STYRON
RECORD
(1979)
R$ 10,00



FUNDAMENTALS OF FINANCIAL MANAGEMENT
EUGENE F. BRIGHAM
DRYDEN
(1998)
R$ 12,00





busca | avançada
56427 visitas/dia
1,8 milhão/mês