Uma grande fã do Jack | iris lais

busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Dias 06,13, 20 e 27 de março terão apresentações circenses virtuais da Arca de Vandé
>>> Obra clássica sobre a economia política de Marx é lançada no Brasil
>>> Estreia de Pantanal A Boa Inocência de Nossas Origens
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o quarto episódio do Desafinados Entrevista
>>> Unil oferece curso sobre preparação e revisão de texto
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Em Busca da Terra do Nunca... e Johnny Depp
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Tom Zé por Giron
>>> Solte o Timóteo
>>> As cores de Pamuk
>>> O que mata o prazer de ler?
>>> Ex-míope ou ficção científica?
>>> Cidades do Algarve
>>> Tralha
>>> Cameron Frye: o rapaz que se cansou de sentir medo
Mais Recentes
>>> Vai Amanhecer Outra Vez de Ricky Medeiros pela Vida & Consciência (2003)
>>> Maria de Sanabria de Diego Bracco pela Record (2008)
>>> 11 de Setembro de Noam Chomsky pela Bertrand Brasil (2002)
>>> Gramática da Língua Espanhola de Escala pela Escala (2004)
>>> Romance da Princesa Enamorada de Ivana Versiani pela Formato (2001)
>>> A Ressurreição de Antônio Conselheiro e a de seus 12 Apóstolos de Moacir C. Lopes pela Quartet (2007)
>>> Meu Amigo Dinossauro de Ruth Rocha - Alberto Linhares pela Melhoramentos
>>> A Viagem de Semíramis Paterno pela (2008)
>>> Projeto Político Pedagógico – Orientações Para o Gestor Escolar Entender, Criar e Revisar o PPP de Vários Autores pela Fundação Santillana / Moderna (2016)
>>> Conversas com Husserl – Não exatamente contra, mas a partir de... de Ronaldo Manzi pela Brazil Publishing (2021)
>>> Aventuras na Laguna - Livro de Colorir de Jaqueline Brum pela Sophia (2021)
>>> A Ressurreição de Antônio Conselheiro e a de seus 12 Apóstolos de Moacir C. Lopes pela Quartet (2007)
>>> 20 Jogos Eternos do São Paulo de Fábio Matos pela Maquinária (2012)
>>> Guia do oceanógrafo: Manuseio de cabos e acessórios de Mario Katsuragawa, Luiz Vianna Nonnato, Francisco Luiz Vicentini Neto pela Brazil Publishing (2021)
>>> Óperas para Crianças Carmen de Ruth Rocha pela Callis (1994)
>>> 20 Jogos Eternos do São Paulo de Fábio Matos pela Maquinária (2012)
>>> Gramática da Língua Espanhola de Escala pela Escala (2004)
>>> O Passado Sempre Presente de Clarice Nunes pela Cortez (1992)
>>> O Auto da Compadecida - Livros para Ouvir - Audiolivro de Ariano Suassuna pela Plugme (2009)
>>> Identificação dos gargalos e estabelecimento de um plano de ação para o sucesso do programa brasileiro do biodiesel de Maurício Cintra do Prado de Salles Penteado pela Brazil Publishing (2021)
>>> Sinhá Moreira - Uma mulher à frente do seu tempo - Lilian Fontes de Lilian Fontes pela Gryphus
>>> O Auto da Compadecida - Livros para Ouvir - Audiolivro de Ariano Suassuna pela Plugme (2009)
>>> Sonho de uma Noite de Verão - Ana Maria Machado de William Shakespeare pela Scipione (1997)
>>> 9788585328221 de Gustavo Krieger - Luiz Antonio Novaes - Tales Faria pela Gustavo Krieger - Luiz Antonio Novaes - Tales Faria
>>> 20 Jogos Eternos do São Paulo de Fábio Matos pela Maquinária (2012)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 7/11/2006
Comentários
Leitores


Uma grande fã do Jack
Eu achei esse texto incrível, pois sou uma grande fã e não perdi nem um minuto sequer dessa série que, pra mim, é a melhor de todas. E também porque sou muito fã do Kiefer Sutherland, ele é o melhor ator que eu já vi atuar e se saiu muito bem nesse papel. Tenho certeza de que não poderiam ter escolhido outro ator que faria melhor o papel.

[Sobre "24 Horas: os medos e a fragilidade da América"]

por iris lais
7/11/2006 às
18h08 200.144.5.29
(+) iris lais no Digestivo...
 
vamos lá
Vitor, valor de salário é relativo aos preços do mercado, que é o reflexo da inflacão. Não adianta você ganhar dois milhões por mês, se um pão custa três milhões. E negociações coletivas salariais são coletivas entre os sindicalistas, porque sempre, sempre refletem em cortes de gastos, demissões e fuga de empresas. Foi o que aconteceu em S. Bernardo, bem antes da guerra fiscal. O sindicalismo teve sua importância no início do século, hoje só atrapalha. Agora, o new deal aconteceu durante uma guerra mundial, a situação era diferente, por favor, e estamos falando de 80 anos atrás. Nunca mais aconteceu isso porque o mercado se recuperou e se adaptou. E sim, o assunto é chatíssimo e cansativo. Não vamos sair dessa discussão até alguém desmaiar de tédio. E preciso assumir que estou quase lá. Abraços.

[Sobre "Por que votei nulo"]

por Edward Bloom
http://iaad.blogspot.com
7/11/2006 às
16h02 201.6.253.3
(+) Edward Bloom no Digestivo...
 
a culpa do baixo nível
A mim parecia que só restava ajoelhar e rezar pelos ouvidos das crianças da minha família, quando comprei um mp3 lindo, coloquei nele só música de altíssima qualidade (nelson ayres, tom jobim etc.). Objeto de desejo e todas as crianças da casa, que adoram brincar de ouvir o mp3, agora ouvem as minhas músicas, compenetradas, como se fossem gente grande. Se o brinquedo fosse delas, talvez preferissem colocar o "tô ficando atoladinha". Porque a culpa do baixo nível da nossa música não é somente das gravadoras ou da mídia, é também do consumidor inculto e despreparado que se deixa manipular. É nossa obrigação, como pais e educadores de bom gosto, e ouvido apurado, resistir bravamente e orientar a futura geração, mostrando o melhor. Se, depois, eles preferirem encher os ouvidos de porcaria, pelo menos fizemos nossa parte.

[Sobre "Onde vamos parar com o lixo?"]

por Joana Darc Menezes
http://www.estreladaterra.com.br
7/11/2006 às
15h56 200.140.237.97
(+) Joana Darc Menezes no Digestivo...
 
Olá
Olá, Edward. Salário pode ser, sim, parâmetro para se falar em empobrecimento. E sindicatos não legislam nem aplicam reajustes salariais, por isso concordo com quem diz que a melhor política salarial é a que resulta da negociação coletiva. Mas, claro, podemos adotar outros parâmetros: poder aquisitivo (caiu), salário mínimo (caiu), concentração de renda (aumentou). Isso começou com nosso amigo Bob Fields. Curioso tratar o Estado sempre como vilão. Acaso as bases de crescimento, via industrialização, não vieram com JK e Getúlio? E os Estados Unidos não saíram de uma grave crise, lá atrás, com políticas de Estado? O todo-poderoso deus mercado não é infalível. E já que você está considerando o assunto chato, quero pedir desculpas aos demais leitores pelo aborrecimento.

[Sobre "Por que votei nulo"]

por Vitor
7/11/2006 às
15h29 200.147.11.23
(+) Vitor no Digestivo...
 
Olá
Olá, Vitor. O fator de empobrecimento não se mede pelo salário, que era alto antes, mas por uma distorção da inflação e pelo excesso dos sindicatos, e sim medido pelo poder aquisitivo, que é um pouquinho diferente. Na gestão do Campos houve uma estagnação em conseqüência de uma série de medidas emergenciais para se controlar a economia e propiciar um cenário favorável a investimentos externos que realmente ocorreram, mas já na década de 70, com Delfim atolando tudo no Estado que, por não objetivar (meu Deus, que chatice) o lucro, claro que não aguentou as crises de 73 e 79, gerando assim não só a perda do poder aquisitivo como o colapso do Estado na década de 80. Se estiver falando disso, você está certo, mas não em culpar o Roberto Campos. A culpa desses desastres, para mim só pode ser o modelo nacionalista que vem desde Vargas a JK e Medici em diante. Acho que é isso.

[Sobre "Por que votei nulo"]

por Edward Bloom
http://iaad.blogspot.com
7/11/2006 às
13h35 201.6.253.3
(+) Edward Bloom no Digestivo...
 
Sem farda
Caro Edward, ninguém precisa usar farda, há ditaduras civis também. O que eu quero dizer é que antes de tirar alguém do poder, coloca-se alguém no poder. E como fazer isso? Acho que é pelo voto. Se você prefere outro meio, poderia defendê-lo. Simples assim. Quanto ao Bob Fiels: deterioração salarial é igual a perda salarial. O país teve crescimento durante determinado período, mas a população empobreceu. Não é questão de sindicato achar conveniente, mas de haver negociação, como em qualquer país dito civilizado. Médico você escolhe, presidente você elege. Ou não.

[Sobre "Por que votei nulo"]

por Vitor
7/11/2006 às
12h51 200.147.75.157
(+) Vitor no Digestivo...
 
Sempre é tempo de mudar
Mudar implica em renunciar alguma coisa. E talvez seja essa a maior dificuldade das pessoas. Apegar-se de mais ao presente com medo do futuro. Mas como diz o ditado, "quando uma porta se fecha, muitas outras se abrem". Então vamos mudar e ser felizes!

[Sobre "A ousadia de mudar de profissão"]

por Patrícia
7/11/2006 às
12h00 201.29.236.84
(+) Patrícia no Digestivo...
 
Elogio ao É Batata!
Comentando num texto de mais de um ano, mas... quem se importa? O É Batata é foda, e o Fred (tenho o prazer de conhecê-lo pessoalmente) é gente boa pra cacete!

[Sobre "Digestivo nº 244"]

por Jorge Wagner
http://cancaopobre.wordpress.com
7/11/2006 às
11h02 200.216.152.19
(+) Jorge Wagner no Digestivo...
 
foi o povo que elegeu!
Cada povo tem o governo que merece. Isso é a demacracia, não reclamem depois, foi o povo que elegeu!

[Sobre "Por que votei nulo"]

por Andre Parra
7/11/2006 às
10h17 200.204.181.239
(+) Andre Parra no Digestivo...
 
Resposta ao Vitor - Parte 2
Mas o voto. Vamos imaginar um médico, mas não um médico comum: ele só é médico por que metade da cidade acha que ele tem o direito de ser médico. Você deixaria, sei lá, ele operar sua cabeça? A cabeça de um parente seu? Ou pior, sentiria orgulho por ele ter sido eleito médico pela metade da "população trabalhadora", do "povo humilde", das "classes mais necessitadas"? O exemplo é batido e meio apelativo, mas não achei uma forma mais clara que essa. Abraços.

[Sobre "Por que votei nulo"]

por Edward Bloom
http://iaad.blogspot.com
7/11/2006 às
08h48 201.83.149.209
(+) Edward Bloom no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Patricia Highsmith
Um Certo Suicídio
Best Seller
R$ 12,00



Biologia - volume Único - Assessoria Pedagógica
José Luís Soares
Scipione
(2001)
R$ 9,90



O Controle Ideológico na Usp (1964-1978) (o Livro Negro da Usp)
Não Definido
Adusp
(2004)
R$ 15,00



Pão Diário 19
Vários Autores
Rbc
(2015)
R$ 12,00



A Guerra Das Sabidas Contra Os Atletas Vagais
Margarida Patriota
Saraiva
(2009)
R$ 16,00



O Papa e o Concílio – Volume 2
Janus
Leopoldo Machado
(2002)
R$ 15,00



Cielito lindo e LA cucaracha
Mario Mascarenhas
Mario Mascarenhas
(1959)
R$ 25,00



A Pele do Lobo / o Badejo / o Dote
Arthur Azevedo
Martin Claret
(2009)
R$ 18,00



Não Aceito Morrer
Agnaldo Cardoso
Itapuã
(2012)
R$ 18,56



Sacco e Vanzatti Fasc 7 Enciclopédia da Luta Contra o Crime
Abril Cultural
Abril
(1974)
R$ 5,55





busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês