Digestivo Blogs

busca | avançada
70777 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Clube do Conto Apresenta: Criaturas, de Carol Bensimon
>>> Vancouver Animation School apresenta webinário gratuito de animação
>>> Núcleo Menos1 Invisível evoca novas formas de habitar o mundo em “Poemas Atlânticos”
>>> Cia O Grito faz intervenção urbana com peças sonoras no Brás
>>> Simbad, o Navegante está na mostra online de teatro de Jacareí
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
Últimos Posts
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
>>> Rogai por nós
>>> Na cacimba do riacho
>>> Quando vem a chuva
>>> O tempo e o vento
>>> “Conselheiro do Sertão” no fim de semana
>>> 1000 Vezes MasterChef e Nenhuma Mestres do Sabor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Seriados made in the USA
>>> American Horror Story: Asylum
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> A semente da impunidade
>>> Não existem autores novos
>>> Have a Book in You?
>>> O desafio dos media-watching
>>> Gerald Thomas: arranhando a superfície do fundo
>>> Realismo fantástico
Mais Recentes
>>> Armas Secretas Alemãs - Plataforma para Marte de Brian Ford pela Renes (1973)
>>> Lart de Conjuguer Dictionnaire - a Arte de Conjugar de Bescherelle pela Itatiaia (1959)
>>> Armas da Infantaria de John Weeks pela Reines (1974)
>>> Estado-maior Alemão História Ilustrada da 2ª Guerra Mundial Politica 5 de Barrt Leach pela Renes (1975)
>>> Patton Nº 6 Líderes- História Ilustrada da 2ª Guerra Mundial de Charles Whiting/ Edmond Jorge pela Renes (1975)
>>> Divisões Panzer os Punhos de Aço - História Ilustrada da 2ª Guerra Mundial de K. J. Macksey pela Renes (1974)
>>> O Engenhoso Fidalgo D. Quixote de La Mancha de Dom Quixote de la Mancha pela Abril Coleções (2010)
>>> Graça radical: Curtir a vida é viver com Deus de Max Lucado pela Thomas Nelson Brasil (2021)
>>> Barbarossa - a Invasão da Rússia - Campanhas 3 de John Keegan pela Renes (1974)
>>> Kit Saga Crepúsculo 4 Livros de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> Ponte aérea para a China de William J. Koenig pela Renes (1977)
>>> Histórias do Modernismo de Ivan Marques pela Scipicione (2011)
>>> Mísseis Ar-ar e Antitanque - Guias de Armas de Guerra de Bill Gunston pela Nova Cultural (1986)
>>> Mísseis Ar-ar e Antitanque - Guias de Armas de Guerra de Bill Gunston pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra: Marinha Soviética Volume 2 de John Jordan pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra: Marinha Soviética Volume 1 de Nova Cultural pela Nova Cultural (1986)
>>> Submarinos Convencionais e Com Mísseis - Guias de Armas de Guerra de Nova Cultural pela Nova Cultural (1982)
>>> BIOLOGIA - volume único de Armênio Uzunian e Ernesto Birner pela Harbra (2004)
>>> Guias de Armas de Guerra : Tanques da Segunda Guerra Mundial de Nova Cultural pela Nova Cultural (1983)
>>> Guias de Armas de Guerra - Usaf a Moderna Força Aerea dos Eua de Nova Cultural pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra - Usaf a Moderna Força Aerea dos Eua de Nova Cultural pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra Caças e Aviões de Ataque Modernos de Novo Cultural pela Novo Cultural (1986)
>>> Caças dos Eua e Aeronaves de Ataque - Volume I - Guias de Armas de Guerra de Barry Wheeler pela Nova Cultural (1986)
>>> Caças da Otan - Volume II - Guias de Armas de Guerra de Bill Gunston pela Nova Cultural (1986)
>>> Guias de Armas de Guerra - Aviação Naval de Carmo Chagas pela Nova Cultural (2000)
BLOGS

Sábado, 17/7/2021
Digestivo Blogs
Blogueiros

 
Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado


Já faz alguns anos que o termo “Renda Extra” tomou conta das discussões do lar e da economia doméstica, onde milhares de pessoas, sem outra alternativa, iniciam alguma atividade para complementar sua renda. Assim, muitas conseguem alcançar algum resultado com a ação escolhida, porém boa parte delas também acaba pior que no início por caírem nos chamados “contos da carochinha”, que não são poucos por aí.

Mas o que diferencia as bem sucedidas das que não obtêm sucesso nesse situação? Talvez a localidade, a ideia, ou ambas em épocas e locais adversos aos propícios. Dessa forma, cada caso é um caso, sendo muito difícil prever no geral porque uma atividade visando renda extra não dá certo. Contudo, alguns fatos não podem ser ignorados. Portanto:

Pode não ter havido tempo hábil para a ação vigorar. Pois tudo depende de um período proposto e quando não respeitamos esse tempo, as coisas acabam por não conseguir seguir seu curso até o êxito. Um exemplo é a história real do filme “Hacker - Todo Crime Tem um Início”, em que o protagonista, vendo que não conseguiria ser bancado pelos pais, acabou juntando através de pequenos trabalhos pela internet, dinheiro desde a pré-adolescência e conseguiu atingir seu propósito na vida adulta. Infelizmente, a sede de poder foi demais e não acabou bem para ele, mas você não é ele e pode ter uma conclusão bem diferente na vida. Basta planejar, agir e confiar no tempo como melhor amigo.

Foram criadas fantasias na cabeça que não correspondem a realidade. Se tratando de renda extra e investimentos em geral, não há mágica. O pote enche de grão em grão, e se alguém disser o contrário à respeito, tem alguma coisa errada. Porque é extremamente fantasioso pensar que grandes quantias irão cair do céu sem qualquer esforço ou investimento. Desse modo, infelizmente, o ganho com investimentos dependerá de quanto você investir, o valor da renda será total e completamente correspondente ao seu volume de trabalho e o ganho lícito só virá através de meios legais que não prometem o que não podem cumprir.

Sim, de fato é um tapa de realidade na cara do cidadão que sofre e sonha com uma vida melhor de maneira um pouco mais branda, porém é melhor ganhar algo de forma permanente do que construir um castelo de cartas prestes a desmoronar no vento. Exemplos não faltam no mundo! Então, para ganhar dinheiro com renda extra, fique longe das propostas milagrosas e da picaretagem. Estude e tenha os pés firmes no chão, planeje, calcule, aja e tenha paciência, pois o trabalho será árduo como nos primeiros degraus de uma escada, mas com o tempo, o costume e o percurso, não será difícil se motivar ao ver cada vez mais de perto o fim do caminho.

Por fim, para você que gosta de juntar um troco com internet e não desiste fácil, acompanhe canais como o Trabalho Virtual, onde a dona apresenta muitos recursos e dicas para faturar na rede com as modinhas e empresas virtuais que vez ou outra surgem. Por isso, analise, tenha cuidado ao escolher o que pode servir para você e se não der certo, pule para outra. Fique longe dos golpes e fature o que puder. Você também pode consultar as postagens da Bruna no Canal Me Poupe, em que ela dá dicas de renda extra para pessoas endividadas e finalmente, acompanhe o economista Gil do Vigor no Programa Mais Você com dicas realmente simples para economizar algum e talvez realizar um grande sonho com as próprias mãos.

Juntar uns trocos no Kwai e no Tik-Tok é só o começo para você que tem energia e a criatividade de emergir dos bolsos vazios e ver a luz do dia na prosperidade.



[Comente este Post]

Postado por Blog de Camila Oliveira Santos
17/7/2021 às 06h31

 
Triste, cruel e real

A sabedoria do tempo,
É não dar tempo ao jovem,
Para pensar o tempo.
Nele, pensará tão somente,
Quando este estiver,
Inserido em sua própria carne.
O corpo definhará,
Até a sua completa inanição.
Mesmo bem alimentado,
Parada final do trem da vida,
Estação onde todos dessem.
É triste, é cruel, mas é real.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
6/7/2021 às 22h02

 
Urgências

Cada era,
cada idade
e suas
URGÊNCIAS

De dentro e
de fora,
a vida em
seu todo
é a mais
pura
URGÊNCIA

URGÊNCIA
da infância
devorando
mundos

URGÊNCIA
da
juventude
devorando
amores

URGÊNCIA
da
maturidade
em
manter
seus
postos

URGÊNCIA
da
velhice
afastando
fins...

Da URGÊNCIA
fez-se
vida
(ou vidas)

Da vida
fez-se
URGÊNCIAS

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
6/7/2021 às 10h32

 
Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"

Começo a minha jornada,
Fincando os pés nesse chão,
A mamãe me dá a mão,
Me conduz pela estrada,
O meu pai de guardião,
Ajudam-me no início,
Dessa longa caminhada.

Há flores em minha estrada,
Caminho com precisão,
O meu passo ainda é curto,
Prossigo e não discuto,
Ajuda das santas mãos,
Caminhando o meu caminho,
Com meus pais no coração.

Nunca estarei sozinho,
Nem com medo, nem temor,
Na minha estrada florida,
Conduzirei minha vida,
Na verdade e no amor,
Dos pais, a paz garantida,
A sombra do Divino Escultor.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
1/7/2021 às 19h39

 
Rogai por nós

Senhora e mãe de todos,
Senhor, irmão dos que são irmãos,
Não olheis as nossas faltas,
E nos estenda suas mãos,
Elas nos dão segurança,
Confortam-nos e dão esperança,
Hoje e amanhãs que virão.

Creio, mas aumentai minha fé,
Vós que sois mãe,
E Vós que sois Yaveh.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
1/7/2021 às 19h31

 
Na cacimba do riacho

Quão longe vai o passado,
Que não o alcança a visão,
Vasculho a reminiscência,
Mas me rendo a vastidão,
Do quanto eu acumulei,
Poeiras que eu levantei,
Nos caminhos do sertão.

Das amizades que eu tive,
Das tardes suave e fagueiras,
Na cacimba, olho d’água,
Cercada de bananeiras,
Onde se buscava a água,
Riacho em que lavava,
Os pés sujos da poeira.

Nas conversas e vai e vem,
Presentes pela moçada,
Namoricos, doce palavra,
Quase sempre disfarçada,
São lembranças imortais,
Não esquecerei jamais,
Porquanto dessa jornada.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
1/7/2021 às 19h16

 
Quando vem a chuva

A poeira, como se fosse o suor da terra,
O vento tangendo folhas secas ao chão,
A chuva escassa, vem lavando a poeira,
Água que corre para qualquer direção,
Recolhem-se as aves nas copas das arvores.
No céu, risca o relâmpago, geme o trovão.

Apesar da tormenta, há a contemplação,
Do homem caboclo, dessa gente da roça,
Do perfume que exala a terra molhada,
Transeunte recolhe-se embaixo da palhoça,
As galinhas enfileiram-se para o galinheiro,
Ouve-se: se vem do alto, não há quem possa.

Da janela entreaberta Damião tenta a prosa,
O vento sopra com força, a janela é fechada,
O opaco véu do tempo cobre toda a vastidão,
Animais do campo saem todos em disparada,
Os cavalos e borregos vão a busca de refúgios,
Supunha acreditarem, que a hora era chegada.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
1/7/2021 às 19h09

 
O tempo e o vento

A sorte é um estado de espirito,
Para quem quer e gosta de trabalhar,
Se não trabalha, não come, não reside,
Não progride e nem pode caminhar,
Pense rápido meu rapaz e senhorita,
As paisagens são de veras bonitas,
Entretanto, bem difícil de escalar.

Assim é a vida no tempo,
A jangada que o vento a leva pro mar.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
1/7/2021 às 19h04

 
“Conselheiro do Sertão” no fim de semana

Espetáculo possui texto original e livre para todas as idades. Imagem: Gigi Nogueira e Aldenir Carlota.

O espetáculo “Conselheiro do Sertão” será reapresentado neste fim de semana no YouTube. As sessões virtuais serão realizadas neste sábado (03), às 20h, e domingo (04), às 19h. Os acessos à plataforma digital serão gratuitos! A montagem da Cia. ODU, de Hortolândia/SP, é autoral e inédita em nível nacional.

Com base na literatura de cordel, “Conselheiro do Sertão” oferece ao público internauta um espetáculo bastante comovente, que estimula a reflexão sobre temas sociais comuns para muitos brasileiros. “Esta é a história de um sertanejo solitário e muito sonhador disposto a enfrentar todos os desafios impostos pela vida para viver um amor”, disse a autora e diretora teatral Gigi Nogueira.

O texto possui uma linguagem simples e concepção lúdica, o que o torna acessível para todas as idades. A montagem conscientiza, estimula e desperta no público o interesse pela cultura popular brasileira e a literatura de cordel, a partir de uma obra cênica original desenvolvida por profissionais das artes cênicas.

“Conselheiro do Sertão” é resultado de um trabalho de pesquisa cênica desenvolvido pela companhia teatral. “Esta montagem integra às agruras sociais os sonhos de ‘Zé’, uma personagem atemporal e muita cativante. Trata-se de uma tragicomédia, que foi retratada e inspirada na literatura de cordel e nos seus folhetos que chegaram a diversos países”, complementa a diretora teatral.


Cia ODU de Teatro | Blog


Elenco
No espetáculo estão Aldenir Carlota (Zé), Carmen Bordalho (Juliana Ponta de Agulha), Gigi Nogueira (Carcará) e Raquel Magalhães (Púrpura), além de Leandro Vitti (Conselheiro) e Philipe Albino (voz em off), convidados para a montagem. Após a apresentação virtual, o elenco irá participar de uma “roda de conversa” sobre o processo de pesquisa cênica e de criação do espetáculo.

A produção e realização ocorre pela Lei “Aldir Blanc” – Governo Federal, Ministério do Turismo e Secretaria Especial da Cultura –, com apoio da Secretaria de Cultura de Hortolândia e da Prefeitura de Hortolândia.


SERVIÇO
“Conselheiro do Sertão”
Reapresentações
Data: 03 de julho de 2021.
Horário: 20h.
Ambiente Virtual, clique aqui.

Data: 04 de julho de 2021.
Horário: 19h.
Ambiente Virtual, clique aqui.

Conteúdo PoloAC

[
Comente este Post]

Postado por Githo Martim
1/7/2021 às 11h11

 
1000 Vezes MasterChef e Nenhuma Mestres do Sabor


O Masterchef está há anos na programação, obviamente mostrando seus sinais de cansaço, inclusive perdendo pela primeira vez uma de suas notáveis juradas. E mesmo assim, com seus problemas e tropeços é uma competição e entretenimento culinário que o Mestre do Sabor jamais será.

Pois se o primeiro, logo de cara em sua estreia, foi arrebatando e recrutando cozinheiros amadores, profissionais e entusiastas num tremendo sucesso, o segundo estreou praticamente natimorto e imperceptível aos olhos de qualquer um, seja este interessado em comida, disputa, entretenimento ou qualquer outra estranha curiosidade.

O mais impressionante é que, ainda que mal das pernas, sempre haverá um fã esperando a próxima temporada do Masterchef pra comparar, comentar e analisar coisas que serão exclusivas da nova edição. Enquanto que Mestres do Sabor sempre passou e passará batido, porque menospreza o principal elemento que faz programas como este serem bem sucedidos. Pois mais que a comida, o interesse está nas pessoas, nos cozinheiros e no fator humano que as motiva a competir pelo sonho da gastronomia.

Sendo assim, o programa que se sagrou as terças, trouxe pra tela e pra vida dos telespectadores a cada temporada, rostos jovens e maduros, grandes vilões e mocinhos, garotas perdidas, ranços, personagens cômicos, situações inusitadas, dramáticas e até heroicas. Tudo isso numa única cozinha, acompanhada de um mezanino e muito tempero.

Já o programa das quintas não tem química com o público e nem procura ter, engessado que está desde o princípio, numa única dinâmica e apresentadores por todos os cantos. Os competidores por sua vez, aparentam estar numa excursão gastronômica cozinhando com o melhor amiguinho a tira colo. Sem falar que o ganhador fica evidente desde o começo da temporada, e coincidentemente é o que mais ganha destaque, passa milagrosamente por perrengues sutis e abraça a causa da competição pra si.

Cabe aos outros serem os esforçados coadjuvantes, produzindo pratos que quem assisti não entende e não interessa conhecer. O julgamento também é uma coisa sem emoção, feita na ponta do garfo com comentários automáticos e cozinheiros sofríveis do lado de fora, que são eliminados tão anônimos e transparentes quanto chegaram ao som de trilhas sonoras rotatórias.

Finalmente, quanto aos jurados, se o Masterchef gerou verdadeiros ícones queridos da gastronomia brasileira, sendo que dois nem aqui nasceram, coube ao Mestres do Sabor já trazer grandes nomes da cozinha que não conseguem se fazer grandes o suficiente, tamanho o número de apresentadores / jurados que disputam um minuto de atenção em frente as câmeras. Sejam eles assistentes ou não!

Dentre eles, há sempre uma mulher e se Paola Carosella foi a fada sensata, deusa da empanada, terror dos amadores, cobiçada por alguns além da cozinha e por aí vai... Kátia Barbosa não demonstra qualquer tipo de força, sem conseguir se firmar entre os outros dois companheiros de palco. Seu time durante as três temporadas sempre se mostrou inexpressivo, vencendo raramente alguma prova e jamais se safando na berlinda da eliminação.

Além disso, é visível como alguns sempre são salvos em detrimento de outros que parecem convenientemente rodar a certa altura da competição. Em sua maioria, mulheres que são eliminadas sem uma explicação plausível. Inclusive, até hoje nenhuma teve real destaque na cozinha do programa. Pode ser que não tenham o que era pedido na ocasião, mas essa questão segue sem resposta.

Os ganhadores, como dito antes, são profissionais que estranhamente encaixam perfeitos demais num roteiro da jornada do herói, também envoltos numa vitória sonsa e morna que parece ser o desfecho pro conjunto da obra insignificante de todo o programa. Lembrando que o Masterchef sempre trouxe disputas acirradas que nem sempre agradaram o público, e visto algumas pessoas que venceram, podemos acreditar que só pode ter sido em função do sabor.

Enfim, depois de todo esse longo desabafo sobre resenhas culinárias, segue a constatação de que Mestres do Sabor seguirá numa linha reta e mortal, tentando encontrar uma luz na escuridão do forno em que se enfiou e nunca saiu, não importa o quanto tenha tentado. O programa jamais se encontrou.

Quanto ao Masterchef, este serviu um banquete suculento por anos e sempre alimentou seu público com fartura, porém de uns tempos pra cá o menu tem sido requentado demais, perdendo o sabor original e o prazer da novidade. Quem sabe com uma nova jurada e um elenco metade celebs o programa possa renascer? Vamos aguardar, mas não muito senão a comida esfria!



[Comente este Post]

Postado por Blog de Camila Oliveira Santos
25/6/2021 à 01h05

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




1970 - 1980 One Hundred Greatest Hits Piano-vocal-guitar
Vários
Wise Publications
(1980)



Virei empresário. E agora?
Beth Martins
Literare Books International
(2017)



Promoção de Vendas - o Gatilho do Marketing
Paulino da San Pancrazio
Futura
(2000)



Mosaico do Sentir
Fernando Hernadez Junior
Gente
(2004)



Qual É a Cor do Amor
Patrícia Senna e Emerson Pontes
Prazer de Ler
(2011)



Para um Homem de êxito
Lídia Maria Riba
Vergara & Riba
(2007)



The Finale Primer
Bill Purse
Miller Freeman Books
(1998)



ética Em Ginecologia e Obstetricia
Varios Autores
Cadernos Cremesp
(2011)



Concerto Duas para Vozes
Fernando Lara Michael Nicolau
Annablume
(2008)



Above Paris
Robert Cameron
Cameron
(1985)




>>> A Lanterna Mágica
>>> BLOG DO EZEQUIEL SENA
>>> Githo Martim
>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Geraldo Generoso
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Me avise quando for a hora...
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Ricardo Gessner
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
70777 visitas/dia
2,4 milhões/mês