felic/imbecil/idade | carl

busca | avançada
57718 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Festival online reverencia mestres e mestras da cultura tradicional do Brasil
>>> Sesc Pinheiros recebe ‘Rio e também posso chorar - Fatal 50’, primeiro passo solo de Assucena
>>> Cia O Grito apresenta experimento cênico no Brás
>>> Amadores - com a Cia. Hiato
>>> Um dos maiores festivais de música do Rio chega para agitar os cariocas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
>>> O tempo é imbatível
>>> Consciência
>>> A cor da tarja é de livre escolha
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Newspapers Online by Google
>>> O Príncipe
>>> Humor: artigo em extinção
>>> Deitado eternamente em divã esplêndido – Parte 1
>>> Marcelo Gleiser #EuMaior
>>> Falsos intelectuais
>>> Mosaico de Rancores, romance de Márcia Barbieri
>>> @mores bizarros
>>> Agonia
>>> PROCURA-SE
Mais Recentes
>>> Armazém do Folclore de Ricardo Azevedo pela Ática (2021)
>>> Amor de Salvação e Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco pela Scipione (1994)
>>> A Hora da Verdade de Pedro Bandeira pela Ática (2005)
>>> Orixás: Deuses Iorubás Na África E No Novo Mundo de Pierre Fatumbi Verger pela Fundação Pierre Verger (2018)
>>> Lendas Africanas Dos Orixás de Pierre Fatumbi Verger pela Fundação Pierre Verger (2019)
>>> Crianças indigo. uma geração de ponte com outras dimensões... de Tereza Guerra pela Madras (2007)
>>> Mediunidade e Obsessão em crianças de Suely Caldas Schubert pela Didier (2007)
>>> As Maravilhas da Matemática de Malba Tahan pela Bloch (1972)
>>> Michaelis Dicionário Visual Espanhol de Melhoramentos pela Melhoramentos (2021)
>>> Garota Exemplar de Gillian Flynn pela Intríseca (2021)
>>> As Lágrimas Do Assassino - Anne-laure Bondoux de Anne Laure Bondoux pela Melhoramentos (2006)
>>> Microsoft Sql Sever 2008 Para Leigos de Mike Chapple pela Alta Books (2021)
>>> Sonhando Santos Dumont de Sylvia Orthof pela Lis Gráfica (2021)
>>> Biblioteca Integrada de Editora Pae pela Pae (2012)
>>> A vida Cotidiana em Roma no Apogeu do Império de Jérome Corcopino pela Livros do Brasil Lisboa
>>> Minha Mãe de Georges Bataille pela Brasiliense (1985)
>>> História do Olho de Georges Bataille pela Escrita (1981)
>>> Sexo E A Morte, O de Jacques Ruffié pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Livro das Virtudes II O Compasso Moral de William j Bennett pela Nova Fronteira (1996)
>>> O homem sem Qualidades vol. 2 de Robert Musil pela Livros do Brasil Lisboa
>>> O homem sem Qualidades vol. 2 de Robert Musil pela Livros do Brasil Lisboa
>>> O homem sem Qualidades vol. 1 de Robert Musil pela Livros do Brasil Lisboa (2021)
>>> Homem Sem Qualidades, O de Robert Musil pela Nova Fronteira (1989)
>>> Alexis Ou O Tratado Do Vão Combate de Marguerite Yourcenar pela Nova Fronteira (1981)
>>> Escritos de Antonin Artaud - Rebeldes Malditos 5 de Cláudio Willer pela L&PM (1983)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 16/12/2005
Comentários
Leitores


felic/imbecil/idade
não quer dizer bom dia ao sol, boa noite à lua e agradecer ao papaizinho do céu por mais um dia de vida? talvez, ah, molhar o pé na poça dágua, abraçar o mendigo que passa, dar pulinhos no ar comentando, ah, que que tem, a novela de ontem, vamos dançar o tigrão? sim, sim, vamos ver filmes alegres, curtir cada momento, dançar pagode, qual o problema? ser feliz é o que importa, deixem os rabugentos para lá, ei, seu maroto, o universo responde positivamente àquilo de bom que você faz, vamos dançar amarelinha? ah, que felicidade, obrigado menininho jesus por toda essa alegria que é a vida! é a vida, é bonita e é bonita! e se o horóscopo do jornal me for favorável, uh, talvez eu nem precise de sexo que, pensando bem, nem é tão importante assim, posso ficar limpinho, ah, que alegria, que felicidade! o melhor pra ti, amiguinho! viva a felicidade! esses bobões que não sabem viver! pobres coitados, que idiotas, se soubessem que a vida é simples, é tão simples de ser vivida, ah, seu bobinhãumn!

[Sobre "Em defesa da normalidade"]

por carl
16/12/2005 às
17h41 200.182.146.142
(+) carl no Digestivo...
 
Nós, daqui do fundão....
Sabe quando vai-se a um espetáculo de dança acha-se tudo uma maravilha e, após, na ida aos camarins encontra-se a bailarina principal aos prantos pois errou vergonhosamente aquele apoio do pé em que não podia ter usado o dedo mindinho? Sabe aquele guitarrista de jazz que se acha um lixo porque tocou meia nota fora da escala e a galera nem notou, e ovacionou alucinada?! Pois é, é uma preocupação artística quase intolerável com sua obra e sua performance. Pois é, eu sou da galera, e o Digestivo continua "ducaraio". Falô?!

[Sobre "Aos assessores, divulgadores, amigos até, e afins"]

por Jacques Salvador
16/12/2005 às
17h10 200.169.16.19
(+) Jacques Salvador no Digestivo...
 
Captei a vossa mensagem!
Julio, quando li este comentário pela primeira vez, não entendi o que vc quis dizer, deixei quieto. Mas agora, depois do nosso papo via email, captei. Não se preocupe: já passei da fase proselitista. Embora eu ainda seja mais a minha loucura, cada qual que se paute por seus próprios ideais, vazios, ilusões ou certezas passageiras. A tolerância é tudo. E um dia fatalmente descobriremos quem é que estava com a razão. ;) Abração, Y.

[Sobre "Se vc me matasse, eu morria ué"]

por yuri v. santos
16/12/2005 às
15h59 201.10.172.102
(+) yuri v. santos no Digestivo...
 
Continuação...
Entenda, Carlos: eu fui prejudicada de fato, até poderia te contar o que houve, mas não vale a pena. Por favor, antes de falar em anti-propaganda ou coisa do tipo, me diga onde eu induzo alguém a deletar sua conta ou digo que o orkut é um cancro para a sadia e bela internet?! Nunca fiz isso, nem mesmo em conversas informais, quanto mais nesse texto. Quem quiser, que continue lá, eu saí, cansei, encerrei um ciclo. Eu falo num mal que ASSOLA o site, que é a falta de privacidade e ela é gerada pelos membros e não pela empresa, ou seja, eu reclamo da inabilidade dos usuários, inclusive da minha. Vamos por analogia, se eu digo que "o mal que assola o planeta terra é a poluição", estou afirmando que o Planeta Terra é um mal ou que a Poluição é o mal?!. Foi isso, só isso! Enfim, obrigada por ter lido e comentado, que é o que realmente vale nisso tudo!

[Sobre "Adeus, Orkut"]

por Ana Eliza Nardi
16/12/2005 às
14h14 201.44.220.72
(+) Ana Eliza Nardi no Digestivo...
 
Resposta ao Carlos
Em momento algum eu fiz "propaganda" contra o Orkut, apenas relatei as minhas experiências pessoais no site e o motivo da minha saída. A proposito, você Carlos, é o advogado do Google no Brasil?! Se for, dê uma busca pelos blogs e publicações de internet sobre o tema privacidade no orkut que verá que o que eu relatei no texto é bem recorrente. No inicio do teu comentário, você diz que como tudo na vida o orkut tem um lado bom e um lado ruim e é exatamente esse o tom do meu texto. Interpretação textual e lógica, deveriam ser pré-requisitos para todo advogado :) Agradeço pelo diagnóstico de TOC ou paranóia, quem sabe esquizofrenia, mas serei obrigada a recusa'-lo e procurar outra opinião profissional, de um médico psiquiatra, já que como eu disse no texto: "Antes que pensem que sou neurótica, só fiz tudo isso porque realmente a invasão de privacidade foi absurda, encontrei com um desses psicóticos soltos pela Web e quase enlouqueci com isso".

[Sobre "Adeus, Orkut"]

por Ana Eliza Nardi
16/12/2005 às
14h13 201.44.220.72
(+) Ana Eliza Nardi no Digestivo...
 
Exagero mesmo
Tudo na vida deve ter um equilibrio. Pelo que notei a Ana ultrapassou seu limite, mas tudo isso que revelou sobre o orkut foi válido e irá ajudar, orientar e alertar muita gente. No entanto, concordo 100% com a opinião do Carlos quando diz ser EXAGERO. Exagero mesmo: para pessoas como nós, que sabem equilibrar e avaliar o que pode ou não nos prejudicar. Bem... parabéns mesmo assim e muito cuidado ao se adentrar em "outros lugares".

[Sobre "Adeus, Orkut"]

por Célia
16/12/2005 às
13h50 201.22.154.16
(+) Célia no Digestivo...
 
Resposta a José Otávio
"José Otávio" (#3): eu agradeço os toques e acho que você tem até razão. Acontece que eu me baseio em duas premissas básicas: 1) Que a experiência do Digestivo pode interessar a outras pessoas, na internet; 2) Que a história do Digestivo, infelizmente, e por muito tempo, se confunde com a minha própria história. Assim: é inevitável que eu fale do site e é inevitável que, ao falar dele, eu fale de mim mesmo. Agora, com a entrada do Fabio, e com as tarefas que eu vou passando adiante (conforme aconselhou meu amigo Alfredo, #2), a história do Digestivo, quem sabe, fique menos ligada ao meu histórico pessoal... Por último, acho que a nossa geração, a da internet, não escapa nunca do tom pessoal. É a nossa sina; é a nossa maldição. Quem não gostar, que mude de planeta; ou então, que abra um blog...! Obrigado pelo seu Comentário, abraço forte, Julio (P.S. – Ah, e da próxima vez, use um e-mail verdadeiro e assine o seu próprio nome.)

[Sobre "Aos assessores, divulgadores, amigos até, e afins"]

por Julio Daio Borges
16/12/2005 às
13h23 200.155.192.223
(+) Julio Daio Borges no Digestivo...
 
depois de sua genialidade etc.
Prezado Julio, respeito muito seu trabalho e acho o "Digestivo" extremamente interessante. Mas não acha que você se auto-vangloria demais? Explico: nunca vi um webmaster que se jogasse tanto confete, numa egotrip interminável. Nem Walt Disney, Mauricio de Souza, Roberto Marinho (enfim, grandes empreendedores culturais) ficavam texto sim, texto não, falando de suas vitórias, de como tudo era antes e como tudo ficou depois que sua genialidade... blablabla'. Cuidado, você está ficando chato.

[Sobre "Aos assessores, divulgadores, amigos até, e afins"]

por José Otávio
16/12/2005 às
12h22 200.18.253.190
(+) José Otávio no Digestivo...
 
Orkut: o lado bom e o ruim
Nossa, quanto exagero. O Orkut, assim como qualquer coisa na vida, pode ter o lado bom e o ruim. Teu comportamento obsessivo-compulsivo é inato, e poderia ter sido despertado com qualquer outra coisa, qualquer outro "gatilho". Não há como culpar o site! E cuidado, como advogado, essa "anti-propaganda" pode gerar um processo de indenização ou ao menos pedido de resposta – e não me venha falar em liberdade de expressão: o Orkut é uma "empresa" da mesma forma que é o "digestivo", e você o está atacando diretamente e não o gênero "internet".

[Sobre "Adeus, Orkut"]

por Carlos
16/12/2005 às
12h18 200.18.253.190
(+) Carlos no Digestivo...
 
saber delegar
Meu amigo Julião: o processo evolutivo em todas as atividades empresariais faz com que o tempo seja cada vez mais escasso, para tudo. A chave é saber escolher (nem sempre priorizar) aquilo que você está a fim em determinado momento e, fundamentalmente, saber delegar. Esse último constiui no momento o seu maior desafio. Grande abraço, Fê

[Sobre "Aos assessores, divulgadores, amigos até, e afins"]

por Alfredo A. de Mello
16/12/2005 às
12h07 200.177.106.34
(+) Alfredo A. de Mello no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Odisséia
Menelaos Stephanides
Odysseus
(2004)



Direito Civil: Parte Geral - Volume 1
Sílvio de Salvo Venosa
Atlas
(2008)



Primo Altamirando e elas
Stanislaw Ponte Preta
Civilização Brasileira
(1975)



Agape
Padre Marcelo Rossi
Globo
(2010)



Fisica Quântica Como Ela Pode Melhorar Sua Vida
Sergio Eduardo Dias da Silva
Scortecci
(2009)



Curso de Direito de Familia
Douglas Phillips Freitas Organizador
Voxlegem
(2004)



Um Amigo no Escuro
Marcia Kupstas
Moderna
(2008)



Do Jeito Que Nós Vivemos
Moacyr Scliar
Leitura
(2007)



Xenofonte
Apologia de Sócrates
Nova Cultural



Introdução a Ciência Política
C. Rodee T. Anderson C. Christol
Agir
(1959)





busca | avançada
57718 visitas/dia
1,9 milhão/mês