picasso, o maior | jardel

busca | avançada
60396 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sultão & Bonifácio, parte I
>>> Fui pra Cuba
>>> Sobre o preço dos livros 1/2
>>> No altar do vento
>>> Hamlet... e considerações sobre mercado editorial
>>> Novos Melhores Blogs
>>> The Romantic Poets, by Kevin Mundy
>>> Mais pressão na caldeira
>>> Manual para revisores novatos
>>> É suave a noite
Mais Recentes
>>> Sob o Sol-Jaguar de Italo Calvino pela Companhia das Letras (1995)
>>> O que Einstein disse a seu cozinheiro - vol. 2: Mais ciência na cozinha de Robert L. Wolke pela Zahar (2003)
>>> O que Einstein disse a seu cozinheiro - vol. 1: A ciência na cozinha de Robert L. Wolke pela Zahar (2003)
>>> O Poder do Silêncio de Eckhart Tolle pela Sextante (2016)
>>> O Poder do Agora de Eckhart Tolle pela Sextante (2002)
>>> O Toque de Midas de Colleen McCullough pela Bertrand Brasil (2007)
>>> O Comite da Morte de Noah Gordon pela Rocco (1996)
>>> La Bodega de Noah Gordon pela Rocco (2008)
>>> Xama a historia de um medico no seculo XIX de Noah Gordon pela Rocco (1993)
>>> O Rabino de Noah Gordon pela Rocco (1994)
>>> O Rabino de Noah Gordon pela Rp (2021)
>>> O Fisico - A epopeia de um medico medieval de Noah Gordon pela Rocco (1993)
>>> O Silencio dos Inocentes ( capa dura) de Thomas Harris pela Altaya Record (1989)
>>> Hannibal de Thomas Harris pela Record (1999)
>>> O Jardim de Ossos de Tess Gerritsen pela Record (2009)
>>> O Clube Mefisto de Tess Gerritsen pela Record (2016)
>>> Gestão Empresarial de Taylor aos Nossos Dias de Ademir Antonio Ferreira e Outros pela Pioneira (2000)
>>> O Dominador de Tess Gerritsen pela Record (2016)
>>> Pão Diário 15 de Vários Autores pela Rtm (2012)
>>> Cadernos da Pós-Graduação Cinema e Fotografia de Instituto de Artes Unicamp pela UniCamp (2006)
>>> Daniel Deronda de George Eliot pela Paz e Terra (1997)
>>> A revolução da esperança de Erich Fromm pela Círculo do livro (1979)
>>> Cora Coralina - Coleção Melhores Poemas de Seleção de Darcy França Denófrio pela Global (2008)
>>> Desenho Técnico Volume 2 de Thomas E. French pela Globo (1978)
>>> Desenho Técnico Volume 1 de Thomas E. French pela Globo (1978)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 29/10/2002
Comentários
Leitores


picasso, o maior
Tal como o famoso confronto entre Delacroix (cor) e Ingres (linha) foi o centro da guerra artística do século XIX, Matisse e Picasso, como você salientou tão bem, realizaram o confronto no século XX. Dois monstros que se respeitavam sem desrespeitarem a si próprios na sua liberdade de criar. Temos que escolher o maior. eu já fiz a minha escolha: Picasso. sem, claro, diminuir Matisse. afinal, são dois planetas maravilhosamente habitáveis. Parabéns pelo texto.

[Sobre "Matisse e Picasso, lado a lado"]

por jardel
29/10/2002 às
23h21 198.81.8.3
(+) jardel no Digestivo...
 
tantas bocas para poucas tetas
"Caro Júlio. Trabalho em lugar onde a concentração de ignorantes por metro quadrados é enorme. Uma mesa de operações de Bolsa de Valores. Não existe lugar tão imediatista e estúpido quanto uma mesa de operações. Hoje ao falar que acredito que nossa Raponzel não terá final feliz, fui linchado ou melhor queimado. As pessoas realmente acham que o PFL e PMDB vão apoiar o Lula por ideais, o José de Laencar será um Marco Maciel e que o PDT de Brizola e PSB de Arraes são de esquerda. Existem tantas bocas para tão poucas tetas nesse governo superloteado, que faltam almas para tantos diabos que as compraram. Infelizmente a pressão popular e a desilusão serão ernormes. Não creio em governo tranquilo. Tudo que sobe rápido tende a cair mais rápido. Talvez seja o destino de toda estrela cadente. Abraços"

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Outro Leitor Anônimo
29/10/2002 às
22h35 200.183.97.226
(+) Outro Leitor Anônimo no Digestivo...
 
choradeira
Quanta choradeira pelo resultado da eleição!!! Até parece um bando de maltrapilhos pregando o fim do mundo nas esquinas da cidade. Sim, foi eleito um presidente de esquerda. Sim, ele vai cometer erros e acertos. Não, ele não fala inglês, francês, espanhol, italiano e javanês como a nossa Maria Antonieta com pé na cozinha. Não, ele não vai citar Max Weber ou Hanna Arendt em seus discursos. Coisa mais rídicula e infantil essa demonização ou beatificação do futuro presidente. De um lado, petistas ingênuos acreditando que é chegado o Messias, de outro essas cassandras estridentes, viúvas do príncipe de Salinas, vaticinando o pior e salivando de satisfação. Que cansativo!!!

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Claudio
29/10/2002 às
17h31 200.182.215.118
(+) Claudio no Digestivo...
 
Quanto pedantismo
Dona Adriana, Veja isto que a senhora escreveu: "... pensei no atraso de algumas pessoas e de alguns lugares." Quanta ignorância e preconceito contra esses nordestinos sofredores, no meio dos quais, por motivos desconhecidos, a senhora veio viver, vindo de seu São Paulo branquelo. Esta sociedade onde a senhora vive deve tê-la recebido muitíssimo bem, como é costume desse povo, quando, por terra, em seu Mercedes, a senhora atravessou esse Brasil e veio arrotar o seu cosmopolitismo sobre a inocência dos paraibanos. Ao menos, pela maneira correta e até humilde, como esse povo sofrido a trata e respeita, merecia ele um pouco de consideração de sua parte,até como contrapartida das atenções que a senhora recebe diariamente dos paraibanos. Tome jeito, Dona Adriana, comporte-se como uma dama, mesmo que tenha de fazer certo esforço para consegui-lo. Pelo menos, disfarce seu pedantismo. E aproveite sua permanência nas terras da Paraiba para aprimorar sua humildade, pois a senhora não é melhor do que o mais humilde dos paraibanos. Retorno ao que disse antes: não beba cachaça, pois não fica bem para uma dama. Melhore o nível de seus drinques e não beba tanto. Passe bem. Doutor Flavio

[Sobre "Reflexões na fila"]

por Doutor Flavio
29/10/2002 às
17h22 200.164.251.85
(+) Doutor Flavio no Digestivo...
 
Só o tempo dirá
Bom dia, Julio. Você sabe, desde o tempo em que alguns textos do Digestivo eram publicadas em meu site, que acompanho e admiro seu trabalho. Há pouco tempo, fiquei embasbacado ao ler sua mini-biografia em seu site pessoal. Redação nota 10 na Fuvest, coisa e tal, notadamente um ser de inteligência superior. Deve ter, portanto, razão ao me chamar de idiota (espero estar errado, mas foi isso que concluiu meu cérebro que conseguiu não mais que um 4,5 numa federalzinha aqui do ES). Votei no Lula sim e em candidatos do PT para deputado e senador. Não tenho a ilusão de quem são seres acima de tudo, como acham muitos simpatizantes do partido. Sou realista, tenho sim um pouco de medo do governo Lula ser a catástrofe que pessoas como você profetizam, mas antes de tudo tenho esperança. Ela pode ser apenas o produto de uma jovem e inocente mente de 19 anos, prestes a se decepcionar pela escolha feita no último dia 27. Ou não. Se me permite o clichê (nunca li Nelson Rodrigues, então nem tenho condição de escolher uma citação dele para me esconder por trás): só o tempo dirá. Até pela falta de tempo (só não vale dizer que esse é um argumento de quem não tem argumento...), não vou aqui ficar "batendo boca". Cada um pensa e diz o que quer, de acordo com sua percepção das coisas. Assim, vou salvar e gravar num CD onde guardo coisas importantes, revistas a todo o momento, o seu texto. Daqui a quatro anos (ou antes, caso o "tombo" vier mesmo), enviarei ele a você, por email. Caso constate-se, após esse período, que o "analfabeto operacional" tenha feito um bom governo, espero que você tenha a decência de usar esse espaço, que acredito que ainda estará vivo e forte até lá, para admitir, feliz, que estava errado. Se estiver certo, uso o meu e-espaço (menos politizado, mas até maior que o seu), para fazer o mesmo. Estamos combinados?

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Diego Sana
29/10/2002 às
10h25 200.202.217.49
(+) Diego Sana no Digestivo...
 
agudeza na criação
Carmen, obrigado pelo comentário. não se preocupe, me sinto extremamente à vontade com meu desdém por algumas coisas. Sabe, odeio o calor deste país. talvez, isso acabe por determinar outoras coisas. Mas você há de convir que não temos ainda nosso shakespeare, nosso Dante, nosso Picasso, nosso Joyce, nosso Thomas Mann, nosso Chopin, nosso Bach, etc. eu, particularmente, prefiro conviver com eles, por sua agudeza na criação, em detrimento de outros, menos criaivos, apenas por serem "nacionais". jardel

[Sobre "Dados para dissecar um colunista?"]

por jardel
29/10/2002 às
10h59 198.81.8.2
(+) jardel no Digestivo...
 
Dou-lhe o direito.
Acho o maior barato uma pessoa ser como o Sr. Dou-lhe o direito. Nem por isso o mundo vai desabar. Fique à vontade.

[Sobre "Dados para dissecar um colunista?"]

por Carmen Gomes Simioni
29/10/2002 às
10h35 200.151.83.194
(+) Carmen Gomes Simioni no Digestivo...
 
Inutilia Truncat
No que pese o estímulo aos leitores para que procurem aumentar seus conhecimentos, seja sobre Cöward, seja sobre gravatas, o saite merece minhas congratulações. De resto, é a mesma masturbação filosófica de sempre. Aquela que não impede os chinesinhos anti-maoístas de morrerem e nem tampouco a elite de ser seqüestrada e morta pela bandidagem institucionalizada. Os coitados - estes realmente parecem fazer algo. Seja por eles mesmos, seja por outros coitados. No fim, só posso concluir que coitados são os que perdem tempo analisando e catalogando o mundo com ares de xamã incontestável ou taxonomista maníaco-depressivo. Do pouco que entendo sobre filosofia, me parece ter sido abandonado de vez o Racionalismo Instrumental da prisca Renascença. O importante agora é falar sem dizer nada. Enquanto isso, o mundo continua girando - movido pelas forças que esse pessoal tanto se esforça pra entender, sem perceber que se arrasta por elas da mesma maneira, sem nada poder (ou querer?) fazer além de observar o próprio umbigo e dizer: "como é belo!" Corte-se esse comentário; apague-se esse saite. No fim, é tudo uma grande inutilidade.

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Lavros Usbeniak
29/10/2002 às
04h42 200.162.231.7
(+) Lavros Usbeniak no Digestivo...
 
todas as nações menos o brasil
Caro rodrigo, não há contradição nenhuma em mim. sou universalista, portanto posso escrever sobre autores de todos os países. embora tenha uma nação em particular que me atraia mais, queria poder viver em vinte delas. claro que admiro mais autores de outras nacionalidades que autores brasileiros. mas isso não impede de admirar em menor grau autores brasileiros e escreva sobre eles. mas continuo achando um horror ter nascido neste país. mas, fazer o que?

[Sobre "Dados para dissecar um colunista?"]

por jardel
28/10/2002 às
23h12 198.81.8.2
(+) jardel no Digestivo...
 
Qual será o remédio?
Caro Julio. As pessoas falam que o mercado financeiro ja digeriu o Lula e quatros anos futuros serão melhores que os céticos imaginam. B em , acredito que o mercado poderá sofrer de intoxicação alimentar. Apesar de ter sofridos algumas, creio que essa figua sataniza pelo marxistas de plantão tem uma queda pela monarquia. ( Sinceramente espero estar errado). Parabéns pelo texto e pelo espaço democrático para a discussão.

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Otavio
28/10/2002 às
21h30 200.246.210.4
(+) Otavio no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




60 Fotografias do Acervo
Museu Lasar Segall
Museu Lasar Segall
(2013)



Ausblick 2 Kursbuch B1
Anni Fischer Mitziviris
Hurber
(2009)



Carreira: Manual do Proprietário
Nelson Savioli
Qualitymark
(1991)



Minha gravidez dia a dia - 365 dias de um ano muito especial
demian sterman ; mariano rozenberg
Vergara & Riba
(2013)



Contratos e Obrigações Comerciais
Fran Martins
Forense
(1976)



Elza, Entre as Mais Velhas
Dider Levy
Girafinha
(2007)



Como Fazer Apresentações Irresistíveis
Alison Lester
Universo dos Livros
(2011)



Governança Corporativa Seis Anos de Noticias
Luciano Carvalho Ventura
Saint Paul Institute Offinanc
(2005)



Balada do Primeiro Amor + Suplemento de Leitura
Antônio Barreto
Ftd
(1997)



A Espiritualidade do Sucesso: Como Ficar Rico sem Perder
Vincent M. Roazzi
Cultrix
(2005)





busca | avançada
60396 visitas/dia
2,2 milhões/mês