Mais algumas... | Fabio Ulanin

busca | avançada
61456 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
>>> Indígenas é tema de exposição de Dani Sandrini no SESI Itapetininga
>>> SESI A.E. Carvalho recebe As Conchambranças de Quaderna, de Suassuna, em sessões gratuitas
>>> Sesc Belenzinho recebe cantora brasiliense Janine Mathias
>>> Natália Carreira faz show de lançamento de 'Mar Calmo' no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Soul Bossa Nova
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
>>> A proposta libertária
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> A morte absoluta
>>> O Marceneiro e o Poeta
>>> Dom Quixote, matriz de releituras
>>> À Sua imagem e semelhança
>>> Download: The True Story of the Internet
>>> Mistério em Moscou
Mais Recentes
>>> Nós Dois: as Várias Formas de Amar de Maria Helena Matarazzo pela Gente (1993)
>>> Os Tipos Psicológicos Junguianos de José Joge de Morais Zacharias pela Sattva (2017)
>>> Por Júpiter! a Tragicomédia de Anfitrião de Plauto; Adapt . José Carlos Aragão pela Berlendis & Vertecchia (2013)
>>> Os fundamentos da física 2 de Ramalho pela Moderna (2003)
>>> Direito de Autor de Carlos Alberto Bittar pela Forense (2013)
>>> Jack Brodóski no coração da Amazônia de Flávio de Souza pela Companhia Das Letras (2000)
>>> Marcha Criança- Educaçao Infantil- Linguagem Vol. 3 de Maria Teresa- Armando Coelho pela Scipione (2015)
>>> A era do Ressentimento de Luiz Felipe Pondé pela Globo Livros (2019)
>>> O Preço de Viver - 1ª Ed. de Fernando Bittencourt pela Giostri (2012)
>>> O Sabor do Mel - Trilogia Amores Possíveis - Vol 2 de Eileen Goudge pela Bertrand Brasil (2010)
>>> Pratica de Escritório e Escrituração Mercantil - 5º Edição de Adaucto de Souza Castro / Domingos Damore pela Saraiva (1961)
>>> É Tudo tão Simples de Danuza Leão pela Harper Collins Br (2012)
>>> Estação Carandiru de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (1999)
>>> O legado de babel de Ricardo salles pela Ao livro técnico (1993)
>>> Dr. Cura Coração de Al Sears M. D. pela Novo Século (2005)
>>> Almanaque Ruth Rocha de Ruth Rocha pela Salamandra (2011)
>>> Tarô do Kama Sutra de A. R. Madan pela Madras (2012)
>>> Elementos de Direito Civil de Christiano Cassettari pela Saraiva (2010)
>>> O Articulador Judeu de Marcelo José Veiga da Silva pela N/d (2006)
>>> Boa Companhia: Crônicas de Vários Autores; Humberto Werneck pela Companhia das Letras (2005)
>>> Literatura Fuvest de Célia A. N. Passoni pela Núcleo (2015)
>>> Seja um ótimo Aluno de Rob Barnes pela Papirus (1995)
>>> Cada vez eu quero mais de Naldo benny pela Planeta (2022)
>>> Transplante de Amor de Eurípedes Kühl pela Petit (2001)
>>> 50 Anos de Arte na Bahia de Matilde Matos pela Caramurê Produções (2011)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 5/11/2002
Comentários
Leitores


Mais algumas...
Caro Alexandre: Interminável a lista: o comportamento politicamente correto, em qualquer nível. A frase, mais do que repetida nessa "ressaca pós-eleitoral" (essa é mais uma frase para a lista!), "a festa da democracia". Sujeitos barbudos e de calcanhar sujo carregando bandeiras vermelhas na Paulista gritando "fora fmi" e cantando Vandré (aliás todo o Vandré). Madames que levam poodles passear no shopping center. O shopping center.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Fabio Ulanin
5/11/2002 às
09h41 200.207.125.196
(+) Fabio Ulanin no Digestivo...
 
livre e imprevisível
"Todo intelectual deve ser livre e imprevisível." (Paulo Francis)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
5/11/2002 às
09h24 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
Tem muita razão
Não te culpo. Aliás também vou parar de ler este site até que parem de publicar meus textos. Meu reacionarismo é monstruoso! Revoltante! Revoltante! Na próxima coluna eu até defendo a volta da escravidão! Isso é coisa com que se brinque, meu Deus, meu Deus?

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Alexandre Soares
4/11/2002 às
18h58 200.207.125.11
(+) Alexandre Soares no Digestivo...
 
Coitado de você...
Como já afirmei em outro comentário nesse site, não sou patrulheira nem lulista de carteirinha, portanto minha opinião não se refere ao que vcs pensam sobre o Lula. O que me surpreende sobretudo - e de que já desconfiava muito antes das eleições... - é como vcs, colunistas do Digestivo Cultural, são pretensiosos e falsos intelectuais. Ou melhor, intelectuaizinhos. Confundem uma boa escrita e um par de idéias e gurus (como Olavo de Carvalho, ai, ai...) com o suficiente para serem grandes pensadores e críticos. Ai, essa vossa vida de intelectuais... Essa falta total de senso crítico fazendo... crítica! Incrível! Os verdadeiros críticos devem estar de cabelo em pé com esse site... Coitados de vocês... E até nunca mais, porque vou procurar coisa melhor na net e fora dela para ler...

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Vanessa Rosa
4/11/2002 às
17h36 200.173.123.6
(+) Vanessa Rosa no Digestivo...
 
Da crítica rasteira
Eduardo, Eu concordo que Buenos Aires é uma das mais belas cidades do mundo e, talvez ao contrário de grande parte dos brasileiros, gosto muito do povo argentino e de seu país. Mas ante as premissas e afirmações gerais mais que aleatórias e anacrônicas que recheam todo o seu texto, fiquei espantada com esse artigo. Não acho incomôda a hipótese de a Argentina ser melhor do que o Brasil, mas acho incômodo e bastante triste ler um texto como esse num site que se pretende crítico e profundo, na medida possível do meio internet. Lamentável. A propósito, apesar de eu sempre acessar o site e apreciar muitos textos aqui pubicados, há tantos outros - como o seu - de um reacionarismo e de um superficialismo assustadores para serem de autoria de pessoas tão jovens que querem fazer um trabalho supostamente inteligente e de substância. Vanessa

[Sobre "Uma verdade incômoda"]

por Vanessa Rosa
4/11/2002 às
16h58 200.173.123.6
(+) Vanessa Rosa no Digestivo...
 
pior que tudo isso
Para mim, pior que tudo isso é a língua inglesa usada de maneira exagerada, principalmente por "micreiros" e economistas.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Nara
4/11/2002 às
12h07 200.219.132.20
(+) Nara no Digestivo...
 
Linha versus cor
Quero agradecer a oportuidade, que o Jardel me dá, de acrescentar mais algumas questões essenciais:A dificuldade em conceber uma linha e uma cor usadas como mesmo elemento provém da tradicional dicotomia entre o linear (desenho)e o pictórico(cor abudante não contida pelo desenho) estabelecido por Heinrich Wolflin, em Principles of Art History (1915). venezianos e florentinos são considerados em rígidos termos de história da arte como representantes dessas polaridades em fins do século XV. Do mesmo modo, os adeptos de Poussin versus os de Rubens, no século XVII; a ruptura entre clássicos e românticos simbolizada por Ingres e Delacroix, como bem enfatizou o Jardel, acima. Alberto Beuttenmüller.

[Sobre "Matisse e Picasso, lado a lado"]

por AlbertoBeuttenmüller
4/11/2002 às
11h40 200.158.28.226
(+) AlbertoBeuttenmüller no Digestivo...
 
Quanta vulgaridade
"Válido" no sentido de razoável ou correta, como em "acho válido esse seu comentário". "Pegar" no sentido de considerar ou pensar. "Vamos pegar o exemplo do livro". "Encaminhamento" em vez de programa. "O encaminhamento do seminário de hoje vai ser o seguinte..." O uso de termos que enfraquecem a veemência com que se defende uma idéia, por medo de parecer arrogante, ou de não soar relativista como todo mundo. Por exemplo: sempre dizer que "acha" alguma coisa, mesmo quando se tem certeza. "Li tudo o que encontrei sobre o assunto, e eu acho que Fulano estava mesmo certo." Ou chamar uma idéia de "proposta". "A discussão estava num impasse, quando vieram Fulano e sua proposta." O uso do adjetivo "revolucionário" como um elogio. Ou para qualificar coisas que, afinal, não são tão "revolucionárias" assim. "Filme revolucionário". "Descoberta revolucionária". E, claro, "proposta revolucionária", que é especialmente aplicado a artistas. "Potencial" no sentido de capacidade. Geralmente precedido do imperativo "acredite". "Acredite no seu potencial". "Vocês precisam acreditar no potencial do nosso Brasil". "Estratosférico" para designar qualquer coisa grande ou alta. "Juros estratosféricos". "Poderes estratosféricos". Ao leitor José Maria da Silveira: "mulher" no sentido de "cônjuge do sexo feminino" é perfeitamente recomendável. O termo é abundantemente usado no Código Civil brasileiro de 1916, redigido por Clóvis Beviláqua e Rui Barbosa, numa época em que as leis ainda eram modelos de expressão portuguesa. "Esposa", rigorosamente, é a noiva e não a mulher.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Felipe Ortiz
4/11/2002 à
00h14 200.184.182.2
(+) Felipe Ortiz no Digestivo...
 
A NIVEL DE...
Pior que isso é o tal A NIVEL DE ... ! Aiiiiiiiiiiiiiii!!!!!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Eleutério Langowski
3/11/2002 às
23h22 200.219.150.53
(+) Eleutério Langowski no Digestivo...
 
"estar .. fazendo"
Hummm... esta lista pode nao acabar nunca, do jeito como as coisas vao... Mas sinto um arrepio especial pelas expressoes "(fulana/o) nao se encontra" e pelo uso e abuso do anglicismo "estar .. fazendo" ('estarei fazendo sua reserva num instante", etc). e suas multiplas e igualmente deleterias variacoes ("eu estarei chamando.." "voce vai estar usando o mini-bar?" e, horror total "estar acessando". Ui!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Ana Maria Bahiana
3/11/2002 às
22h41 66.166.212.66
(+) Ana Maria Bahiana no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




It Girl - Garota Inesquecível Vol. 4
Cecily Von Ziegesar
Galera Record
(2009)



Junior Pictorial Encyclopedia of Science
Leonard Engel
Dover Publications
(1970)



Lilith e Eva: Imagens Arquetípicas da Mulher na Atualidade
Valéria Fabrizi Pires
Summus
(2008)



Mil Piadas do Brasil
Laert Sarrumor
Nova Alexandria
(1998)



Tips About Brasilia 96
Patri
Patri
(1996)



The Diary of Frida Kahlo : An Intimate Self-portrait
Carlos Fuentes
Abrams
(1995)



The Navy Times Book of Submarines
Brayton Harris
Berkley Publishing
(1997)



Pró: reivindicando os direitos ao aborto
Katha Pollitt
Autonomia Literária
(2019)



High School Musical - Poster Book
Disney
Disney Press
(2006)



Confissões de um Conquistador de Criadas
Hernani de Irajá
Pallas
(1981)





busca | avançada
61456 visitas/dia
1,8 milhão/mês